Publicado em Brasil, Música

Eyshila relembra nascimento de Matheus Oliveira na data de seu aniversário: “Dor insuportável”

eyshila-matheus-oliveiraA cantora Eyshila publicou uma foto ao lado de seu filho, Matheus, que faleceu no último dia 14 de junho, para relembrar a data de seu nascimento: 04 de julho de 1998, e disse que a dor que sente por sua partida é “invisível e insuportável”.

Matheus Oliveira faleceu aos 17 anos vítima de uma meningite viral, após 14 dias internado em um hospital do Rio de Janeiro (RJ).

Eyshila revelou detalhes do nascimento de Matheus, que se apressou em três dias para vir ao mundo, e da emoção que sentiu ao dá-lo à luz.

Confira o texto publicado pela cantora:

Dia 4 de Julho de 1998 nascia o meu primogênito, Matheus Oliveira Santos. O parto estava marcado para o dia 7, porém ele decidiu nascer um pouco antes. Foi um misto de dor e emoção. O parto, que seria uma cesariana, acabou sendo normal, e foi uma experiência dolorosa, porém surpreendentemente maravilhosa.

No dia 1 de Junho de 2016 Matheus adoeceu, e no dia 14 ele partiu para Deus. Descobrimos um nível muito mais elevado de dor: a dor da alma. Ela é invisível, porém insuportável. Ela sangra, mas a hemorragia não pode ser estancada por médicos mortais. Só o Espírito Santo tem o poder de curar essa dor. Não existe treinamento pra morte. Primeiro fazemos a prova, depois aprendemos a lidar com ela. Até o dia em que, definitivamente, ela será vencida e estaremos eternamente nos braços de Deus. Matheus não morreu, ele foi curado pra sempre. Agora o pecado não pode mais lhe tocar. E como mãe, eu quero agradecer ao Senhor pelo privilégio de ter sido escolhida pra cuidar dessa herança tão preciosa, por quase dezoito anos.

Obrigada, Senhor! Valeu a pena!

Meu filho não morreu! Ele é eterno, assim como é eterno o Deus que o formou. Assim como a dor do meu parto foi abreviada, eu profetizo que a dor do meu luto também será. Nenhuma dor é eterna. A vida sim, essa é eterna porque Jesus morreu e ressuscitou pra conquistar a eternidade das nossas vidas e a brevidade da nossa dor. Essa foto é um retrato da eternidade! “Porque lá no céu toda hora é hora de ser feliz.”  #Deusnocontrole #Jesusvive #Matheus1998-2016

Fonte: Gospel +

 

Anúncios
Publicado em Brasil, Esporte

David Luiz é batizado na Igreja Hillsong e agradece a Deus: “Minha vida é Tua e sou Teu servo”

batismo-david-luizO zagueiro David Luiz publicou uma foto do seu batismo nas águas na última quinta-feira, 14 de maio, na Igreja Hillsong de Paris.

O jogador do Paris Saint Germain, que é evangélico há alguns anos, expressou sua alegria ao dar esse novo passo em sua jornada cristã: “’Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (2 Coríntios 5:17 ARC)’. Como é maravilhoso viver contigo Senhor, obrigado por me amar tanto e cuidar de mim! A minha vida é tua, e eu sou Teu servo! Que estejas sempre no centro de todas as minhas decisões! Eu te amo meu Deus! Amém”, escreveu na legenda da foto acima no Instagram.

Adepto do movimento Eu Escolhi Esperar, David Luiz já havia dado mostras de sua fé em outras ocasiões. Na disputa das oitavas-de-final da edição deste ano da Liga dos Campeões da Europa, o jogador marcou um gol contra o Chelsea, seu ex-clube, e na comemoração, ajoelhou-se e ergueu as mãos para o céu, em agradecimento a Deus.

Em 2011, quando ainda atuava pelo Chelsea, David Luiz orou em campo pelo colega de clube, Fernando Torres, e o jogador pôs fim a um enorme jejum de gols e marcou duas vezes contra o KRC Genk, da Bélgica, na mesma Liga dos Campeões.

Pela Seleção Brasileira, depois do vexame da derrota por 7 x 1 para a Alemanha nas semifinais da Copa do Mundo, David Luiz foi um dos que demonstraram pesar pelo péssimo desempenho na partida, mas não deixaram de expressar sua fé. O zagueiro, pouco antes de sair de campo aos prantos, ajoelhou-se no gramado e orou, agradecendo a Deus por ter disputado o Mundial e reconhecendo sua soberania. Esse gesto repercutiu fortemente em toda a imprensa internacional.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Pesquisa

Com maioria cristã, Brasil e México lideram ranking de adultérios em lista com 21 países

adulterioBrasil e México são países da América Latina formados por ampla maioria cristã e com características semelhantes além da religião. Além de terem, em sua sociedade, a presença de católicos e evangélicos, ambos compartilham a liderança no número de casos de adultério.

No Brasil, embora com quedas significativas nos últimos anos, os católicos são maioria (65%), seguidos pelos evangélicos, que atualmente equivalem a 23% da população. No México, a maioria católica é ainda mais ampla: 83% contra 7,5% dos evangélicos em geral.

Um levantamento feito por um site de encontros para pessoas casadas descobriu que em média, mexicanos e brasileiros que se relacionam fora do casamento mantém seis ou mais amantes por ano.

Para que o estudo tivesse uma abrangência ampla, foram ouvidas 83.598 pessoas usuárias do site Victoria Milan, em 21 países. Em 13 desses países, a média de amantes que as pessoas buscam gira em torno de dois a três por ano, segundo informações do Diário do Aço.

“Os resultados mostram que a maior parte das pessoas procurando algo fora de seu relacionamento estável gostam do mistério e paixão associados a novos namoricos. Elas gostam de apimentar suas vidas sem o compromisso de algo mais sério, explicando assim o descomprometimento para com um mesmo amante por um ano completo, sendo que a maior parte já encontra felicidade em seu relacionamento estável, embora haja sempre exceções, que neste caso são o Brasil e o México”, afirmou Sigurd Vedal, fundador e executivo site.

Entre os brasileiros que frequentam o site à busca de um relacionamento extraconjugal, 38% diz se envolver com 6 ou mais amantes ao longo de um ano; enquanto 29% relatam dois ou três; 21% estimam em quatro ou cinco; e 12% optam por se envolver com apenas uma pessoa fora do matrimônio.

O questionário foi enviado a usuários da Austrália, África do Sul, México, Peru, Brasil, Alemanha, Polônia, Suíça, França, Portugal, Nova Zelândia, Argentina, Espanha, Holanda, Irlanda, Grécia, Bélgica, Áustria, Inglaterra, Itália e República Checa.

A maioria religiosa na maior parte dos países listados acima é cristã, sendo fortíssima a presença da Igreja Católica em vários deles, como Espanha, Itália, Argentina, Irlanda, entre outros. Os protestantes possuem grande representação em locais como Austrália, Reino Unido e Holanda, por exemplo.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Casal divorciado há 43 anos se reconcilia e decide casar de novo: “Deus nos uniu novamente”

Louis-Demetriades-e-Renate-StumpfUm divórcio de 43 anos vai se tornar em um novo casamento, e segundo os noivos, pela interferência de Deus.

O casal trocou alianças pela primeira vez há 56 anos e passaram 13 anos juntos, porém, as dificuldades de convivência os levaram ao divórcio. Ambos seguiram suas vidas, se casaram novamente e ficaram viúvos anos depois.

Agora, ambos com 75 anos de idade, Louis Demetriades e Renate Stumpf voltaram a se encontrar, começaram um namoro e decidiram se casar novamente.

O pedido de casamento foi feito por Louis a Renate em uma loja do Walmart, onde ela trabalha. Num primeiro momento, a noiva não sabia o que dizer, mas logo que caiu em si, disse: “Sim, mas não hoje”.

Louis dirigiu do estado norte-americano do Tennessee até Arkansas, onde a ex-mulher e futura esposa vive, para fazer o pedido.

Em entrevista à rede de TV ABC News, Renate disse que o amor dos dois não acabou durante os 43 anos que estiveram separados: “Quando nos vimos de novo em dezembro passado, então tivemos certeza que ainda nos amávamos. O amor nunca acabou”.

Apesar da grande repercussão, Renate disse que ela e o noivo ainda não iniciaram o planejamento da cerimônia: “Não há pressa na minha idade. Deus nos colocou juntos de novo, e não poderia ser de outra forma depois de todos esses anos”, resumiu.

O casal se conheceu na Alemanha, em 1959. Casaram-se aos 18 anos de idade e agora vão concluir a história de amor que viveram décadas atrás. “Quarenta e três anos [de separação] é muito tempo, então eu não tinha certeza no começo. Mas eu vou me casar com ele porque eu percebi que ele mudou, e para melhor”, finalizou a noiva.

Fonte: Gospel +

Publicado em Missões, Mundo

Irmão de cristãos coptas mortos pelo Estado Islâmico dá testemunho emocionante; Assista

estado-islamico-decapita-cristaos-coptasA morte de 21 cristãos coptas egípcios pelas mãos dos terroristas do Estado Islâmico desencadeou uma série de ações militares em retaliação à barbárie, mas também despertou o interesse da mídia por ouvir os parentes dos mártires decapitados em uma praia da Líbia.

Um programa de televisão da emissora SAT7Arabic entrevistou o irmão de dois dos homens mortos pelo Estado Islâmico, e as palavras de testemunho desse homem foram surpreendentes.

O vídeo do testemunho foi publicado com legendas em português no canal da Igreja Batista Betel de Mesquita no YouTube, com tradução Martha Christo da Silva.

Na entrevista, Beshir revela que seus irmãos, Bishoy e Samuel, tinham 25 e 23 anos respectivamente, e os trata como mártires. Questionado como se sentia a respeito do triste episódio, Beshir diz que a perseguição aumentou sua fé em Deus.

Em uma demonstração de amor ao próximo, Beshir contou que os familiares dos mártires executados pelos extremistas muçulmanos não estavam de luto, mas sim, celebrando o fato de que seus parentes se mantiveram fiéis a Jesus Cristo até o fim, e que haviam perdoado os executores.

Ele revelou que sua mãe havia dito que, se encontrasse com um dos assassinos de seus filhos, o convidaria para entrar em sua casa, oraria por ele para que Deus o abrisse seus olhos sobre os ensinos equivocados que recebeu e o diria que o Estado Islâmico ajudou aqueles cristãos a entrarem no Reino dos Céus.

O apresentador e a plateia do programa ouviram atentamente as palavras de Beshir, e não esconderam a emoção por estarem em contato com uma das pessoas que mais sofreram com o crime do Estado Islâmico, mas que não deixou que isso jogasse fora a transformação proporcionada pelo Evangelho.

Assista ao testemunho de Beshir:

Fonte: Gospel +

 

 

Gospel +

 

 

Publicado em Ciência, Mundo, Pesquisa

Carta em que Einstein reconhece que o mundo é uma “criação elegante” de Deus será leiloada

carta-postal-albert-einstein-deusO físico judeu alemão Albert Einstein era conhecido por sua visão prática sobre a religião e a ciência, e por muitas vezes, foi descrito como ateu. No entanto, ele mesmo discordava dessa visão e deixou alguns registros de sua fé particular e peculiar.

Agora, uma carta escrita por ele para o colega italiano Giovanni Giorgi está sendo leiloada, e o preço mínimo esperado pela casa de leilões é de US$ 55 mil.

Mas, o que há na carta de tão especial? A missiva escrita na época em que Einstein lecionava em Roma contém uma afirmação do físico sobre Deus e sua Criação.

“Deus criou o mundo com muita elegância e inteligência”, diz trecho da carta escrita a próprio punho no dia 12 de julho de 1925.

O texto mostra que os colegas conversavam sobre suas experiências científicas, pois Einstein entra em detalhes sobre algumas de suas pesquisas, e ao final, conclui dizendo que adquiriu certeza sobre uma de suas mais famosas teses: “Eu não tenho dúvidas sobre a validade da teoria da relatividade”.

A carta, curta, foi escrita no verso de um cartão postal, em que o famoso físico assinou como “Suo A. Einstein”, algo como “de seu A. Einstein” em português.

Einstein possuía uma relação de idas e vindas com a Itália. Por lá, viveu com sua família quando tinha entre 15 e 16 anos, e falava e escrevia fluentemente o idioma. Já Giovanni Giorgi ficou conhecido internacionalmente e na Itália em seu tempo como uma autoridade em eletromagnetismo, de acordo com informações da agência Ansa.

A carta que será leiloada pertencia a um colecionador da França, que obteve o manuscrito de um colega italiano que coleciona artigos científicos.

carta-albert-einstein-deus

Fonte: Gospel +

 

Publicado em Mundo

Motorista cristão é demitido por colocar o nome de Jesus como seu auxiliar em formulários

caminhoneiro-ramiro-olivarez-jesus-co-piloto-e1424352789836Uma declaração de fé rendeu uma demissão e uma acusação de falsificação de documentos para um motorista do estado do Texas (EUA).

Ramiro Olivarez, caminhoneiro há anos, perdeu o emprego porque inscreveu Jesus Cristo como seu co-piloto. O preenchimento de documentações a cada viagem, com informações sobre as horas trabalhadas, o motorista auxiliar e outros detalhes é obrigatório por lei no país.

A empresa para quem Ramiro trabalhava o acusou de “falsificação de documentos” porque apesar de não levar ninguém como motorista auxiliar, ele inseriu o nome “Jesus” no espaço destinado aos co-pilotos.

“Jesus é o meu co-piloto, e essa é a minha crença. Ele é comigo. Jesus é o meu co-piloto, e eu não tenho nenhuma vergonha nisso”, afirmou Ramiro, que reiterou que sempre inseria o nome de Jesus na papelada.

De acordo com informações do Christian Today, Ramiro foi demitido no final de janeiro, e na carta a empresa alegava que o motivo da decisão era o hábito do motorista de “apresentar documentação incompleta e documentos legais falsificados”, pois colocar o Filho de Deus como auxiliar era uma “violação da lei”.

No entanto, Ramiro argumenta que, em todo o tempo que trabalhou pela companhia, nunca foi solicitado pelos patrões que parasse de usar o nome de Jesus nos formulários.

A reação do motorista ao episódio foi convidar outros cristãos que atuam na profissão para seguir seu exemplo: “Encorajo fortemente que você coloque Jesus como seu co-piloto. Vamos tomar uma posição”, incentivou Ramiro, em protesto à sua demissão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Papa Francisco pede a fiéis que orem para que Deus una os cristãos: “O diabo é o pai das divisões”

Papa-francisco-e1424092008160O papa Francisco voltou a falar sobre seu desejo de ver as diferentes tradições cristãs unidas em prol do Evangelho, e disse que as divisões são arquitetadas pelo diabo.

“Nós temos que orar para que o Espírito Santo nos una. Jesus queria a unidade de todos. O diabo é o pai das divisões, sempre divide, sempre faz guerras, faz muito mal”, afirmou o pontífice, de acordo com informações da agência EFE.

Antes de sua nomeação como papa, o cardeal Jorge Mario Bergoglio ficou conhecido em Buenos Aires, capital argentina, por seu bom diálogo com líderes evangélicos. Em alguns eventos, aceitou receber orações de pastores, num gesto simbólico de sua crença de que, apesar das diferenças, os cristãos católicos e evangélicos seguem ao mesmo Deus.

“[No coração de Cristo] se encontra desejo de unidade dos seus discípulos pertencentes a esta sede. O encontramos expresso na oração elevada ao Pai antes da Paixão. Porque nós todos somos um”, acrescentou Francisco.

Adiante, o papa voltou a pedir que os fiéis continuem intercedendo e se comprometendo com “a plena unidade dos discípulos de Cristo, sabendo que Ele está conosco e nos apoia com a força de seu Espírito, e que este objetivo está se aproximando”.

A união de cristãos católicos, protestantes, ortodoxos e coptas, entre outras tradições menores, é um objetivo que o papa frisa constantemente. Há um ano, Francisco gravou uma mensagem em vídeo para um congresso pentecostal nos Estados Unidos, organizado pelo pastor Kenneth Copeland.

Durante os cerca de cinco minutos da mensagem, o Francisco disse que tem fé de que Deus conclua bem o “processo de unificação das Igrejas cristãs”, pois nunca tinha visto Ele “iniciar um milagre que não concluísse bem”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Música, Mundo

Katy Perry diz que conversou com Deus antes de sua apresentação no Super Bowl: “Estou com você”

katy-perry-super-bowlA cantora pop Katy Perry foi a responsável pelo show do intervalo da última edição Super Bowl e disse que recebeu uma mensagem de Deus antes de se apresentar para os torcedores presentes no estádio e os mais de 100 milhões de telespectadores que acompanharam a partida mundo afora.

“Eu me preparei durante um tempo e fiz um monte de oração e meditação”, disse a cantora, que é filha dos pastores Keith e Mary Hudson.

A preparação para sua performance foi feita de maneira intensa, e segundo Katy Perry, teve momentos especiais: “É engraçado, eu estava orando e recebi uma mensagem de Deus, com Ele dizendo: ‘Você pode fazer isso porque estou com você’. E então, quando eu estava em cima do leão (foto), um cara – um cara aleatório – apenas olhou para mim com um fone de ouvido, sem eu nunca ter me comunicado com ele antes, me olhou direto nos olhos e disse: ‘Você pode fazer isso’. E eu senti como se fosse ‘Oh, isso é Deus confirmando que eu posso fazer isso’”, disse a cantora ao E! News.

No dia 01 de fevereiro, horas antes da apresentação no SuperBowl, Katy Perry usou as redes sociais para compartilhar o Salmo 118:24 com seus fãs: “Hoje é o dia que o Senhor fez! Regozijemo-nos e alegremo-nos nele”.

Criada em um lar evangélico, Katy Perry começou sua carreira na música gospel, trocou de nome artístico para seguir no mercado secular e protagonizou diversos bate-bocas com seus pais. Nesse meio tempo, disse que não acreditava mais no Deus do cristianismo, porém entendia que Deus existe e que a oração é um meio de se comunicar com Ele.

Seu pai, pastor Keith Hudson, chegou a dizer que Katy agia como se fosse “filha do diabo”, e que era constantemente questionado sobre como poderia seguir à frente de um ministério se ele havia criado a menina que agora cantava sobre “beijar outras garotas”.

No entanto, às vésperas da apresentação no SuperBowl, o pastor disse que havia se entendido com a filha: “Eu não tenho problema. Ela vai fazer algumas coisas boas, e está animada [sobre sua participação no Super Bowl]”, disse Keith Hudson.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Convertido, Maguila fala sobre sua saúde debilitada: “A luta só para quando a gente morre”

maguilaO ex pugilista Adilson Rodrigues, o Maguila, 56 anos, falou sobre sua luta contra o Alzheimer e a importância que a fé tem em sua caminhada de vida.

A esposa de Maguila, Irani Pinheiro, resolveu falar sobre o estado de saúde do antigo boxeador após meses de sua internação. “Foi o momento que Deus escolheu, e a gente vai abrir isso para todo o público, e mostrar para o povo brasileiro continuar orando, porque essa força vem de Deus e o impossível é para Ele, não é para nós. E eu tenho certeza que Ele vai fazer o melhor”, disse Irani ao programa Domingo Show, da TV Record.

O apresentador Geraldo Luís fez uma homenagem ao ex atleta durante o programa, classificando como um dos “grandes heróis” do esporte brasileiro.

Além do Alzheimer, Maguila sofre com uma doença apelidada de “demência pugilística”, causada pelos incontáveis socos sofridos durante os combates e treinamentos.

Maguila afirmou que a inspiração para continuar lutando contra a doença vem de sua trajetória no esporte: “A luta só para quando a gente morre. Enquanto eu estiver vivo, eu estou lutando. Quero viver muito. Campeão é campeão, eu não paro de lutar”. Assista aqui.

O Evangelho

Sua esposa destacou que tem, ao lado dele, buscado entender os propósitos de Deus: “Cada um tem que passar por uma coisa nessa terra. Sei que o Maguila foi escolhido por Deus, e venceu. Algum sinal Deus está mostrando pra gente através dessa fase que estamos passando”, disse Irani.

A conversão de Maguila aconteceu em 2004, quando o ex pugilista passou a frequentar a Congregação Cristã no Brasil e lá foi batizado. O contato com o Evangelho veio através da esposa.

Numa entrevista concedida em 2011, o ex atleta contou que tinha uma visão preconceituosa da comunidade evangélica. “A primeira pessoa da família a ir em uma igreja evangélica foi minha esposa, isso há muito tempo. Depois foi meu filho Adilson Jr. Eu até nem gostava muito de crente, achava que eles eram muito arrogantes, muito certinhos e cheio de pose, mas um dia fui à igreja, vi, ouvi, fiquei e me batizei. E estou lá até hoje”, disse ao Jornal Palavra.

Na ocasião, disse que busca a Deus e lê a Bíblia Sagrada, mas tenta se manter longe da embriaguez da religião: “Olha não sou fanático. Não quero servir de exemplo para ninguém. Jesus é quem garante a salvação. Ele é quem deve ser o maior exemplo. Eu sou o mesmo Maguilão”.

Em abril do ano passado, a esposa do ex pugilista fez um apelo público pedindo orações pelo estado de saúde do marido, pois seu estado de saúde estava muito debilitado.

Fonte: Gospel +

 

Publicado em Mundo

Ateu, comediante inglês diz que considera Deus “monstruoso e egoísta” por permitir o sofrimento

stephen-frySthephen Fry, ator e comediante inglês, afirmou numa entrevista que, se acreditasse em Deus o consideraria um monstro egoísta.

A declaração polêmica rendeu muitos comentários nas redes sociais em todo o planeta, e teve repercussão inclusive no Brasil.

Fry foi entrevistado no programa Meaning of Life (que pode ser traduzido como “sentido da vida”, da emissora de TV irlandesa RTE One, e foi questionado sobre o que diria a Deus se estivesse diante d’Ele. O comediante foi bastante contundente e despreocupado com as reações da audiência do programa, e disse que O chamaria de “monstruoso”, “egoísta” e “maníaco”.

De acordo com Fry, se Ele tivesse a oportunidade de fazer perguntas a Deus, o questionaria a respeito das dificuldades pelas quais muitas pessoas passam, e que ao ver do ator, não são de responsabilidades da humanidade.

“Como você se atreve a criar um mundo em que há tanta miséria que não é nossa culpa? Não está certo. Você é absolutamente mal. Por que eu deveria respeitar um Deus caprichoso e estúpido que cria um mundo tão cheio de injustiça e dor? Câncer ósseo em crianças? Por que você está fazendo isso?”, disse Sthephen Fry.

O ator, que apesar de não acreditar em Deus atribui a Ele muitas infelicidades presentes no cotidiano das pessoas, afirmou que também questionaria o Criador sobre a razão de problemas diversos.

“Sim, o mundo é esplêndido, mas também tem insetos que se introduzem nos olhos das crianças, tornando-as cegas. Elas comem os olhos de dentro para fora. Por quê? Por que você fez isso com a gente? Você poderia facilmente ter feito uma criação em que isso não existisse. E ainda temos de passar a nossa vida de joelhos agradecendo-lhe? Que tipo de deus faria isso?”, concluiu o ator.

Fonte: Gospel +

 

 

 

Publicado em Mundo

Empresa de seguros cancela apólice de obreira por causa de adesivo evangelístico no carro

Uma obreira teve o seguro de seu carro cancelado porque colocou um adesivo com alusão à sua fé cristã, e resolveu protestar alegando perseguição religiosa.

As frases evangelísticas “Christ for Me”, “Christ Must Be Saviour”, “Christ is My Lord”, colocadas no capô do carro de Wena Parry, 75, obreira da Igreja Congregacional Independente em South Wales, no Reino Unido tornou-se o centro de uma polêmica com a empresa de seguros com quem a idosa mantinha contrato.

Tudo começou quando a empresa enviou uma notificação a ela dizendo que a apólice de seguro havia sido violada, e por isso, seria cancelada.

“A cada oportunidade, quero dizer às pessoas sobre Jesus. Eu acho que pelo menos um milhão de pessoas já leram os textos no meu carro e ninguém teve problemas com ele antes. Mas, pode haver alguém dentro dessa empresa que odeia o cristianismo”, disse Wena Parry.

A seguradora, no entanto, diz que o cancelamento do seguro não se deu porque a frase era religiosa, e sim, porque houve uma modificação no carro que não havia sido comunicada. “A situação não está relacionada com a natureza cristã de seus adesivos”, pontuou o porta-voz da Insurance Age.

Frases evangelísticas motivaram rescisão do seguro
Frases evangelísticas motivaram rescisão do seguro

No entanto, a empresa destacou que teria rejeitado a solicitação de seguro da obreira caso ela tivesse informado que havia um adesivo no carro: “Apesar de todos os proprietários de carros terem o direito de expressão no lugar que quiserem em seus carros, gostaríamos de alertar a todos os motoristas para fecharem seus seguros cientes de quaisquer adesivos aplicados em seus carros”.

De acordo com informações do Christian Post, a obreira agora pretende contratar um novo seguro para seu automóvel, porém não irá deixar de perguntar se o adesivo em seu carro será um empecilho para a contratação do serviço. Se a resposta for positiva, precisará procurar outra empresa.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Pesquisa mostra que a maioria dos judeus israelenses quer estudar e conhecer a Bíblia

judeus-israelenses-estudando-a-bibliaUma nova pesquisa mostra que a maioria dos judeus israelenses, desde os identificados como “seculares” até os “tradicionais”, estão cada vez mais interessados ​​em obter conhecimento e compreensão mais profunda da Bíblia Sagrada.

O levantamento realizado pelo Instituto Motagim a pedido de um portal religioso, revelou que 54% dos judeus israelenses sentem que só tem uma “compreensão básica” da sua fé nacional, e que 57% havia se comprometido a ler a Bíblia ao menos cinco minutos por dia.

De acordo com informações do Israel Today, o governo israelense lançou em 2014 um programa de estudo bíblico com duração de três anos. O Projeto 929, acessível aos cidadãos em todo o país, recebeu esse nome em homenagem à quantidade de capítulos existentes no “Tanakh”, termo usado para se referir ao Velho Testamento.

O site do Projeto 929 permitirá que os visitantes conheçam o capítulo diário em curso, que poderá ser lido ou ouvido em hebraico. “O objetivo óbvio é fazer com que todos os israelenses leiam a Bíblia”, destacou o editorial do Israel Today.

No entanto, a variedade de comentários sobre o tema feitos por celebridades e outros colaboradores tem sido uma fonte de controvérsia entre autoridades religiosas, que temem que o programa faça surgir um maior interesse dos israelenses no cristianismo.

O país já recebe, anualmente, milhões de turistas religiosos que se aventuram pelo território para conhecer o rio Jordão, Jerusalém, a chamada Igreja da Natividade em Belém (que teria sido erguida sob a caverna onde Jesus teria nascido), entre outros pontos de peregrinação cristã.

Além disso, há ainda uma aproximação propiciada pela política internacional, entre países de maioria cristã – como os Estados Unidos – e Israel, o que faz com que, embora os religiosos mais conservadores continuem a desacreditar na mensagem do Evangelho, exista uma relação amistosa entre as duas profissões de fé.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Zé Roberto diz que inspirou seu discurso para motivar jogadores do Palmeiras na Bíblia

ze-roberto-discurso-palmeiras-inspirado-bibliaO jogador Zé Roberto, 40 anos, volante da Sociedade Esportiva Palmeiras, fez um discurso inflamado no último sábado, 31 de janeiro, para contagiar seus colegas de equipe antes da estreia no Campeonato Paulista. A fala do atleta, repercutiu entre os torcedores, e o jogador admitiu que se inspirou na Bíblia para emocionar os outros jogadores.

“Para você ser um líder, não precisa carregar uma braçadeira de capitão no braço. Minha mãe foi sempre a líder da minha casa sem ter meu pai dentro dela […] Me lembrei muito da história de Davi: foi um rei que ganhou muitas batalhas, mas, antes de se tornar rei, estava no pasto apascentando as ovelhas do Pai, esquecido por muitos, e não davam nada para ele”, disse Zé Roberto.

Evangélico, o atleta tem uma longa carreira no futebol, com passagens vitoriosas por grandes equipes, como Real Madrid, Flamengo, Bayern de Munique, Santos e Grêmio. Na entrevista concedida ao canal Sportv, Zé Roberto afirmou que não pretendia que sua preleção aos colegas fosse gravada.

“Se eu soubesse que ia ser gravado ia pedir para apagar a câmera. Eu realmente fiquei meio assustado, não esperava toda essa repercussão, não”, disse o atleta.

No vídeo, Zé Roberto fala sobre a grandeza do Palmeiras, que nos últimos anos vem passando por momentos difíceis, decorrentes de má administração. A certa altura, ele faz os colegas dizerem uns aos outros que “o Palmeiras é grande” e diz que se lembra como era enfrentar o Palmeiras e ouvir a torcida exaltando a dedicação do ex-atacante Edmundo.

Com uma entonação de voz característica de pregadores pentecostais, Zé Roberto diz ainda que pretende ser vencedor durante sua passagem pelo Palmeiras, e que quer ver sua foto no vestiário do clube como campeão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Missões, Mundo

Mensagem de jornalista cristão decapitado pelo Estado Islâmico se torna viral nas redes sociais

kenji-goto-estado-islamicoO jornalista japonês Kenji Goto, morto no último sábado, 31 de janeiro, pelo grupo terrorista Estado Islâmico, teve uma de suas mensagens publicadas no Twitter há pouco mais de quatro anos repercutida nas redes sociais.

O anúncio do assassinato do jornalista, que era mantido refém pelos extremistas muçulmanos, causou enorme comoção no Japão, com pronunciamentos indignados de autoridades, e em todo o mundo. A mãe de Kenji Goto também lamentou a morte do filho em uma emocionada entrevista coletiva.

A mensagem de Kenji Goto que se tornou viral no Twitter pregava paz, e o gesto dos internautas vem sendo entendido como uma homenagem a ele. Cristão, Goto era jornalista freelancer no Oriente Médio, de onde reportava os principais acontecimentos locais para jornais e emissoras japonesas.

Durante o período de convivência com os árabes, Goto disse ter aprendido que alguns sentimentos não são naturais ao ser humano, e que a verdadeira Justiça é divina. “Fechei os olhos e me segurei. Será o fim se eu ficar louco ou gritar. Isso é quase uma oração. O ódio não é para os seres humanos. Julgamento está com Deus. Isso é o que eu aprendi com os meus irmãos e irmãs árabes”, escreveu Goto, em setembro de 2010.


目を閉じて、じっと我慢。怒ったら、怒鳴ったら、終わり。それは祈りに近い。憎むは人の業にあらず、裁きは神の領域。-そう教えてくれたのはアラブの兄弟たちだった。

— 後藤健二 (@kenjigotoip) 7 setembro 2010


A mensagem, originalmente escrita em japonês, foi primeiramente traduzida para o inglês, e depois, para o português. Até agora, são mais de 30 mil compartilhamentos.

Kenji Goto aceitou Jesus Cristo em 1997, segundo informações do Assist News Service. A mensagem do Evangelho, que incentiva o cuidado com o pobre e valoriza os humildes de espírito, estava constantemente presente em seu trabalho.

“As crianças, os pobres e os necessitados. Esses são o maior interesse dele”, afirmou o colega jornalista freelance Toshi Maeda  à CCTV. “Ele só quer atender crianças em áreas de conflito e contar ao resto do mundo sobre o seu sofrimento. Como ele persegue essas histórias, ele acaba em zonas de guerra”, acrescentou.

Em maio, Goto havia publicado um artigo na versão japonesa da revista Cristianismo Hoje, e disse que confiava na proteção divina: “Já vi lugares horríveis e tenho arriscado a minha vida, mas eu sei que de alguma forma, Deus sempre me salvar”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Missões, Mundo

Da prisão, pastor Saeed Abedini escreve carta de agradecimento a Barack Obama: “Deus o abençoe”

(Courtesy of ACLJ)
(Courtesy of ACLJ)

Em uma carta escrita na prisão, o pastor Saeed Abedini agradeceu o presidente Barack Obama por ter visitado sua esposa e filhos e se comprometer em ampliar os esforços para libertá-lo.

Abedini está preso desde 2012 e seu estado de saúde é delicado, após as várias sessões de tortura pelas quais passou assim que foi preso. As autoridades iranianas o acusaram de fazer espionagem internacional, pois o pastor fazia viagens constantes entre os dois países após ter se naturalizado norte-americano.

De acordo com o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ), o pastor destacou que a visita do presidente Obama renovou as forças de sua família: “Pessoalmente me senti encorajado quando você esteve em minha cidade, Boise, em Idaho, e que tomou um tempo para visitar a minha esposa e filhos. Eles têm levado um fardo muito pesado em minha ausência. E sua presença os ajudou a aliviar pouco desse fardo”, disse Abedini na carta.

“Obrigado novamente por defender a minha família, a mim e a milhares de cristãos em todo o mundo que são perseguidos por sua fé em Jesus Cristo. Presidente Obama, você tem as minhas orações de dentro destas paredes. Eu oro para que Deus lhe guie, dê sabedoria e o abençoe, assim como a sua liderança nesta grande nação”, acrescentou o pastor.

Jay Sekulow, presidente do ACLJ, tem acompanhado de perto o caso do pastor Saeed Abedini, e afirmou que os esforços para sua libertação são ininterruptos: “Vamos continuar a trabalhar com a administração de Obama, o Departamento de Estado, as Nações Unidas e os líderes mundiais em direção à liberdade do pastor Saeed”, disse.

Mesmo com o estado de saúde bastante delicado, as autoridades do Irã muitas vezes negam o atendimento médico adequado ao pastor. Na visita a Naghmeh Abedini e seus filhos, Obama disse que o caso agora era uma “prioridade” e que fará o possível para libertar Saeed até o aniversário de seu filho mais novo, Jacob, que acontece em março.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Professor proíbe aluno cristão de ler a Bíblia durante intervalos de aulas e causa polêmica

Loyal Grandstaff. From FOX 4KC.
Loyal Grandstaff. From FOX 4KC.

A perseguição religiosa a cristãos nos Estados Unidos, motivada por um movimento secular/ateísta, ganha novos capítulos diariamente. Dessa vez, o episódio de intolerância envolveu um aluno de apenas 12 anos.

Leal Grandstaff levou sua Bíblia para a escola, e durante um tempo livre entre duas aulas, aproveitou para ler as Escrituras, em silêncio, mas foi proibido por um professor.

“Eu estava lendo porque eu tinha tempo livre. Eu tive tempo para fazer o que eu queria, então eu li. Eu gosto de ler minha Bíblia, porque é um bom livro”, disse o aluno em entrevista a um telejornal da emissora WDAF.

O caso, registrado na cidade de Marshall, estado do Missouri, chamou a atenção pela arbitrariedade do educador, que teve sua identidade preservada. “O professor não queria que eu lesse a Bíblia porque não acredita nela“, disse o jovem Grandstaff.

O pai do estudante considerou injusta a proibição de leitura e afirmou que outros alunos agem de forma inadequada e desrespeitosa, porém não são confrontados.

 “Eu sinto que foi uma violação de sua liberdade de religião, liberdade de expressão, também. Há crianças que permanecem na escola, apesar de serem desrespeitosas com seus professores, crianças que falam palavrões e não lhe dizem nada, praticamente não tem nenhum problema em tudo”, desabafou Justin Grandstaff , o pai do menino.

A direção da Bueker Middle School não se posicionou sobre o assunto. O caso curioso não é inédito nos Estados Unidos. No último mês de abril, funcionários de uma escola primária no Texas iniciaram uma investigação depois que uma professora resolveu proibir que uma aluna do segundo grau a lesse a Bíblia durante os intervalos.

Fonte: Gospel +