Publicado em Brasil, Política

Advogado de Felipe Heiderich nega acusações contra o pastor e diz confiar na Justiça

O pastor Felipe Garcia Heiderich está preso Foto: Reprodução do Facebook
O pastor Felipe Garcia Heiderich está preso Foto: Reprodução do Facebook

Em um comunicado publicado no perfil do pastor Felipe Heiderich no Facebook, seu advogado, Leandro Meuser, afirmou que as acusações de abuso sexual do filho da cantora Bianca Toledo são falsas e as investigações provarão isso.

Em uma crítica velada à postura adotada por Bianca Toledo sobre o episódio, Meuser afirmou que ele e o cliente não irão “em busca da mídia para promover qualquer de nossos interesses”, e que irão centrar forças em “superar essa grave injustiça”.

Veja a íntegra da declaração:

Na qualidade de Advogado de Felipe G. Heiderich Segundo venho a público informar que as acusações formuladas contra Felipe são inteiramente falsas e que a polícia saberá investigar para ao final esclarecer a verdade.

Informamos ainda que não iremos em busca da mídia para promover qualquer de nossos interesses, iremos sim provar a inocência de Felipe nos autos do inquérito policial, confiando no trabalho da Policia e da Justiça!

Orem por Felipe para que ele tenha forças para superar essa grave injustiça, e peçam a Deus que ele faça apenas JUSTIÇA, nada mais!

Dr Leandro Meuser, advogado.

“Era o amor da minha vida”

Bianca Toledo afirmou, em sua página no Facebook, que tem sofrido com as descobertas nos últimos dias: “Meu coração está sustentado pelo Espírito Santo de Deus! Felipe era o amor da minha vida. E agora sei que amei um personagem. Estamos vivendo os últimos dias e não há prova maior que essa”, afirmou.

Ela agradeceu o posicionamento do senador Magno Malta (PR-ES) no plenário do Senado de forma indignada: “Como amigo da minha família [ele] sabe de detalhes tristes e trágicos além de acesso as provas como base de sua indignação […] Que Deus te use senador Magno Malta para trazer justiça dos céus através das leis da terra”, disse.

Fonte: Gospel +

Anúncios
Publicado em Brasil, Cotidiano

Bianca Toledo vira alvo de críticas por novo divórcio e exposição de problemas nas redes sociais

bianca-toledo-e-felipe-heiderich2O lamentável caso de abuso sexual do filho da cantora Bianca Toledo, de apenas cinco anos de idade, resultou na prisão preventiva do pastor Felipe Heiderich e em sua suposta confissão de homossexualidade, mas também gerou a manifestação de milhares de opiniões sobre o caso nas redes sociais.

Pessoas sem contato próximo com a família e que tiveram acesso ao que foi trazido à tona por Bianca Toledo em seu vídeo e/ou texto publicado em sua página no Facebook manifestaram opiniões diversas, expressando apoio e críticas.

“Bianca Toledo tem meu respeito em denunciar um crime tão bárbaro quanto a pedofilia. Vamos orar por essa mulher de Deus. O senhor está fazendo uma limpa em nosso meio… Quem tem ouvidos ouça, se arrependa, peça perdão e não repita o erro. Deus é fiel e justo para nos perdoar. Mas, continuar no erro é suicídio espiritual”, comentou a psicóloga Marisa Lobo (PSC-PR).

Em resposta ao comentário de Lobo, diversos usuários se manifestaram, seguindo a mesma linha ou se opondo parcial ou completamente à forma como a cantora lidou com o caso: “Muito triste tudo isso, acho que tudo essa exposição foi desnecessária, mas que Deus tome a frente e a ajude a superar isso tudo”, escreveu uma usuária.

Em contrapartida, houve quem pedisse a graça do Senhor sobre Bianca e seu filho, José Vitório, para vencerem tal adversidade: “Que o bálsamo do Senhor seja derramado sobre vocês!”.

O blogueiro Wagner Lemos usou as redes sociais para comentar o vídeo em que Bianca denuncia o agora ex-marido: “Que Deus é esse que manda se separar, manda se casar [e] manda se separar de novo? Aí a mulher guarda isso por um mês e depois vai para as redes sociais toda maquiada para expor assim?”, criticou, referindo-se ao fato de que Bianca o denunciou no dia 22 de junho e só revelou os fatos no dia 05 de julho, após Felipe Heiderich ter sido preso.

“Bianca, você nunca me enganou com essa voz mansa… basta ter um mínimo de senso crítico e pesquisar. Simples assim! Mas de qualquer forma, que Deus te dê força e sabedoria para lidar com toda essa situação. Espero que não seja mais um assunto para livros, DVDs, pregações e turnês”, acrescentou.

O diretor do portal Gospel Prime, Neto Gregório, chamou atenção para o fato de que antes do escândalo vir à tona, Bianca Toledo e Felipe Heiderich faziam palestras de aconselhamentos sobre relacionamentos: “Numa igreja que se preze, esta mulher nunca mais subiria no púlpito”, afirmou.

Questionado por seus seguidores nas redes sociais sobre os motivos para adotar esse ponto de vista, afirmou que Bianca Toledo “desgraçou a vida do primeiro, agora tá desgraçando a vida do segundo”, e acrescentou: “Se é verdade que o cara é gay e pedófilo, como ela acusa, pra que anunciar isso pro mundo? Para justificar a separação e sair como vítima mais uma vez? O que uma mulher com dois ex-maridos vivos vai fazer em cima de um púlpito?”.

Por fim, completou a contextualização de sua opinião afirmando que Felipe Heiderich não teve oportunidade de se posicionar sobre os problemas conjugais que ela tornou públicos: “No casamento não se coloca só culpa num lado, ainda mais quando o outro não tem oportunidade de falar nada. Não creio que ela seja mais ‘exemplo dos fiéis’ para estar em cima de um púlpito ensinando sobre casamento, como ela fazia com o Felipe”.

Contrapondo a opinião de Gregório, um de seus seguidores nas redes sociais seguiu linha inversa: “O fato dela ter dois ex-maridos vivos não significa muito, o que importa é o que ela fará daqui para frente, como será sua vida como cristã, seu dia a dia, seu exemplo. E em especial para este caso, como se desenhou, é até estranho seu foco estar nela se separar pela segunda vez. O fato mais grave aí é o crime cometido contra um pequenino, crime este que deixa marcas para o resto da vida”, pontuou.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Música

No Facebook, Damares anuncia que está grávida de seu primeiro filho

A cantora pentecostal Damares anunciou aos seus seguidores que está grávida de seu primeiro filho. A gestação está próxima de completar três meses.

O anúncio foi feito pela cantora em um show no Maranhão, e o público presente no evento vibrou com a notícia. Posteriormente, Damares publicou o vídeo desse momento em sua página no Facebook, e até o fechamento dessa matéria, já somava 445 mil visualizações e mais de 3 mil compartilhamentos.

“[Vou] aproveitar que meu esposo está ali me filmando agora… Quero dar uma notícia especial para vocês […] Deus nos surpreendeu e há um mês e meio atrás, eu descobri que estou grávida! Eu achei que estava de um mês, um mês e pouquinho, aí eu fui no médico e fiz um ultrassom essa semana. Já estou com quase três meses!”, contou Damares.

Veja:

Livramento

A cantora e o marido, pastor Aldori de Oliveira, foram abençoados com um livramento há pouco mais de um ano, quando sofreram um grave acidente de trânsito na viagem de volta de uma das apresentações de Damares.

No acidente, o carro em que Damares e o pastor Aldori viajavam capotou por três vezes antes de parar à beira de um barranco. “Foi um acidente muito grave! Nem era para a gente estar aqui, para eu estar aqui, falando com todos vocês. Mas Deus nos deu a vida de volta, nascemos de novo”, disse a cantora à época.

Damares revelou que sua reação no momento do acidente foi de clamor: “Me lembro que na hora do acidente, eu só gritava o nome Jesus e o carro parou. Jesus veio em milagre, veio com o socorro naquela hora. Eu só tenho agradecer a Deus pelo livramento”, resumiu.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Sem categoria

Bianca Toledo se separa e acusa marido de ser gay e pedófilo

bianca-toledo-e-felipe-heiderichA pastora Bianca Toledo, famosa pela sua experiência de ressurreição, anunciou pelas redes sociais que está se separando do marido, o pastor Felipe Heiderich. Num vídeo em que explica o caso, ela desabafa, afirmando que ele está envolvido com homossexualidade e com pedofilia. O material foi visto mais de 3 milhões de vezes nas primeiras 24 horas e agitou as redes sociais na noite desta terça (6).

Segundo ela, Felipe fez uma tentativa de suicídio após confessar tudo. Ela levou o caso à justiça e ele agora se encontra acautelado em uma clínica psiquiátrica, diagnosticado com psicose maníaco depressiva, neurose grave e síndrome de múltiplas personalidades. Nos últimos dias, a missionária postou três vídeos, onde relata tudo o que aconteceu com o casal.

No mais recente, postado nesta terça-feira (5), esclarece que está aguardando “a justiça do Céu e a justiça dos homens”. Afirma que, como mãe de filho pequeno, está passando por um dos piores momentos de sua vida. Bianca explica que está sofrendo muito e que o senador Magno Malta, que acompanha a situação iria se pronunciar.

“Eu fui enganada”, afirmou ela, visivelmente emocionada. Explicou aos seus seguidores que continuará levando a palavra de Deus e pediu orações.

Embora não tenha dado maiores detalhes sobre a separação, na descrição do vídeo afirma: “A anulação do casamento foi aceita como legitima diante das provas apresentadas ao juiz e o pedido de prisão foi feito mediante comprovação suficiente”.

Para Bianca, “a teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude. Me enganou e enganou a todos. É triste, mas é a verdade”. Ela explicou ainda que o pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público “mediante uma série de provas contundentes”. A pastora, que liderava com Felipe a igreja AME sublinha que “Deus me disse que traria tudo a tona para temor da igreja diante do engano que assola os últimos dias”. Finalizou com uma alerta:”O Senhor, que é justo, continuará dando lucidez a justiça dos homens pra estabelecer a Sua justiça. De Deus não se zomba com o altar não se brinca”.

Doença e divórcio

Em outubro de 2010, quando estava grávida de José Vitório, o intestino de Bianca se rompeu. O bebê nasceu prematuro, mas ela ficou 52 dias em coma. Passou quatro meses internada, precisando passar por 300 transfusões de sangue, dez cirurgias de abdômen e teve falência de órgãos. Clinicamente ela não tinha esperanças e foi declarada morta pelos médicos. Contudo, vivenciou um milagre. Quando voltou à vida, contou que teve um encontro sobrenatural com Deus.

A missionária conta que teve essa experiência para que pudesse anunciar ao mundo que os milagres são reais. A partir de então, passou a se dedicar a um ministério que hoje é conhecido internacionalmente. Além de cantar e pregar, ela possui o dom de cura. Já escreveu vários livros e gravou DVDs sempre com uma mensagem de fé no sobrenatural.

Porém, durante sua batalha para recuperar-se totalmente do quadro grave que a acometeu, foi abandonado pelo primeiro esposo, Renato Pimentel. Ele a acusava de traição e ela afirma ter provas do abandono que sofreu e que seus pastores na época testemunharam que ela tentou preservar o casamento até que o seu primeiro ex-esposo pediu o divórcio.

Fonte: Gospel Prime

 

Publicado em Brasil, Música

Eyshila relembra nascimento de Matheus Oliveira na data de seu aniversário: “Dor insuportável”

eyshila-matheus-oliveiraA cantora Eyshila publicou uma foto ao lado de seu filho, Matheus, que faleceu no último dia 14 de junho, para relembrar a data de seu nascimento: 04 de julho de 1998, e disse que a dor que sente por sua partida é “invisível e insuportável”.

Matheus Oliveira faleceu aos 17 anos vítima de uma meningite viral, após 14 dias internado em um hospital do Rio de Janeiro (RJ).

Eyshila revelou detalhes do nascimento de Matheus, que se apressou em três dias para vir ao mundo, e da emoção que sentiu ao dá-lo à luz.

Confira o texto publicado pela cantora:

Dia 4 de Julho de 1998 nascia o meu primogênito, Matheus Oliveira Santos. O parto estava marcado para o dia 7, porém ele decidiu nascer um pouco antes. Foi um misto de dor e emoção. O parto, que seria uma cesariana, acabou sendo normal, e foi uma experiência dolorosa, porém surpreendentemente maravilhosa.

No dia 1 de Junho de 2016 Matheus adoeceu, e no dia 14 ele partiu para Deus. Descobrimos um nível muito mais elevado de dor: a dor da alma. Ela é invisível, porém insuportável. Ela sangra, mas a hemorragia não pode ser estancada por médicos mortais. Só o Espírito Santo tem o poder de curar essa dor. Não existe treinamento pra morte. Primeiro fazemos a prova, depois aprendemos a lidar com ela. Até o dia em que, definitivamente, ela será vencida e estaremos eternamente nos braços de Deus. Matheus não morreu, ele foi curado pra sempre. Agora o pecado não pode mais lhe tocar. E como mãe, eu quero agradecer ao Senhor pelo privilégio de ter sido escolhida pra cuidar dessa herança tão preciosa, por quase dezoito anos.

Obrigada, Senhor! Valeu a pena!

Meu filho não morreu! Ele é eterno, assim como é eterno o Deus que o formou. Assim como a dor do meu parto foi abreviada, eu profetizo que a dor do meu luto também será. Nenhuma dor é eterna. A vida sim, essa é eterna porque Jesus morreu e ressuscitou pra conquistar a eternidade das nossas vidas e a brevidade da nossa dor. Essa foto é um retrato da eternidade! “Porque lá no céu toda hora é hora de ser feliz.”  #Deusnocontrole #Jesusvive #Matheus1998-2016

Fonte: Gospel +

 

Publicado em Brasil

Viúva do missionário David Miranda, Ereni, é anunciada como nova presidente da Deus é Amor

EreniA viúva do missionário David Miranda, Ereni Miranda, será a nova presidente da denominação pentecostal fundada pelo marido, que faleceu há uma semana, sábado, dia 21 de fevereiro.

Em uma curta nota em sua página no Facebook, a denominação informou que a irmã Ereni Oliveira de Miranda é a “nova presidente das Igrejas Pentecostal Deus é Amor”.

A rápida escolha para a sucessão do missionário contrariou os prognósticos da maioria dos fiéis, que acreditavam que o pastor David Miranda Filho, primogênito do casal, seria o novo presidente da denominação.

No entanto, a escolha pode sinalizar que a opção pela viúva do missionário foi uma estratégia da direção da denominação para evitar uma divisão na igreja, já que havia a expectativa de que outro nome forte entre os principais pastores da Deus é Amor se candidataria ao cargo.

Para o pesquisador Johnny Bernardo, há que se destacar “o autoritarismo” com que a denominação foi conduzida desde sua fundação pelo missionário David Miranda, e também o fato de que apesar de, em sua liturgia, a Deus é Amor não reconhecer a possibilidade das mulheres serem ordenadas pastoras, diaconisas ou presbíteras, a direção da igreja ter eleito Ereni como presidente.

 “De conselheira mundial, Ereni Miranda torna-se a primeira presidente da IPDA. A informação –  divulgada por meio de uma breve nota em uma página secundária da Igreja no Facebook, na tarde de hoje (27) – deixa em aberto a forma pela a qual Ereni foi conduzida a ocupar o cargo deixado vago com a morte de seu marido […] O portal da IPDA não havia divulgado qualquer informação sobre o procedimento de escolha de Ereni Miranda”, observou Bernardo em sua coluna no Gospel+.

O pesquisador destaca que a escolha de Ereni, mesmo sem um cargo eclesiástico nos moldes tradicionais, marca um momento histórico para as denominações pentecostais brasileiras: “Apesar de não confirmado o prognóstico inicial – da possibilidade da eleição do filho mais velho de David Miranda -, a escolha de Ereni Miranda como a segunda presidente mundial da Igreja Pentecostal Deus é Amor possui um forte valor emblemático. Primeiro, porque é a primeira mulher a assumir a presidência de uma igreja pentecostal brasileira, rompendo com uma tradição de 105 anos de predominância masculina […] Segundo, que a predominância da família Miranda na direção mundial da Deus é Amor continua intacta, mas com mudanças a médio e longo prazo”, concluiu.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Evento, Política

Insatisfação aumenta e 1 milhão confirmam presença em manifestações por impeachment de Dilma

dilma-rousseffA insatisfação dos brasileiros com sua presidente começa a ganhar contornos mais definidos nesse começo de 2015, quando a popularidade de Dilma Rousseff (PT) despencou, poucos meses após sua apertada reeleição.

Um protesto que pede o impeachment de Dilma, marcado para o próximo dia 15 de março, ganha força nas redes sociais, e de acordo com um levantamento feito por uma consultoria, 1 milhão de usuários do Facebook confirmou presença nos eventos que acontecerão, nessa data, em diversas cidades do Brasil.

A empresa Bites conseguiu identificar 37 manifestações pela remoção da presidente agendadas na rede social para o dia 15 de março, de acordo com informações do jornalista Felipe Patury.

“Cinquenta dias depois de começar o segundo mandato, a  presidente Dilma Rousseff enfrenta uma onda pró-impeachment na internet. A consultoria Bites encontrou no Facebook 37 manifestações pela interrupção do mandato de Dilma, todas marcadas para o fatídico 15 de março. Mais de 1 milhão de pessoas confirmaram presença. A Bites checou seus perfis para evitar dupla contagem”, escreveu o jornalista em sua coluna no site da revista Época.

O pedido popular pelo impeachment de Dilma Rousseff é motivado pela descrença de que a presidente não tinha conhecimento dos casos de corrupção na Petrobrás, já considerado o maior escândalo da história do país se for levado em consideração o montante desviado dos cofres da empresa para financiar projetos políticos do PT e seus aliados.

A mesma empresa fez um levantamento da quantidade de publicações no Twitter que contém a palavra impeachment associada ao nome da presidente. A descoberta causa espanto: somente nos primeiros 20 dias de fevereiro o tema se repetiu 97 mil vezes.

Uma petição pelo impeachment no site da Avaaz, entidade que se dedica à divulgação de petições públicas, conta mais de 2 milhões de assinaturas.

No começo deste mês, pesquisas realizadas junto ao eleitorado demonstraram que os brasileiros consideram a presidente mentirosa e desonesta, com 44% desaprovando sua administração. O Instituto Paraná Pesquisas averiguou que se o segundo turno da eleição presidencial tivesse acontecido em janeiro, Dilma não seria reeleita.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Pastores, cantores gospel e milhares de fiéis prestam últimas homenagens a David Miranda

velorio-david-mirandaO velório do corpo do missionário David Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, atraiu milhares de fiéis à Sede Mundial da denominação em São Paulo.

O líder da Deus é Amor faleceu no final da noite de sábado, 21 de fevereiro, vítima de um infarto. David Martins Miranda, 79 anos, deixou a mulher, Ereni Miranda, e quatro filhos: David, Débora, Leia e Daniel.

A notícia da morte do líder evangélico repercutiu em todos os principais jornais e emissoras de televisão, recebendo destaque nas redes sociais, onde fiéis da denominação e de outras igrejas comentaram o passamento. O velório se estenderá até amanhã, 24 de fevereiro, quando o corpo será sepultado no cemitério Jardim do Horto, na zona norte da capital paulista.

O apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, comentou o falecimento durante um culto que era transmitido ao vivo pela televisão: “Minha alma ficou um pouco triste, porque quem conhece a minha história e história deste ministério sabe que há lideres, não são muitos, mas poucos que me perseguem em vez de apoiar. Esse aí [David Miranda] jamais fez alguma coisa que me pudesse prejudicar, atrapalhar o meu ministério […] Que Deus abençoe a família, as ovelhas do missionário David Miranda, o grande homem de Deus que esse país conheceu. Que Deus abençoe vocês e console vocês”, disse Santiago.

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), usou as redes sociais para lamentar a morte de Miranda: “Fui informado que passou para o Senhor o Missionário Davi Miranda líder da Igreja Pentecostal Deus é Amor. Que Deus o receba em seus braços e conforte toda a sua casa bem como os membros desta santa e abençoada igreja”, escreveu no Twitter.

“Recebi a notícia do falecimento do missionário Davi Miranda. Para mim, sempre foi um santo homem de Deus. Apesar de não conhecer pessoalmente, mas muitas madrugadas acompanhava suas orações e orava em conjunto pelo rádio. Um grande ganhador de almas para Jesus. Apaixonado pela obra missionária. Na sua simplicidade, Deus usou muito para cura divina e dons espirituais. Descanse em paz Guerreiro. Nos veremos no Céu. Hoje a Terra ficou mais pobre. Transmito em nome da AD MADUREIRA nossos sinceros pêsames à família e a Igreja”, disse o pastor Abner Ferreira, em uma postagem no Instagram.

A cantora Fernanda Brum também lamentou a morte do fundador da Deus é Amor e contou que sua conversão ao Evangelho se deu através da denominação: “Hoje Deus chamou o missionário Davi Miranda… Uma geração foi despertada por ele… Conhecemos a maneira durona que ele sempre levou seu ministério… Pioneiro no rádio… nas cruzadas de milagres… Foi a primeira porta que eu entrei quando vim do mundo… No ano de 92 presenciei muitos milagres lá na Rua da Conceição, no Rio de Janeiro… Eu pegava o trem em Rocha Miranda e depois andava sozinha da Central do Brasil até a Igreja… Passava o dia todo lá comendo pastel de queijo com Fanta laranja… Quero glorificar a Deus por essa porta, porque ela estava aberta quando eu mais precisei… Quero glorificar a Deus porque tínhamos o rádio transmitindo oração de dia e de noite… O carinho da família Brum a toda a família Miranda”, escreveu a cantora.

Outros líderes evangélicos também manifestaram o pesar pela morte do missionário, como por exemplo, o pastor Jabes de Alencar, a psicóloga Marisa Lobo, a cantora Célia Sakamoto, os pastores Samuel Ferreira, Josué Brandão, entre outros.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Morre o missionário David Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor

missionario-david-mirandaO missionário David Miranda, 79 anos, faleceu na noite de ontem em São Paulo, vítima de um infarto.

Fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, David Martins Miranda era conhecido por sua maneira peculiar de pregar e pela defesa constante das doutrinas ultraconservadoras que são ensinadas na denominação.

A informação da morte de David Miranda foi divulgada pela rede de rádios da Deus é Amor, e confirmada pela filha do missionário, Débora Miranda, em sua página no Facebook. “Um homem guerreiro, lutador, foi recolhido ao paraíso de Deus. Descansa no Senhor. Meu paizinho, te amarei para sempre”, escreveu.

Curiosamente, David Miranda era um crítico do uso das redes sociais, e chegou a dizer aos fiéis de sua denominação, durante uma pregação transmitida para países da América Latina que o “Twitter e o Facebook são do diabo”.

Há pouco mais de um ano, Miranda usou um tom de ameaça para falar com os fiéis que estavam abandonando a Igreja Deus é Amor: “Eu quero falar, para aqueles irmãos e irmãs que eram da Igreja Deus é Amor, e aceitaram Jesus, o divino Espírito Santo está me revelando: vocês que foram para outra igreja, estão doentes, enfermos… Vocês vão morrer. Prepara para encontrar com a morte. Quem está dizendo é o Espírito Santo, porque você prometeu que nunca deixaria a Igreja Deus é Amor. A Bíblia diz que é melhor não prometer, do que prometermos e não cumprirmos”, disse o líder pentecostal.

A Igreja Pentecostal Deus é Amor foi fundada em junho de 1962, e atualmente possui mais de onze mil templos espalhados pelo Brasil e outros 136 países. Sua Sede Mundial, no bairro do Glicério, em São Paulo, foi inaugurada em 2004, com capacidade para 60 mil pessoas.

O velório de David Miranda está sendo realizado no templo, desde as 08h00 da manhã deste domingo, 22 de fevereiro, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cinema, Cotidiano, Filmes, Literatura

Fiéis da Assembleia de Deus protestam contra “50 Tons de Cinza”: “Esse filme vai destruir muitos jovens”

evangelicos-protestam-contra-50-tons-de-cinzaDefinitivamente os evangélicos não permitiram que o filme “50 Tons de Cinza” passasse em branco e alimentaram a polêmica em torno do longa-metragem baseado no best-seller homônimo.

Na última segunda-feira, 16 de fevereiro, aproximadamente 200 fiéis da Assembleia de Deus protestaram contra o filme em Erechim (RS). A ideia dos organizadores era se manifestar contra o sadomasoquismo presente na história erótica da franquia.

“Eu não acho que é saudável como o filme apresenta uma mulher depois da relação, jogada no chão sangrando de machucada. Fica aqui então nossa crítica através da nossa visão de sexualidade. Acho que esse filme vai destruir muitos jovens”, disse o pastor Geraldino Junior, um dos responsáveis pelo protesto.

A ideia de marchar em protesto contra o filme surgiu durante um congresso de jovens realizado nos dias anteriores. Durante o evento, o tema discutido foi “sexualidade saudável, pureza e romance”, segundo informações do G1.

Motivados pelas ideias trocadas durante o evento, os jovens evangélicos se propuseram a confeccionar cartazes e caminhar pelas ruas da cidade gaúcha anunciando Jesus e criticando o filme soft-porn.

Polêmicas e piada

Os livros que deram origem ao filme venderam mais de 100 milhões de cópias ao redor do mundo. Há expectativa de que “50 Tons de Cinza” se torne o filme de maior bilheteria da história, muito por conta da repercussão que está causando.

No Brasil, a maior polêmica envolvendo as críticas de um líder religioso envolveu o bispo Edir Macedo, que publicou em seu blog um artigo que classifica o filme como uma “perversão demoníaca.

O humorista e apresentador Rafinha Bastos aproveitou o episódio para fazer piada com o caso: “O bispo Edir Macedo falou que ’50 Tons de Cinza’ é um filme do demo. Ele pode até estar certo, mas se você quer ver o capeta, não precisa ir até o cinema… é só ligar a TV”, escreveu em sua página no Facebook, fazendo referência à já conhecida tradição da Igreja Universal do Reino de Deus em mostrar exorcismos em seus programas.

Fonte: Gospel +

Publicado em Missões, Mundo

Pastor Franklin Graham lamenta morte dos 21 cristãos e diz que Estado Islâmico se curvará a Jesus

estado-islamico1As barbáries promovidas pelo Estado Islâmico e as ameaças de perseguir e matar cristãos em todo o mundo tem atraído as atenções de autoridades, jornalistas e lideranças religiosas, que repudiam a violência e tentam encontrar meios de reagir.

O pastor Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham, usou sua página no Facebook para lamentar a postura dos líderes muçulmanos, que ficaram em silêncio sobre a decapitação dos 21 cristãos coptas egípcios.

“A tempestade está vindo”, disse Graham, fazendo referência ao aviso do Estado Islâmico sobre a perseguição. “Você pode imaginar o clamor se 21 muçulmanos fossem degolados por cristãos? Onde está a condenação universal por líderes muçulmanos de todo o mundo?”, questionou.

Para o pastor, “é melhor tomar a sério esse aviso de que esses atos de terror irão se espalhar por toda a Europa e os Estados Unidos. Se isso lhe diz respeito, como diz a mim, compartilhe isso”, escreveu.

Segundo Franklin Graham, a violência do extremismo muçulmano não deveria causar espanto: “O mal do Estado Islâmico realmente não deveria chocar-nos, pois está totalmente de acordo com sua agenda de apressar um apocalipse final”.

A referência às revelações de João no Apocalipse não parou nisso, e o pastor disse que uma “batalha final” acontecerá e marcará a “derrota de Satanás e todos os aliados dele”, e acrescentou: “Uma coisa é certa – um dia todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai”.

O assassinato dos 21 cristãos egípcios gerou comoção e provocou reações, com as Forças Armadas do Egito bombardeando as instalações do Estado Islâmico na Líbia, em parceria com os militares do país vizinho.

A Itália, que fica ao norte da Líbia, também se manifestou e propôs liderar uma coalizão internacional contra os terroristas. O Exército do país já reuniu tropas para enviar ao território líbio.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Rafinha Bastos faz piada sobre crítica de Edir Macedo a “50 Tons de Cinza”: “Pra ver o capeta é só ligar a TV”

rafinha-bastosO humorista e apresentador Rafinha Bastos fez piada sobre a crítica do bispo Edir Macedo ao filme “50 Tons de Cinza”, que estreou nos cinemas na última quinta-feira, 12 de fevereiro.

O longa-metragem, baseado no livro best-seller homônimo, é considerado um soft-porn e tem classificação indicativa para maiores de 16 anos.

Em seu blog, Edir Macedo publicou um artigo com amplas críticas ao conteúdo do filme, que seria uma apologia à violência sexual contra mulheres inspirada por “demônios da perversão”.

Rafinha Bastos, conhecido por seu humor ácido, brincou com a escolha de palavras do texto publicado pelo líder da Igreja Universal do Reino de Deus: “O bispo Edir Macedo falou que ’50 Tons de Cinza’ é um filme do demo. Ele pode até estar certo, mas se você quer ver o capeta, não precisa ir até o cinema… é só ligar a TV”, escreveu o humorista, se aproveitando da já conhecida tradição da denominação em mostrar exorcismos em seus programas.

A publicação no Facebook trazia ainda um vídeo de 2010 com piadas do humorista sobre o fato de as igrejas neopentecostais terem ocupado a maior parte da grade das emissoras de TV aberta nas madrugadas.

O texto publicado por Macedo e que rendeu piadas de Rafinha Bastos diz que o livro “50 Tons de Cinza” descreve “momentos ‘picantes’ em detalhes, arrastando seus leitores para um tipo de inferno emocional. Depois de tais episódios sexuais, a mulher é deixada sangrando e tão machucada que mal consegue se mexer”.

De acordo com informações do G1, bombeiros de Londres, na Inglaterra, relataram um aumento de acidentes sexuais após a estreia do filme, e lançaram uma campanha chamada “50 Tons de Vermelho”, alertando sobre os riscos de se machucar ao inventar estripulias sexuais. Entre os casos mais bizarros registrados, estão pessoas que prenderam o pênis em torradeiras, aspiradores de pó e garrafas PET.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Música, Política

André Valadão grava música em apoio a Aécio Neves

andre valadãoO vídeo com vários cantores brasileiros foi postado no Facebook do candidato tucano.

O cantor André Valadão participou de um vídeo em apoio ao candidato à Presidência do Brasil Aécio Neves (PSDB). O evangélico gravou ao lado de grandes nomes da música brasileira como Sandra de Sá, Zezé Di Camargo, César Menotti e Fabiano e outros.

Juntos eles cantaram a versão da música “Festa”, gravada por Ivete Sangalo, mas com uma letra que fala sobre o Brasil mudar com a eleição do candidato tucano. “Agora é Aécio, vamos lá, é o Brasil inteiro querendo mudar”, diz o refrão.

No último dia 15 de dezembro o cantor escreveu um texto em sua página do Facebook criticando o governo de Dilma Rousseff, falando sobre o assistencialismo oferecido pelo Partido dos Trabalhadores, além de citar a corrupção. O pastor da Igreja Batista da Lagoinha também mencionou as mentiras que o partido tem inventando para impedir que os eleitores escolham o candidato do PSDB.

“As mentiras do PT, o número de ações corruptas e a ilusão de um Brasil que não existe fazem deles os maiores mentirosos da história da política nacional.”

Valadão também comentou que os planos sociais devem levar a sociedade a ganhar seu próprio sustento no lugar de continuar vivendo da renda oferecida pelos programas como o Bolsa Família.

“Um plano de ajuda social deve levar a sociedade a evoluir e não a estagnação. Deve levar o indivíduo à dignidade e ao trabalho e não a buscas de benefícios inconseqüentes e impagáveis.
PT vai perder esta eleição, e muito trabalho #Aecio45 ainda terá por estar herdando uma política social e econômica tão corrupta e inconsequente. Acredito que Deus está despertando nossa nação! Fora Dilma e fora PT com suas mentiras”.

Fonte: Gospel Prime

Publicado em Brasil, Política, Televisão

Apoiado por lideranças evangélicas, Aécio Neves não mostrará pastores na TV, diz jornalista

Tucano garante assumir segundo lugar isolado nas pesquisas de opinião em 20 dias (Foto: Dida Sampaio/AE)
Tucano garante assumir segundo lugar isolado nas pesquisas de opinião em 20 dias (Foto: Dida Sampaio/AE)

 O candidato a presidente da República Aécio Neves (PSDB) decidiu que não usará a imagem de líderes religiosos em sua campanha. A postura do senador mineiro é oposta à do colega tucano José Serra, que em 2010 exibiu vídeos de pastores em sua campanha.

A estratégia do ex-governador de Minas Gerais é evitar que seja acusado de ceder a pressão de religiosos, e contar apenas com a propaganda negativa que estes líderes farão contra Dilma Rousseff (PT).

“O apoio das lideranças evangélicas será tratado por Aécio de modo diferente do que foi por José Serra. Em 2010, Serra usou algumas dessas lideranças em seu programa de TV. Aécio não fará isso. Acha que se os religiosos espalharem propaganda negativa de Dilma Rousseff para os seus fieis já estará de bom tamanho”, informou o jornalista Lauro Jardim, colunista da revista Veja.

A postura do candidato tucano tem se mostrado eficiente, pois o pastor Silas Malafaia usou seu canal no YouTube para divulgar um vídeo com “cinco motivos para não votar em Dilma”, tecendo severas críticas à candidata à reeleição e sua política econômica, dentre outros pontos.

Aécio tem o apoio de diversas lideranças evangélicas, como os pastores assembleianos Marco Feliciano (PSC) e Everaldo Pereira (PSC); o apóstolo Valdemiro Santiago; a pastora Valnice Milhomens (que apoiou Marina Silva no primeiro turno); e o reverendo Augustus Nicodemus Lopes.

O respeitado teólogo presbiteriano recentemente declarou seu apoio ao tucano em sua página no Facebook: “De repente começo a ter esperança de que o governo do PT pode acabar mesmo. Como cristão, estou pronto a viver debaixo de qualquer tipo de governante, do imperador romano ao ditador ateu. Mas se houver a possibilidade de um governo menos corrupto e um Estado menos aparelhado, é nessa que eu vou”, escreveu Lopes.

Recentemente, Marina – que é missionária da Assembleia de Deus – também declarou seu apoio à Aécio Neves e afirmou que o país precisa de “mudança”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano, Política

Facebook suspende página de campanha da psicóloga Marisa Lobo, candidata a deputada federal

marisa-loboA psicóloga e candidata à deputada federal pelo PSC/PR Marisa Lobo teve sua página de campanha no Facebook suspensa por cinco dias durante a última semana. De acordo com o Facebook, a punição foi motivada pela publicação da foto de uma moça grávida que aparece com a frase “eu sou a favor do aborto” pintada na barriga.

Porém, a candidata afirma que a foto não foi postada originalmente em sua página, tendo sido registrada numa “Marcha das Vadias” e amplamente divulgada pela imprensa e, inclusive, na própria rede social.

Ao postar a foto, acompanhada de um comentário contra o aborto, a página de Marisa Lobo, que integra o movimento “Brasil sem Aborto”, teve mais de três mil compartilhamentos em apenas 2 horas. Pouco depois, a página foi tirada do ar.

Para a psicóloga, a punição denota a existência de um lobby pró-aborto do país. Segundo Marisa Lobo, denúncias mais graves, como sobre casos de pedofilia, já foram publicadas em sua página e jamais geraram qualquer tipo de punição por parte da rede social.

– Esta punição serviu para comprovar que existe um grande lobby em favor da ampliação da prática do aborto no país – declarou Marisa Lobo, afirmando que só depois de cobrar diariamente e ameaçar o Facebook de processo que teve sua página restaurada.

Marisa Lobo afirma que, desde o inicio de sua campanha política, tem enfrentado toda a sorte de perseguição de ativistas contrários a sua pauta. Ela relata que no início de agosto registrou três denúncias no Núcleo de Combate aos Cibercrimes em Curitiba, e que no Dia do Psicólogo, recebeu mais de dois mil xingamentos e ameaças pela internet.

– Nessa campanha destacamos os princípios e valores da família brasileira e viemos mostrar que no Brasil temos vontade política para defender a vida e isso tem incomodado muita gente – desabafou Marisa, afirmando que, como coordenadora nacional do movimento Maconha Não, desde 2008, tem também “denunciado todas as tentativas de legalização das drogas no Brasil, contrariando interesses de grandes indústrias e dos defensores das drogas”.

– Nossa candidatura é contra a ideologia de gênero, legalização das drogas, liberação da prática do aborto, sexualização de crianças – através da distribuição de livros e cartilhas patrocinadas pelo MEC, redução da maioridade considerada como estupro de 14 para 12 anos como estão querendo no Novo Código Penal, enfim, é uma luta contra todas as políticas que ameaçam à família brasileira o que está sendo executadas pelo atual Governo – completou.

Comentando sobre outros momentos em que teria sofrido perseguição, a psicóloga relata que foi convidada por alunos de jornalismo da Universidade Positivo para um debate com o ativista gay Toni Reis e, ao se atrasar para chegar ao local teria sido xingada e ofendida pelos estudantes.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano, Política

Bancada evangélica força prefeitura de Curitiba a retirar do ar anúncio de casamento gay em cerimônia coletiva

anuncio-casamento-coletivo-polemicoA prefeitura de Curitiba (PR) realizará uma cerimônia de casamento coletivo que incluirá uniões homoafetivas, e a decisão foi duramente criticada pela bancada evangélica na Câmara Municipal da cidade. Como consequência, um anúncio ilustrativo que comparava os casamentos heterossexuais com homossexuais foi retirado do ar no Facebook.

A vereadora Carla Pimentel (PSC), evangélica, apresentou uma moção de repúdio e discursou contra a iniciativa no plenário da Câmara Municipal, e afirmou que o anúncio fazia “apologia ao casamento gay”.

A postura de Carla Pimentel foi seguida por outros vereadores, que apoiaram a moção. Ailton Araújo (PSC), Valdemir Soares (PRB), Tiago Gevert (PSC), Noemia Rocha (PMDB), Chico do Uberaba (PMN) e Jorge Bernardi (PDT) assinaram o documento com críticas à administração municipal.

A publicação da prefeitura na rede social dizia que “Curitiba terá em dezembro o maior casamento coletivo realizado na cidade com aproximadamente 1,5 mil casais”, e explicava que “para a cerimônia podem fazer a inscrição casais homoafetivos e que queiram a renovação de votos”.

Após as críticas da bancada evangélica ao anúncio, a prefeitura defendeu o casamento coletivo, mas retirou do ar o polêmico anúncio. “O objetivo da publicação foi divulgar a cerimônia conjunta, promovida pelo Tribunal de Justiça e que vai beneficiar centenas de famílias. Não houve intenção de ofender qualquer grupo, mas sim de informar a todos os públicos que podem usufruir do serviço”.

De acordo com informações do G1, Carla Pimentel respondeu que considerava a publicação tendenciosa e em desacordo com o Estado laico, pois cerceava a benção religiosa e crenças cristãs, que são adotadas pela maioria da população e dos casais que participarão da cerimônia.

Os vereadores Valdemir Soares e Chico do Uberaba se pronunciaram em apoio à iniciativa da colega. “União civil é uma coisa. Casamento é outra. Casamento é homem e mulher”, disse Soares, que foi seguido por Chico do Uberaba: “Sou da época em que menino gostava de menina, e menina gostava de menino”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Internet, Política

Dilma anuncia ter apoio dos evangélicos e internautas reagem contrariamente: “Mentira!”

dilmaA presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que sua candidatura à reeleição conta com o apoio dos evangélicos, mas a declaração não foi legitimada pelos fiéis nas redes sociais.

Após um encontro com lideranças evangélicas em São Paulo no último sábado, 27 de setembro, a página oficial de Dilma no Facebook publicou uma nota afirmando que a reunião serviu para “oficializar o apoio à reeleição”.

Uma imagem com o título “Evangélicos oficializam apoio à reeleição de Dilma” também foi compartilhada pela página junto à nota.

O pastor Luciano Luna, líder da denominação que recebeu a candidata à reeleição e o candidato petista ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, afirmou que “o estado está saturado de 20 anos da mesma coisa”, e acrescentou que “existe um sentimento de mudança na governabilidade”.

Luna afirmou também que, a seu ver, o PT é uma boa opção de governo para o país e o estado, declarando assim seu apoio à plataforma de governo do partido.

No entanto, a reação dos internautas à nota publicada na página oficial de Dilma Rousseff no Facebook foi de descontentamento: “Sou evangélica e não apoio a reeleição de Dilma!”, escreveu Alice Barros.

A pastora e jornalista Adriana Bernardo comentou a nota de Dilma: “Me ‘incluam’ fora dessa! Como assim: todos! Estão bem enganados, hein…”, escreveu Adriana, fazendo referência àao slogan da campanha que diz “Todos com Dilma” e que foi usado para sugerir que todos os evangélicos apóiam a candidatura da presidente.

“Mentira! Sou evangélica e não voto nunca na Dilma”, afirmou Midian Araújo, que foi acompanhada por Alcibiades Santos: “Sou evangélico e não compactuo com isso!”.

O internauta Henrique Morais argumentou sobre o motivo que o fez decidir não votar pela reeleição da presidente: “Sou um servo de Deus e não faço parte deste grupo, acho que deve ser mais um daqueles grupos que só existe na propaganda da Dilma, francamente”.

Jonathan Santos foi ainda mais longe em sua opinião: “Sou evangélico e não voto nem apoio esse governo de esquerda. Tudo que Dilma falou nas igrejas em 2010 foi contrário às suas atitudes depois de assumir a presidência”, protestou.

Fonte: Gospel +