Arquivo da tag: igrejas evangélicas

Advogado de Felipe Heiderich nega acusações contra o pastor e diz confiar na Justiça

O pastor Felipe Garcia Heiderich está preso Foto: Reprodução do Facebook

O pastor Felipe Garcia Heiderich está preso Foto: Reprodução do Facebook

Em um comunicado publicado no perfil do pastor Felipe Heiderich no Facebook, seu advogado, Leandro Meuser, afirmou que as acusações de abuso sexual do filho da cantora Bianca Toledo são falsas e as investigações provarão isso.

Em uma crítica velada à postura adotada por Bianca Toledo sobre o episódio, Meuser afirmou que ele e o cliente não irão “em busca da mídia para promover qualquer de nossos interesses”, e que irão centrar forças em “superar essa grave injustiça”.

Veja a íntegra da declaração:

Na qualidade de Advogado de Felipe G. Heiderich Segundo venho a público informar que as acusações formuladas contra Felipe são inteiramente falsas e que a polícia saberá investigar para ao final esclarecer a verdade.

Informamos ainda que não iremos em busca da mídia para promover qualquer de nossos interesses, iremos sim provar a inocência de Felipe nos autos do inquérito policial, confiando no trabalho da Policia e da Justiça!

Orem por Felipe para que ele tenha forças para superar essa grave injustiça, e peçam a Deus que ele faça apenas JUSTIÇA, nada mais!

Dr Leandro Meuser, advogado.

“Era o amor da minha vida”

Bianca Toledo afirmou, em sua página no Facebook, que tem sofrido com as descobertas nos últimos dias: “Meu coração está sustentado pelo Espírito Santo de Deus! Felipe era o amor da minha vida. E agora sei que amei um personagem. Estamos vivendo os últimos dias e não há prova maior que essa”, afirmou.

Ela agradeceu o posicionamento do senador Magno Malta (PR-ES) no plenário do Senado de forma indignada: “Como amigo da minha família [ele] sabe de detalhes tristes e trágicos além de acesso as provas como base de sua indignação […] Que Deus te use senador Magno Malta para trazer justiça dos céus através das leis da terra”, disse.

Fonte: Gospel +

Anúncios

Viúva do missionário David Miranda, Ereni, é anunciada como nova presidente da Deus é Amor

EreniA viúva do missionário David Miranda, Ereni Miranda, será a nova presidente da denominação pentecostal fundada pelo marido, que faleceu há uma semana, sábado, dia 21 de fevereiro.

Em uma curta nota em sua página no Facebook, a denominação informou que a irmã Ereni Oliveira de Miranda é a “nova presidente das Igrejas Pentecostal Deus é Amor”.

A rápida escolha para a sucessão do missionário contrariou os prognósticos da maioria dos fiéis, que acreditavam que o pastor David Miranda Filho, primogênito do casal, seria o novo presidente da denominação.

No entanto, a escolha pode sinalizar que a opção pela viúva do missionário foi uma estratégia da direção da denominação para evitar uma divisão na igreja, já que havia a expectativa de que outro nome forte entre os principais pastores da Deus é Amor se candidataria ao cargo.

Para o pesquisador Johnny Bernardo, há que se destacar “o autoritarismo” com que a denominação foi conduzida desde sua fundação pelo missionário David Miranda, e também o fato de que apesar de, em sua liturgia, a Deus é Amor não reconhecer a possibilidade das mulheres serem ordenadas pastoras, diaconisas ou presbíteras, a direção da igreja ter eleito Ereni como presidente.

 “De conselheira mundial, Ereni Miranda torna-se a primeira presidente da IPDA. A informação –  divulgada por meio de uma breve nota em uma página secundária da Igreja no Facebook, na tarde de hoje (27) – deixa em aberto a forma pela a qual Ereni foi conduzida a ocupar o cargo deixado vago com a morte de seu marido […] O portal da IPDA não havia divulgado qualquer informação sobre o procedimento de escolha de Ereni Miranda”, observou Bernardo em sua coluna no Gospel+.

O pesquisador destaca que a escolha de Ereni, mesmo sem um cargo eclesiástico nos moldes tradicionais, marca um momento histórico para as denominações pentecostais brasileiras: “Apesar de não confirmado o prognóstico inicial – da possibilidade da eleição do filho mais velho de David Miranda -, a escolha de Ereni Miranda como a segunda presidente mundial da Igreja Pentecostal Deus é Amor possui um forte valor emblemático. Primeiro, porque é a primeira mulher a assumir a presidência de uma igreja pentecostal brasileira, rompendo com uma tradição de 105 anos de predominância masculina […] Segundo, que a predominância da família Miranda na direção mundial da Deus é Amor continua intacta, mas com mudanças a médio e longo prazo”, concluiu.

Fonte: Gospel +

“Galinha Convertidinha”: sátira de evangélicos na Globo é interpretada como “desrespeito”

galinha-convertidinhaUma piada com as igrejas evangélicas no programa Tá no Ar: a TV na TV, veiculado pela Globo na última quinta-feira, 19 de fevereiro, causou rebuliço nas redes sociais e até perplexidade de jornalistas especializados.

Em um quadro do programa, uma sátira às igrejas evangélicas que mantém programas na televisão usou a “Galinha Convertidinha” – em alusão ao desenho infantil “Galinha Pintadinha” – para fazer severas críticas às denominações neopentecostais com paródias de cantigas infantis.

“A Galinha Preta Pintadinha ganhou uma irmãzinha! Chegou a Galinha Convertidinha, e ela vem crente que está abafando. Com os melhores louvores infantis, ela vai trazer a palavra até a sua casa”, anuncia o locutor de um comercial assistido por crianças evangélicas.

Na sequência, o “DVD infantil gospel” fictício tem trechos das músicas apresentados às crianças, com paródias de músicas infantis da cultura popular: “Joelho dobrado/mantenha-se fiel/Se não orar direito, não vai entrar no céu/Ir pro inferno é fogo/a verdade é Universal/Cuidado com a hora do Juízo Final”, diz a letra.

Usando a melodia de outra canção infantil, a “Galinha Convertidinha” surge ao lado do “Cãozinho Pastor” e da “Ovelhinha de Jesus”: “Joaquim tava incorporado/Recebeu um santo/Credo, tá amarrado!/Foi meu pastor que disse assim/Fora desse corpo seu exu mirim”. O locutor ainda acrescenta mais zombaria: “Ela conheceu a verdade, e a verdade a libertou”.

Abrangendo suas críticas ao perfil da maioria dos pastores evangélicos, o esquete de humor faz piada com a forma que tais líderes se portam perante o público: “Meu pastor animadinho/Canta e Dança de Montão/De Montão/Quando quer mais dinheirinho/Compra um horário na televisão/Ele fala alto/Ele dá pulinho/Ele gosta mesmo é de conversão”.

Ao final, o locutor do “comercial” diz que “o DVD da ‘Galinha Convertidinha’ é vendido separadamente do da ‘Galinha Preta Pintadinha’, porque elas são da mesma família, mas não se bicam”, anuncia, em crítica às polêmicas entre líderes neopentecostais de diferentes denominações. “Compra mãe, em nome de Jesus”, dizem as crianças.

Fonte: Gospel +

Morre o missionário David Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor

missionario-david-mirandaO missionário David Miranda, 79 anos, faleceu na noite de ontem em São Paulo, vítima de um infarto.

Fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, David Martins Miranda era conhecido por sua maneira peculiar de pregar e pela defesa constante das doutrinas ultraconservadoras que são ensinadas na denominação.

A informação da morte de David Miranda foi divulgada pela rede de rádios da Deus é Amor, e confirmada pela filha do missionário, Débora Miranda, em sua página no Facebook. “Um homem guerreiro, lutador, foi recolhido ao paraíso de Deus. Descansa no Senhor. Meu paizinho, te amarei para sempre”, escreveu.

Curiosamente, David Miranda era um crítico do uso das redes sociais, e chegou a dizer aos fiéis de sua denominação, durante uma pregação transmitida para países da América Latina que o “Twitter e o Facebook são do diabo”.

Há pouco mais de um ano, Miranda usou um tom de ameaça para falar com os fiéis que estavam abandonando a Igreja Deus é Amor: “Eu quero falar, para aqueles irmãos e irmãs que eram da Igreja Deus é Amor, e aceitaram Jesus, o divino Espírito Santo está me revelando: vocês que foram para outra igreja, estão doentes, enfermos… Vocês vão morrer. Prepara para encontrar com a morte. Quem está dizendo é o Espírito Santo, porque você prometeu que nunca deixaria a Igreja Deus é Amor. A Bíblia diz que é melhor não prometer, do que prometermos e não cumprirmos”, disse o líder pentecostal.

A Igreja Pentecostal Deus é Amor foi fundada em junho de 1962, e atualmente possui mais de onze mil templos espalhados pelo Brasil e outros 136 países. Sua Sede Mundial, no bairro do Glicério, em São Paulo, foi inaugurada em 2004, com capacidade para 60 mil pessoas.

O velório de David Miranda está sendo realizado no templo, desde as 08h00 da manhã deste domingo, 22 de fevereiro, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Gospel +

Pastor Rob Bell diz que igrejas estão a um passo de aceitar o casamento gay: “Sou a favor do amor”

kristen-bell-oprah-winfrey-e-rob-bell-e1424350611850O pastor e escritor Rob Bell afirmou que as igrejas evangélicas estão a um passo de abraçarem o casamento gay nos Estados Unidos, e que ele crê que esse seja “o momento” para isso.

A afirmação do ex-líder da megaigreja Mars Hill Bible Church, em Michigan, foi feita em uma entrevista à apresentadora Oprah Winfrey.

Ao lado de sua esposa, Kristen, Rob Bell foi ao talk-show de Oprah para falar sobre o lançamento de seu novo livro, The Zimzum of Love: A New Way of Understanding Marriage (ainda sem título em português, mas que pode ser traduzido como “A dinâmica do zmor: A nova maneira de entender o casamento”).

A apresentadora comentou, durante o enunciado de uma pergunta ao pastor, que achava fantástico que ele tivesse incluído a união de pessoas do mesmo sexo como um dos exemplos do livro, e questionou o motivo de ele ter optado por falar sobre um tema tão controverso.

Bell, que se manifestou favorável ao casamento gay em 2013, disse que uma das piores coisas que pode acontecer a um ser humano é a falta de companhia: “Uma das mais antigas dores nos ossos da humanidade é a solidão. Solidão não faz bem ao mundo. Seja você quem for, gay ou hetero, é totalmente normal, natural e saudável querer alguém com quem passar a vida. É fundamental para a nossa humanidade. Queremos alguém para com quem fazer a viagem [da vida]”, argumentou.

Diante dessa resposta, Oprah questionou Bell sobre sua visão do estágio de aceitação do casamento gay pelas igrejas evangélicas. E o pastor disse que o tema está “evoluindo” nas denominações.

 “Muitas pessoas já estão lá. Achamos que é inevitável e estamos a momentos de distância da aceitação da Igreja”, disse Rob Bell, que acrescentou que a seu ver, a igreja irá “ser ainda mais irrelevante” se continuar a rejeitar a homossexualidade.

“Eu sou defensor do casamento. Sou a favor da fidelidade. Sou a favor do amor, se é um homem e uma mulher, uma mulher e uma mulher, um homem e um homem. Eu acho que o navio já partiu e eu acho que isso é uma necessidade da igreja. Eu penso que este é o mundo em que estamos vivendo e temos de alcançar as pessoas onde quer que estejam”, afirmou, segundo informações do Christian Headlines.

Fonte: Gospel +

Pastor diz que a teologia da prosperidade é heresia pregada por falsos profetas

pastor-justin-petersA teologia da prosperidade é uma das vertentes mais influentes no neopentecostalismo e uma das linhas de pensamento mais criticadas pelos cristãos do protestantismo tradicional, por mudar o foco da mensagem do Evangelho, que propõe mudança de caráter, para uma mudança de vida ligada à aquisição de bens materiais.

O pastor e apologista Justin Peters afirmou que a teologia da prosperidade é pregada por falsos profetas: “Benny Hinn, Kenneth Copeland, Joel Osteen, Myles Munroe, Joyce Meyer e outros são todos falsos profetas. O que eles ensinam não é o Evangelho pregado por nosso Senhor Jesus Cristo, mas um ensino que não tem nenhuma base bíblica”, afirmou, elencando os mais conhecidos norte-americanos adeptos dessa vertente.

A declaração de Justin foi feita durante o 2º Encontro Apologético Internacional da Paraíba, realizado pela Igreja Assembleia de Deus Ministério Missão em Campina Grande. No Brasil, os principais nomes pregadores da teologia da prosperidade são o bispo Edir Macedo, o pastor Silas Malafaia, os apóstolos Valdemiro Santiago, Renê Terra Nova e Estevam Hernandes.

Segundo Justin Peters, o ensino de que a prosperidade seria uma manifestação do Evangelho é baseado em uma interpretação equivocada da narrativa bíblica: “Eles [pregadores da ‘teologia da prosperidade’] ensinam que, se fomos criados à imagem e semelhança de Deus, nós também somos deuses, ou temos uma natureza divina. Mas isso não é verdade. Por várias vezes nas Escrituras, vemos Deus sendo enfático ao dizer que é o único Deus, o único Senhor, e que o homem não é igual a Ele. Pensar que temos uma natureza divina é uma blasfêmia”, frisou.

De acordo com informações do site Gospel Prime, Justin Peters também exibiu um vídeo com trechos de pregações em que os principais pregadores da teologia da prosperidade referem-se aos humanos como seres divinos.

Fonte: Gospel +

Pastor John Piper diz que o dom de línguas tem sido usado de forma contrária ao que a Bíblia ensina

pastor-john-piperO dom de línguas é uma das expressões do Espírito Santo que causam mais controvérsias entre os cristãos por conta da complexidade que o envolve e também pelas doutrinas eclesiásticas existentes e que surgiram baseadas em interpretações do Evangelho.

O pastor batista John Piper, um dos líderes cristãos mundiais mais reconhecidos da contemporaneidade, afirmou que não existe embasamento no Novo Testamento para a ênfase e incentivo à busca desse dom e sua prática da forma como acontece hoje em muitas igrejas.

Piper disse que durante seu ministério pastoral, atravessou diversas “fases” no que se refere aos dons do Espírito Santo, em especial, o dom de línguas.

“Parece que se você não fala a respeito disso no púlpito e não ensina sobre isso, ao menos no nosso contexto, esses dons tendem a desvanecer […] Eu diria que na maior parte dessas ‘fases’ eles [os dons] não estão em evidência”, observou o pastor.

A precaução com o dom de línguas, segundo John Piper, deve existir pela preocupação expressada pelo apóstolo Paulo em sua carta aos Coríntios, quando ele sugere que os irmãos não se deixem levar pela emoção e que o dom seja usado em benefício da comunidade.

“Entendo que Paulo não desejava colocar esse dom em destaque. Na verdade, ele estava um pouco aborrecido pela ênfase que o dom havia ganhado”, disse John Piper, mencionando o capítulo 12 da primeira carta aos Coríntios. “Ele teve que colocar limites, ao invés de promover o dom”, acrescentou.

Para o pastor, existem doutrinas que distorcem o propósito dos dons, principalmente no caso do falar em línguas: “Não acredito na doutrina histórica dos pentecostais de que você tem que falar em línguas como sinal de que você está cheio do Espírito Santo, ou até mesmo de que você é um cristão”.

Piper resume seu ponto de vista dizendo que não há indícios de que alguma coisa tenha mudado na forma como o Espírito Santo distribui seus dons, mas sim, na forma como os cristãos tem olhado para essa questão: “Acho que a maneira como esse dom é normalmente usado em público, como uma espécie de êxtase coletivo, não tem base no Novo Testamento”.

“Não vejo nenhuma razão para afirmarmos que algo mudou na história da Redenção e que entre a era dos apóstolos e a nossa era esse dom tenha desaparecido. Se Deus quiser que ele desapareça, ele o fará desaparecer. Mas não vejo nenhum mandamento para que não o busquemos. Na verdade, vejo versículos que nos encorajam a fazê-lo”, ponderou.

Há, segundo Piper, duas aplicações para o dom de línguas: a manifestação do Espírito Santo em um idioma conhecido pela humanidade, mas desconhecido pelo profeta – e que teria aplicação prática na entrega de uma mensagem a alguém que entende tal idioma; e a manifestação através da língua dos anjos, como expressão de um momento espiritual. Nesse segundo caso, o pastor diz que, para que toda a igreja seja beneficiada, é indispensável que haja um intérprete, pois em caso contrário, não há como captar o sentido do que foi dito.

Em muitos casos, segundo Piper, as manifestações são expressões de êxtase, emoção, e por isso o alerta do apóstolo Paulo para que “se não houver intérprete presente, não fale em línguas em público”.

Fonte: Gospel +

Programa do Ratinho – Pastor Silas Malafaia dispara contra proposta de tributação das igrejas: “Papo ideológico da esquerda”

silas-malafaia-no-ratinhoNa entrevista concedida pelo pastor Silas Malafaia ao vivo na noite de ontem, 05 de fevereiro, ao apresentador Carlos Massa no SBT, o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) falou sobre diversos assuntos, mas aproveitou para dar ênfase especial à discussão sobre a tarifação ou não do que as igrejas evangélicas e demais entidades religiosas arrecadam a partir da doação dos fiéis.

“Gosto desse assunto. A transparência tem que ser uma marca, não tem nada que esconder, tem que falar. Os questionamentos têm que ser respondidos”, disse o pastor, demonstrando seu apetite pelo tema.

Para Malafaia, as propostas de cobrança de impostos de igrejas nascem da ideologia esquerdista: “Essa conversa é ideológica da esquerda brasileira. Eu vou botar o dedão na ferida. É uma conversa ideológica. Então, cobra Imposto de Renda dos partidos políticos, cobra da Igreja Católica, de todas as agremiações. Isso é papo. Olha a obra social. Não estou falando das igrejas evangélicas. Olha a obra social dos espíritas. A da Igreja Católica é fantástica, monstro”, afirmou.

Dirigindo-se à audiência do programa, o pastor afirmou que é preciso ser cauteloso sobre o que se ouve na imprensa: “Tudo que você ouvir na mídia, nas redes sociais, na TV, no rádio, de pastor, de padre, faça essas três coisas: duvidar, criticar e determinar. O que é isso? Você está ouvindo uma informação, não receba como primeiro. ‘Deixa eu ver direito’. Duvidar, eu não recebi como primeiro. Criticar é analisar a informação. Determinar: aceito tudo, rejeito tudo, aceito 50%”, sugeriu.

“Dizem assim: ‘Tem que tributar as igrejas. Esses caras arrecadam milhões’. Então vamos lá. As nações mais desenvolvidas do mundo – Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Alemanha – nenhuma entidade sem fins lucrativos, não é só as igrejas, paga Imposto de Renda. As igrejas, pelo papel social, ainda recebem grana do governo. Na Inglaterra, para cada uma libra declarada como oferta na igreja católica, evangélica, budismo, onde for, o governo devolve uma percentagem, para se investir [no social]”.

Seguindo seu estilo peculiar de se comunicar, Malafaia partiu para o ataque e disse que nenhum setor da sociedade oferece tantos benefícios como as denominações cristãs. “Queridão, você está falando da igreja? Eu vou desafiar você e qualquer um aí… Imprensa, mídia… Quem recupera mais gente na sociedade do que as igrejas? O problema das drogas, eu quero saber qual o governo que dá solução? Acaba lá com o crack… Vamos lá, vai ver o poder de restauração [encontrado nas igrejas por causa do Evangeho]. Casamentos restaurados, pessoas restauradas. Não é o pastor. Ratinho, pastor muda vida de alguém? Só um tolo para pensar isso. Quem faz isso é Deus”.

Fonte: Gospel +

Homens ofertam mais vezes e mulheres entregam valores maiores, diz pesquisa

dizimoO estudo também mostrou que a maioria dos evangélicos e evangélicas não aceita contribuir com igrejas através de doações online.

O site de relacionamento Divino Amor, parceiro do portal Gospel Prime no Prime Encontros, realizou uma pesquisa sobre a doação de dinheiro feita pelos solteiros e solteiras que participam do site.

Mais de 1 mil pessoas participaram da pesquisa que mostrou que os homens ofertam mais que as mulheres, mas as mulheres entregam valores mais altos. Segundo o levantamento, dos 1.020 entrevistados, 42,11% dos homens e 46,55% das mulheres ofertam pelo menos uma vez por semana.

Os valores oferecidos pela maioria dos homens são de R$ 2,00 a R$ 10,00, já entre as mulheres os valores são entre R$ 50,00 e R$ 100,00.

O Divino Amor também revelou que 58% das mulheres e 59,46% dos homens só entregam ofertas e o dízimo porque está escrito na Bíblia. Para o pastor Antônio Júnior, consultor de relacionamento do Divino Amor, é preciso que os fiéis entendam que o ato de entregar ofertas e o dízimo é uma ordenança bíblica e não imposição das igrejas evangélicas.

“As pessoas precisam entender que o dízimo e ofertas não são impostos pela igreja ou pastor, mas sim um fundamento bíblico para aqueles que creem na Palavra de Deus. Com a tecnologia dos dias de hoje, é normal que surjam ferramentas para facilitar a vida dos dizimistas e ofertantes”, analisa.

Outro dado relevante é que 91,89% dos homens e 90% das mulheres não têm interesse em utilizar o cartão de crédito pela internet para fazer suas ofertas. O cartão de crédito para entrega do dízimo via web também não é uma ideia aceita por 93,75% dos homens entrevistados e nem por 86% das entrevistadas.

“A única diferença entre devolver os dízimos e ofertas na igreja ou através de um sistema online, é a praticidade, pois o ato de obediência e fé são os mesmos. A Bíblia diz em 2 Coríntios 9:7 que Deus vê a intenção do coração: ‘Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria’”, ensina o pastor.

Fonte: Gospel Prime

Malafaia comemora vitória de Cunha na Câmara e diz que governo vai ter que “aturar” evangélicos

eduardo-cunha-presidente-da-camaraO pastor Silas Malafaia comemorou a eleição do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados, e revelou que um de seus aliados ajudou o conterrâneo na campanha.

No Twitter, Malafaia disse que o pastor Sóstentes Cavalcante (PSD-RJ), membro da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) fez campanha a favor de Cunha. O gesto foi contrário à ordem da executiva nacional do PSD, presidido pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que apoiou o petista Arlindo Chinaglia.

“Parabéns ao deputado Sóstenes Cavalcante que trabalhou como leão para ajudar a eleger Eduardo Cunha presidente da Câmara. Valeu!”, escreveu o pastor.

Silas Malafaia também destacou que, com a eleição de um parlamentar da bancada evangélica para comandar a Câmara dos Deputados, o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) terá que “aturar” as lideranças evangélicas.


Parabéns ao novo presidente da câmara,DEP evangélico Eduardo Cunha,uma vitoria espetacular humilhou o governo e o PT.Vão ter q nos aturar.

— Silas Malafaia (@PastorMalafaia) 2 fevereiro 2015


“Parabéns ao novo presidente da Câmara, deputado evangélico Eduardo Cunha. Uma vitória espetacular humilhou o governo e o PT. Vão ter que nos aturar”, escreveu, antes de acrescentar que, a seu ver, o parlamentar não tem dívidas políticas com outras forças do Congresso: “A vitória de Eduardo Cunha para presidência da Câmara foi tão espetacular que ficou sem dever à oposição e à situação”.

Eduardo Cunha é membro da Igreja Sara Nossa Terra no Rio de Janeiro, e foi líder do PMDB no ano passado. Eleito com 267 votos, 10 a mais que o mínimo necessário para encerrar o pleito no primeiro turno, Cunha derrotou o candidato do governo e se tornou o segundo na linha de sucessão presidencial. Caso Dilma Rousseff renuncie ou seja destituída, e seu vice, Michel Temer (PMDB) não possa ocupar o cargo ou abra ou abra mão, é Cunha quem assume o posto.

Fonte: Gospel +

Neto de Billy Graham diz que cristãos precisam ser protagonistas na sociedade: “A Igreja está dormindo”

will-grahamWill Graham, neto do evangelista Billy Graham, afirmou que a Igreja precisa acordar para a necessidade de pregar novamente uma mensagem que faça as pessoas enxergarem Cristo e terem esperança novamente.

O discurso surgiu a partir da discussão sobre o racismo nos Estados Unidos, que voltou à tona após o assassinato do jovem negro Michael Brown, morto a tiros por um policial branco na cidade de Ferguson.

“Como Igreja, perdemos nosso primeiro amor. Em vez de colocar Jesus Cristo na vanguarda de tudo que fazemos, nós nos colocamos na frente. Meus amigos, nós precisamos nos arrepender. Como líderes, como podemos esperar para ter a experiência de arrependimento em comunidade se não nos arrependermos nós mesmos?”, questionou Graham.

Ele afirmou que muitas igrejas se fecharam entre quatro paredes, esquecendo de seu papel na sociedade: “A igreja está dormindo. Não é apenas um problema em Ferguson, ou um problema em St. Louis, ou nos Estados Unidos, mas em todo o mundo”, observou.

O pastor parafraseou Romanos 13:11 para convocar os líderes cristãos do país a se mobilizaram para impactar novamente a sociedade: “Chegou a hora de vocês despertarem do sono”, disse Will Graham.

A família Graham é muito conhecida nos Estados Unidos por conta da dedicação de Billy, Franklin e Will na divulgação do Evangelho e defesa dos valores cristãos na sociedade norte-americana.

Billy, o famoso evangelista, hoje com sérias limitações por causa de problemas de saúde, se tornou conhecido em todo o mundo por conta das cruzadas Minha Esperança, que o levaram a diversos países, incluindo o Brasil, para pregar a mensagem de Jesus Cristo e converter milhões de pessoas.

Fonte: Gospel +

 

Missionário brasileiro comenta destruição de igrejas no Níger

Foto: Jefferson Garcia

Foto: Jefferson Garcia

No total foram destruídas 45 igrejas evangélicas, 12 católicas, escolas, restaurantes e bares.

Nesta segunda-feira (19) o missionário brasileiro Jeferson Garcia, 37 anos, foi visitar uma igreja e duas escolas que foram destruídas pelos protestos realizados por muçulmanos no último sábado.

As fotos e os relatos foram enviados para o jornal Folha de São Paulo mostrando como as instituições foram depredadas pelos muçulmanos que tentavam vingar nos cristãos a capa da nova edição do jornal satírico francês “Charlie Hebdo” que voltou a fazer caricaturas do profeta Maomé.

Em uma das fotos é possível ver que a escola, onde 350 crianças estudam, teve suas carteiras e cadeiras quebradas, o material escolar todo espalhado pelo chão, janelas saqueadas e alguns focos de incêndio.

“Não sobrou nada, é um cenário de destruição. Só algumas paredes de pé”, disse o missionário que coordena a escola. “A escola foi totalmente destruída, botaram fogo nas salas de aula, levaram telhados, portas, armários. Nas igrejas também saquearam tudo. Vamos ter que recomeçar”.

Além das duas igrejas e da escola que Jefferson coordena, outros dois templos da Igreja Presbiteriana Viva, sediada no Rio de Janeiro, foram incendiados e saqueados em Niamey, a capital do Niger.

Segundo informações da missionária Giovana Canhoni, esposa do ex-paquito hoje missionário Alexandre Canhoni, no total foram 57 igrejas cristãs atacadas, sendo 45 evangélicas e 12 católicas sem contar as escolas, bares e restaurantes.

Je Ne Suis Pas Charlie Hebdo

Enquanto milhares de pessoas protestaram em favor da revista francesa, que teve 12 funcionários mortos em um atentado terrorista, há milhares de pessoas que entraram em uma contra corrente chamada de “Je Ne Suis Pas Charlie Hebdo” (Eu não sou o Charlie Hebdo!).

Giovana é uma das pessoas que levanta esta bandeira, deixando claro que não tem nenhuma relação com as posições anti-religiosas do jornal francês.

“Eu não sou o Charlie Hebdo! Minha casa foi quebrada e queimada por causa disso! Os extremistas e os ladrões estão se aproveitando do momento! Mas eles não tomam o que tenho de mais precioso!”, escreveu ela em francês no seu perfil do Facebook.

Fonte: Gospel Prime

Pesquisa aponta aumento no número de igrejas evangélicas que apoiam o casamento gay

casamento-gayO número de igrejas evangélicas que apoia o casamento gay aumentou consideravelmente na última década. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa de Religião Pública, nos Estados Unidos.

Segundo a pesquisa, nos últimos anos os evangélicos têm mudado de opinião sobre o assunto, e muitos não se posicionam mais com completa oposição ao casamento gay, como é defendido por muitos religiosos cristãos que veem o homossexualismo como um grave pecado.

A pesquisa mostra que a mudança de opinião mais considerável em torno do polêmico assunto se encontrada entre os jovens evangélicos, já que seu apoio saltou de 20% em 2003, para 42% em 2014. Inclusive, a prática já é aceita em várias denominações nos Estados Unidos, e também no Brasil. Um dos exemplos dessa mudança de visão é o pastor Ryan Meeks, de 36 anos, da mega igreja EastLake, em Seattle, EUA.

– Eu me recuso a ir em uma igreja onde meus amigos que são gays sejam excluídos da comunhão, da aliança do casamento ou da beleza da comunidade cristã. Para mim, a mensagem de Jesus eram mensagens de grande inclusão – afirma Meeks, que afirma que a igreja está atrasada, e que encara a mudança como heresia – colocando o que a própria Bíblia diz em jogo.

– Cada movimento de reforma na história da igreja é rotulado como primeira heresia. O pentecostalismo está atrasado nisso. Temos uma dívida para pagar – completou o pastor, segundo a revista Time, defendendo uma nova forma de encarar a mensagem cristã.

Porém, o casamento gay ainda tem fortes opositores nas fileiras cristãs, como o pastor Russell Moore, que faz parte da Comissão de Ética da Convenção Batista do Sul, e acredita que os que defendem o casamento gay não são evangélicos, mas revisionistas que não apoiam a autoridade bíblica tradicional.

Ao criticar o que é defendido por muitos como uma “nova forma” de interpretar a Bíblia pela ótica das mudanças na sociedade, Moore diz que os pontos de vista cristãos sempre estarão totalmente fora da lógica da sociedade.

O pastor Rick Warren, da Igreja Saddleback, na Califórnia, também defende que a igreja cristã deve permanecer firme em sua oposição ao casamento gay, e não deve ceder aos apelos populares ou às imposições geradas por mudanças sociais ou culturais.

– A Igreja nunca deve ser cativada pela cultura, manipulada pelos críticos, motivada por aplausos, frustrada por problemas, debilitada por distrações ou intimidada pelo mal. Temos que manter a corrida com o nosso olhar sobre a meta, e não sobre os gritos do lado da linha. Devemos ser guiados pelo Espírito Santo, com propósito e, por isso, que não podemos ser comprados, não vamos parar até que termine a corrida focada em missões – afirma o pastor.

Fonte: Gospel +

“Bless Friday”: cristãos ignoram descontos da Black Friday para realizar ações sociais

bless-fridayA última sexta-feira, 28 de novembro, foi marcada pela promoção Black Friday na maioria das lojas e sites de comércio eletrônico mundo afora. No entanto, grupos cristãos aproveitaram o simbolismo da data para promover ações sociais.

Usando um trocadilho, a data de ação social foi chamada de “Bless Friday” (Sexta-feira de Bênçãos, em tradução livre), e diversas igrejas dos Estados Unidos aderiram à ideia.

Entre as atividades promovidas no dia seguinte ao feriado de Ação de Graças estavam a distribuição de refeições para pessoas carentes e moradores de rua, além de agasalhos, já que o inverno está chegando à região.

Eva Kaminski, diretora adjunta de Comunicação da Memorial Drive Presbyterian, em Houston, no Texas, a iniciativa funciona como “um incentivo para que [os fiéis] mudem seu foco – que antes era voltado para as compras – e passem a servir”.

“A Bless Friday é algo que nossa congregação e nossos funcionários abraçaram. A beleza está na construção da alma, que ocorre quando nos concentramos uns nos outros, ao invés de cada um olhar apenas para si próprio, e assim, servimos em nome de Cristo”, pontuou a diretora, de acordo com informações do Christian Post.

A ideia de opor a data consumista com gestos de amor ao próximo começou em 2010, quando igrejas da cidade se juntaram e criaram o projeto Bless Friday. Segundo Chuck Fox, idealizador da iniciativa, o número de igrejas e instituições cristãs tem crescido ano a ano. “Este ano nós adicionamos a West University Baptist Church e a Crosspoint Church, em Houston e, pela primeira vez, somos capazes de anunciar que uma igreja católica, a do Santíssimo Sacramento, em Seattle, participou também”, comemorou.

Uma das igrejas participantes, St. John The Divine (SJD), concentrou suas ações em um albergue chamado The Beacon. “É um local, no centro de Houston, que atende às necessidades imediatas dos desabrigados. Voluntários da SJD serviram centenas de almoços quentes para população carente e sem-teto de Houston”, relatou Andrea Meier, porta-voz da denominação, acrescentando que “oferecer alternativas em dias como o Black Friday é uma expressão muito importante para ganhar vidas para Deus”.

Fonte: Gospel +

Programação religiosa soma 4.800 horas mensais na TV paga

missionario_rr_soares_foto_fabio_cavalcante_0348Os programas são exibidos em emissoras compradas por igrejas e em horários alugados em canais de terceiros.

A programação religiosa na TV, entre católicos e evangélicos, soma 4.800 horas mensais na TV paga, o que inclui os canais abertos VHF e UHF. Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, este número é o dobro da quantidade de programas cristãos que eram exibidos há dez anos.

Emissoras como Canção Nova, Rede Vida, TV Aparecida, RIT TV, Novo Tempo e Rede Gospel possuem programas religiosos durante 24 horas todos os dias, enquanto que emissoras como Canal 21 e CNT arrendaram 22 horas diárias para a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

A igreja fundada por Edir Macedo é um dos ministérios com maior quantidade de programação diária, tendo programas na Rede TV!, na Rede Record, na TV Gazeta e na Band. O missionário R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus (IIGD) também tem grande quantidade de horas na TV, além de ser dono da RIT TV ele ainda aluga horários na Band e a Rede TV!.

O crescimento da programação religiosa na TV fechada se dá pela compra de emissoras e também pela locação de horários, uma prática bastante comum nos canais abertos e que começa a chamar a atenção dos donos de emissoras pagas como aconteceu com a TV Ideal, do Grupo Abril, que hoje tem a programação da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Fonte: Gospel Prime

 

“Metanoia”: atores Caio Blat e Solange Couto estrelam primeiro filme da Cia. Nissi; Veja o trailer

metanoiaA Cia. Jeová Nissi produziu um longa-metragem baseado em fatos reais sobre um jovem usuário de drogas e todo o drama que assola a família de quem termina dependente.

O filme, que se chamará “Metanoia”, é o primeiro que a Joevá Nissi produziu, e contou com a parceria da 4U Films. O elenco conta com atores renomados nacionalmente como Caio Blat, Solange Couto e Silvio Guindane, que pela primeira vez participaram de um projeto social organizado por uma entidade religiosa.

De acordo com a assessoria de imprensa dos produtores do filme, o roteiro se inspirou na história de uma mãe de um jovem dependente, que desesperada, procurou ajuda financeira em uma igreja evangélica para construir uma jaula e confinar o filho viciado em crack.

A proposta do filme, segundo Caíque Oliveira, roteirista, ator e diretor da CIA Jeová Nissi, é chamar a atenção da sociedade para a gravidade do tema. “O filme que ainda não tem data de estreia é voltado para o público em geral, porque o crack não faz acepção de pessoas nem de classes sociais. Ele simplesmente anula pessoas roubando o que eles têm de mais importante: a dignidade”, resume o ator e diretor.

Oliveira vive o personagem central da trama, Eduardo, que tenta contornar a situação de desespero de sua mãe prometendo se manter limpo, mas é traído pela dependência e sofre constantes recaídas.

Os cenários usados no filme foram as cidades de Ibiúna (SP), o bairro Jardim Ângela, na periferia de São Paulo; e a Cracolândia, região no chamado “centro velho” da capital paulista que se tornou nacionalmente conhecida por “abrigar” milhares de dependentes químicos.

“Com o filme Metanoia, a CIA Jeová Nissi se torna a primeira companhia gospel do Brasil a fazer um longa-metragem 100% nacional. O desafio agora é conseguir uma distribuidora para colocar o filme no circuito de cinema nacional. Todas as informações deste projeto estão disponíveis na fanpage do filme em facebook.com/filmemetanoia”, informam os produtores.

Assista ao trailer do filme:

“Metanoia”

Cia. Jeová Nissi

A Cia de Artes Nissi existe há mais de 13 anos, e tem atualmente, oito peças em cartaz pelo Brasil e também em países da América Latina, Europa, Rússia e Angola, onde mantêm um orfanato para mil crianças órfãs da guerra civil. Com 10 DVD´s gravados, entre eles o “Jardim do Inimigo” – carro chefe da CIA – conta com mais de 70 artistas entre eles músicos, bailarinos e atores.

Fonte: Gospel +

Pesquisa mostra que católicos estão se tornando evangélicos em busca de um “relacionamento pessoal com Deus”

católicosUma nova pesquisa do instituto Pew Research descobriu que os católicos latino-americanos estão cada vez mais deixando a Igreja Católica para se juntar a igrejas protestantes evangélicas ou estão abandonando a religião por completo. Os participantes da pesquisa citaram uma busca por um relacionamento pessoal com Deus como a maior razão para a sua mudança.

A ampla pesquisa, divulgada no dia 13 de novembro, informou que, embora 69% dos adultos de toda a região se identifiquem como católicos, em quase todos os países pesquisados, houve uma redução real do número de católicos em termos de pessoas criadas na religião e que se mantém nela.

Na América Latina como um todo, 84% da população cresceu como católico, mas apenas 69% se identificam como parte da Igreja Católica agora. Por outro lado, apenas 9% da população da América Latina foi criado na tradição protestante, mas hoje 19% se identificam como protestantes.

O número de pessoas religiosamente não afiliados também está aumentando, passando de 4% desde a última pesquisa feita anos atrás, para 8% oito atualmente.

São várias as razões por quê os latino-americanos estão deixando a Igreja Católica. 81% dos que participaram da pesquisa disseram estar em busca de um relacionamento pessoal com Deus; 69% disseram apreciar o estilo de adoração em uma igreja evangélica contemporânea; enquanto 60% disseram que queriam uma maior ênfase na moralidade.

“Grande parte do movimento de distanciamento do catolicismo e em direção ao protestantismo na América Latina ocorreu no espaço de uma única vida. De fato, na maioria dos países pesquisados, pelo menos um terço dos protestantes atuais foram criados na Igreja Católica, e metade ou mais dizem que foram batizados como católicos”, apontou o relatório do Pew Research.

A pesquisa também destacou que, embora o papa Francisco tenha atraído muita atenção desde sua nomeação, em março de 2013, apenas em seu país natal, a Argentina, assim como no Uruguai, sua postura fez a maioria dos ex-católicos expressarem uma visão favorável sobre o pontífice. Nos demais países da América Latina, apenas cerca de metade dos ex-católicos têm uma visão favorável do papa.

O Uruguai também foi identificado como tendo o maior percentual de adultos religiosamente não afiliados da América Latina, com cerca de 37% de sua população. Esse número varia consideravelmente em toda a região, com Bolívia, Peru e Paraguai tendo menos de 5% das pessoas sem qualquer filiação religiosa.

Jovens hispânicos nos Estados Unidos também têm deixado a igreja romana em direção a denominações protestantes, segundo o relatório da pesquisa. Um estudo do Boston College, lançado no início deste ano, constatou que 59% dos padres que servem em comunidades hispânicas têm mais de 55 anos, criando um fosso geracional.

“Há poucos esforços na Igreja Católica para chegar aos jovens latino-americano, o que é uma grande bandeira vermelha para a nossa instituição, porque mais de 55% dos jovens católicos em os EUA são hispânicos. Se a Igreja não chegar a esta geração , nós vamos correr o risco de perdê-los”, afirmou Hosffman Ospino, um professor assistente de teologia e ministério no Boston College, ao Christian Post.

Fonte: Gospel +