Publicado em Brasil, Música

Eyshila relembra nascimento de Matheus Oliveira na data de seu aniversário: “Dor insuportável”

eyshila-matheus-oliveiraA cantora Eyshila publicou uma foto ao lado de seu filho, Matheus, que faleceu no último dia 14 de junho, para relembrar a data de seu nascimento: 04 de julho de 1998, e disse que a dor que sente por sua partida é “invisível e insuportável”.

Matheus Oliveira faleceu aos 17 anos vítima de uma meningite viral, após 14 dias internado em um hospital do Rio de Janeiro (RJ).

Eyshila revelou detalhes do nascimento de Matheus, que se apressou em três dias para vir ao mundo, e da emoção que sentiu ao dá-lo à luz.

Confira o texto publicado pela cantora:

Dia 4 de Julho de 1998 nascia o meu primogênito, Matheus Oliveira Santos. O parto estava marcado para o dia 7, porém ele decidiu nascer um pouco antes. Foi um misto de dor e emoção. O parto, que seria uma cesariana, acabou sendo normal, e foi uma experiência dolorosa, porém surpreendentemente maravilhosa.

No dia 1 de Junho de 2016 Matheus adoeceu, e no dia 14 ele partiu para Deus. Descobrimos um nível muito mais elevado de dor: a dor da alma. Ela é invisível, porém insuportável. Ela sangra, mas a hemorragia não pode ser estancada por médicos mortais. Só o Espírito Santo tem o poder de curar essa dor. Não existe treinamento pra morte. Primeiro fazemos a prova, depois aprendemos a lidar com ela. Até o dia em que, definitivamente, ela será vencida e estaremos eternamente nos braços de Deus. Matheus não morreu, ele foi curado pra sempre. Agora o pecado não pode mais lhe tocar. E como mãe, eu quero agradecer ao Senhor pelo privilégio de ter sido escolhida pra cuidar dessa herança tão preciosa, por quase dezoito anos.

Obrigada, Senhor! Valeu a pena!

Meu filho não morreu! Ele é eterno, assim como é eterno o Deus que o formou. Assim como a dor do meu parto foi abreviada, eu profetizo que a dor do meu luto também será. Nenhuma dor é eterna. A vida sim, essa é eterna porque Jesus morreu e ressuscitou pra conquistar a eternidade das nossas vidas e a brevidade da nossa dor. Essa foto é um retrato da eternidade! “Porque lá no céu toda hora é hora de ser feliz.”  #Deusnocontrole #Jesusvive #Matheus1998-2016

Fonte: Gospel +

 

Anúncios
Publicado em Brasil

Pastor lista motivos para cristãos não usarem a pornografia como forma de “apimentar” o casamento

pornografiaDe tempos em tempos, as discussões sobre o que um casal cristão pode ou não pode praticar na cama volta à tona no meio evangélico. A pornografia é uma das questões que sempre ronda a atmosfera dos aconselhamentos de casais.

O advento do filme “50 Tons de Cinza” e o lançamento de uma linha de produtos eróticos para o público evangélico trouxe a discussão à tona mais uma vez, e o pastor Renato Vargens, escritor e líder da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ), publicou um artigo sobre o tema.

Vargens aponta para o fato de que existem passagens bíblicas que ajudam o casal a discernir sobre o que é saudável para a relação, quebrando a máxima de que “em quatro paredes pode tudo”.

“Outro dia alguém me perguntou nas Redes Sociais: ‘Pastor, o casal cristão pode assistir filme pornô? Qual o problema de fazê-lo visto que isso vai ajudá-los a apimentarem o relacionamento?’ Pois é, assim como respondi ao meu inquiridor, permita-me responder àqueles que porventura possuem a mesma dúvida. Os cristãos não devem assistir pornografia”, escreveu Vargens em seu blog.

 De acordo com o pastor, existem passagens na Bíblia que indicam motivos para não buscar na pornografia um ingrediente de estímulo para a relação sexual. No texto, Vargens listou sete tópicos sobre os motivos para desconsiderar a pornografia como opção para o casamento.

“1) As Escrituras são claras em afirmar que a pornografia é pecado, afronta ao Criador e que aqueles que a praticam não herdarão o Reino dos Céus.  1 Co 6:9-13; Gl 5:19;  Ef 5:3 e Ef 5:11; 2) Os que assistem filmes pornô contribuem com a indústria do sexo que violenta, explora e oprime milhões de pessoas em todo o mundo; 3) Porque ela escraviza a mente e o coração de todo aquele que a pratica; 4) Porque ela fere e macula a dignidade das pessoas transformando indivíduos em objetos descartáveis; 5) Porque ela incentiva a luxúria, adultério e todo tipo de promiscuidade e imoralidade; 6) Porque não promove edificação do crente; 7) Porque não glorifica a Deus. Pense nisso!”, sugeriu o pastor.

Fonte: Gospel +

Publicado em Devocional, Reflexão

[Devocionais Diários] – Instrumentos Improváveis

devocionais diários

“Estêvão, homem cheio da graça e do poder de Deus, realizava grandes maravilhas e sinais entre o povo.” (Atos 6:8)

Estêvão, o primeiro mártir da igreja, morreu ainda jovem. Alguns podem olhar para a forma como ele morreu e pensar: “Que desperdício!” Mas nas palavras de Jim Elliot, outro jovem mártir da fé: “Não é tolo, de forma alguma, aquele que dá o que não pode manter para ganhar o que não pode perder”.

Que tipo de pessoa Deus procura para usar para Sua glória? O que qualifica uma pessoa a ser selecionada por Deus para ser Seu instrumento? Será que é um grande intelecto ou a quantidade de diplomas dependurados na parede? Você precisa ser fisicamente atraente? Precisa ter nascido um líder? O que dizer de uma pessoa que é tímida? O que dizer de uma pessoa que não é fisicamente atraente? O que dizer de pessoas que muitas vezes são classificadas como “comuns”? Há um lugar para pessoas como essas?

Eu acho que sim. Isso porque uma das coisas que se sobressaem nas Escrituras é o uso de Deus de pessoas, que amais imaginaríamos pudessem ser usadas por Ele.
E se minha vida pode usada como exemplo de alguma coisa, essa é uma delas.

Então, porque Deus faz isso?
Achamos a resposta em 1 Coríntios 1:27-29:

Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes. Ele escolheu as coisas insignificantes do mundo, as desprezadas e as que nada são, para reduzir a nada as que são, para que ninguém se vanglorie diante dele.

Deus busca pessoas “inesperadas” para serem usadas para a Sua glória.
– Você está disposto a ser uma dessas pessoas?

Link para o texto original
Receber os Devocionais Diários por email
Fonte: Devocionais Diários

Publicado em Mundo

Casal divorciado há 43 anos se reconcilia e decide casar de novo: “Deus nos uniu novamente”

Louis-Demetriades-e-Renate-StumpfUm divórcio de 43 anos vai se tornar em um novo casamento, e segundo os noivos, pela interferência de Deus.

O casal trocou alianças pela primeira vez há 56 anos e passaram 13 anos juntos, porém, as dificuldades de convivência os levaram ao divórcio. Ambos seguiram suas vidas, se casaram novamente e ficaram viúvos anos depois.

Agora, ambos com 75 anos de idade, Louis Demetriades e Renate Stumpf voltaram a se encontrar, começaram um namoro e decidiram se casar novamente.

O pedido de casamento foi feito por Louis a Renate em uma loja do Walmart, onde ela trabalha. Num primeiro momento, a noiva não sabia o que dizer, mas logo que caiu em si, disse: “Sim, mas não hoje”.

Louis dirigiu do estado norte-americano do Tennessee até Arkansas, onde a ex-mulher e futura esposa vive, para fazer o pedido.

Em entrevista à rede de TV ABC News, Renate disse que o amor dos dois não acabou durante os 43 anos que estiveram separados: “Quando nos vimos de novo em dezembro passado, então tivemos certeza que ainda nos amávamos. O amor nunca acabou”.

Apesar da grande repercussão, Renate disse que ela e o noivo ainda não iniciaram o planejamento da cerimônia: “Não há pressa na minha idade. Deus nos colocou juntos de novo, e não poderia ser de outra forma depois de todos esses anos”, resumiu.

O casal se conheceu na Alemanha, em 1959. Casaram-se aos 18 anos de idade e agora vão concluir a história de amor que viveram décadas atrás. “Quarenta e três anos [de separação] é muito tempo, então eu não tinha certeza no começo. Mas eu vou me casar com ele porque eu percebi que ele mudou, e para melhor”, finalizou a noiva.

Fonte: Gospel +

Publicado em Ciência, Mundo, Pesquisa

Carta em que Einstein reconhece que o mundo é uma “criação elegante” de Deus será leiloada

carta-postal-albert-einstein-deusO físico judeu alemão Albert Einstein era conhecido por sua visão prática sobre a religião e a ciência, e por muitas vezes, foi descrito como ateu. No entanto, ele mesmo discordava dessa visão e deixou alguns registros de sua fé particular e peculiar.

Agora, uma carta escrita por ele para o colega italiano Giovanni Giorgi está sendo leiloada, e o preço mínimo esperado pela casa de leilões é de US$ 55 mil.

Mas, o que há na carta de tão especial? A missiva escrita na época em que Einstein lecionava em Roma contém uma afirmação do físico sobre Deus e sua Criação.

“Deus criou o mundo com muita elegância e inteligência”, diz trecho da carta escrita a próprio punho no dia 12 de julho de 1925.

O texto mostra que os colegas conversavam sobre suas experiências científicas, pois Einstein entra em detalhes sobre algumas de suas pesquisas, e ao final, conclui dizendo que adquiriu certeza sobre uma de suas mais famosas teses: “Eu não tenho dúvidas sobre a validade da teoria da relatividade”.

A carta, curta, foi escrita no verso de um cartão postal, em que o famoso físico assinou como “Suo A. Einstein”, algo como “de seu A. Einstein” em português.

Einstein possuía uma relação de idas e vindas com a Itália. Por lá, viveu com sua família quando tinha entre 15 e 16 anos, e falava e escrevia fluentemente o idioma. Já Giovanni Giorgi ficou conhecido internacionalmente e na Itália em seu tempo como uma autoridade em eletromagnetismo, de acordo com informações da agência Ansa.

A carta que será leiloada pertencia a um colecionador da França, que obteve o manuscrito de um colega italiano que coleciona artigos científicos.

carta-albert-einstein-deus

Fonte: Gospel +

 

Publicado em Mundo

Papa Francisco pede a fiéis que orem para que Deus una os cristãos: “O diabo é o pai das divisões”

Papa-francisco-e1424092008160O papa Francisco voltou a falar sobre seu desejo de ver as diferentes tradições cristãs unidas em prol do Evangelho, e disse que as divisões são arquitetadas pelo diabo.

“Nós temos que orar para que o Espírito Santo nos una. Jesus queria a unidade de todos. O diabo é o pai das divisões, sempre divide, sempre faz guerras, faz muito mal”, afirmou o pontífice, de acordo com informações da agência EFE.

Antes de sua nomeação como papa, o cardeal Jorge Mario Bergoglio ficou conhecido em Buenos Aires, capital argentina, por seu bom diálogo com líderes evangélicos. Em alguns eventos, aceitou receber orações de pastores, num gesto simbólico de sua crença de que, apesar das diferenças, os cristãos católicos e evangélicos seguem ao mesmo Deus.

“[No coração de Cristo] se encontra desejo de unidade dos seus discípulos pertencentes a esta sede. O encontramos expresso na oração elevada ao Pai antes da Paixão. Porque nós todos somos um”, acrescentou Francisco.

Adiante, o papa voltou a pedir que os fiéis continuem intercedendo e se comprometendo com “a plena unidade dos discípulos de Cristo, sabendo que Ele está conosco e nos apoia com a força de seu Espírito, e que este objetivo está se aproximando”.

A união de cristãos católicos, protestantes, ortodoxos e coptas, entre outras tradições menores, é um objetivo que o papa frisa constantemente. Há um ano, Francisco gravou uma mensagem em vídeo para um congresso pentecostal nos Estados Unidos, organizado pelo pastor Kenneth Copeland.

Durante os cerca de cinco minutos da mensagem, o Francisco disse que tem fé de que Deus conclua bem o “processo de unificação das Igrejas cristãs”, pois nunca tinha visto Ele “iniciar um milagre que não concluísse bem”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Ciência, Pesquisa

Pesquisadores dizem que Universo não surgiu no Big Bang. Ele sempre existiu

universoUma nova linha de pesquisa sobre as origens do Universo reviu a Teoria do Big Bang, amplamente aceita no meio científico, e determinou que o modelo proposto pelo físico Georges-Henri Édouard Lemaître não pode ter existido.

Em resumo, a “hipótese do átomo primordial”, apelidada deTeoria do Big Bang, usa elementos da Teoria da Relatividade, desenvolvida por Albert Einstein, para sugerir que a explosão de um ponto infinitamente denso tenha gerado expansão de matéria e criado o Universo como se conhece hoje.

Agora, pesquisadores da Universidade Benha, do Egito, revisaram a teoria, inserindo correções quânticas na Teoria da Relatividade de Einstein, e chegou à conclusão de que o Universo não começou, mas sempre existiu.

“A singularidade do Big Bang é um problema para a relatividade, porque as leis da física já não fazem sentido pra ela”, disse Ahmed Farag Ali, pesquisador coautor do estudo ao lado de Saurya Das, da Universidade de Lethbridge, no Canadá.

A dupla de cientistas mostrou que esse problema pode ser resolvido se acreditarmos em um novo modelo, no qual o Universo não teve começo – e não terá fim. Nesse ponto, a tese dos pesquisadores se assemelha ao princípio de eternidade apresentado na Bíblia e item descritivo de Deus, aquele que “É, Foi e sempre há de Ser”.

Segundo informações da revista Galileu, os físicos se apressaram em explicar que o estudo não eliminou a singularidade de Big Bang. O trabalho do físico David Bohm – que nos anos 1950 explorou o que acontecia se substituíssemos a trajetória mais curta entre dois pontos numa superfície curva por trajetórias quânticas – foi usado como inspiração.

Ali e Das aplicaram as trajetórias Bohminanas a uma equação que explica a expansão do universo dentro do contexto da relatividade geral, e a partir disso, criaram um novo modelo que contém elementos da teoria quântica e da relatividade geral.

Agora, a dupla espera que essa nova tese se mantenha mesmo quando uma teoria completa da gravitação quântica for formulada. Para Ali e Das, o Universo tem um tamanho limitado, e essa possibilidade abre espaço para a conclusão de que sua idade seja infinita, pois essa linha teórica combina com outras medições de constantes cosmológicas e de densidade.

 “É satisfatório saber que essas correções podem resolver tantos problemas de uma vez”, afirmou Das.

O próximo passo dos físicos é analisar perturbações anistrópicas no Universo, levando em consideração a matéria escura e a energia escura. No entanto, eles acreditam que os próximos cálculos não afetarão os resultados atuais, apenas os complementarão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Música, Mundo

Katy Perry diz que conversou com Deus antes de sua apresentação no Super Bowl: “Estou com você”

katy-perry-super-bowlA cantora pop Katy Perry foi a responsável pelo show do intervalo da última edição Super Bowl e disse que recebeu uma mensagem de Deus antes de se apresentar para os torcedores presentes no estádio e os mais de 100 milhões de telespectadores que acompanharam a partida mundo afora.

“Eu me preparei durante um tempo e fiz um monte de oração e meditação”, disse a cantora, que é filha dos pastores Keith e Mary Hudson.

A preparação para sua performance foi feita de maneira intensa, e segundo Katy Perry, teve momentos especiais: “É engraçado, eu estava orando e recebi uma mensagem de Deus, com Ele dizendo: ‘Você pode fazer isso porque estou com você’. E então, quando eu estava em cima do leão (foto), um cara – um cara aleatório – apenas olhou para mim com um fone de ouvido, sem eu nunca ter me comunicado com ele antes, me olhou direto nos olhos e disse: ‘Você pode fazer isso’. E eu senti como se fosse ‘Oh, isso é Deus confirmando que eu posso fazer isso’”, disse a cantora ao E! News.

No dia 01 de fevereiro, horas antes da apresentação no SuperBowl, Katy Perry usou as redes sociais para compartilhar o Salmo 118:24 com seus fãs: “Hoje é o dia que o Senhor fez! Regozijemo-nos e alegremo-nos nele”.

Criada em um lar evangélico, Katy Perry começou sua carreira na música gospel, trocou de nome artístico para seguir no mercado secular e protagonizou diversos bate-bocas com seus pais. Nesse meio tempo, disse que não acreditava mais no Deus do cristianismo, porém entendia que Deus existe e que a oração é um meio de se comunicar com Ele.

Seu pai, pastor Keith Hudson, chegou a dizer que Katy agia como se fosse “filha do diabo”, e que era constantemente questionado sobre como poderia seguir à frente de um ministério se ele havia criado a menina que agora cantava sobre “beijar outras garotas”.

No entanto, às vésperas da apresentação no SuperBowl, o pastor disse que havia se entendido com a filha: “Eu não tenho problema. Ela vai fazer algumas coisas boas, e está animada [sobre sua participação no Super Bowl]”, disse Keith Hudson.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Convertido, Maguila fala sobre sua saúde debilitada: “A luta só para quando a gente morre”

maguilaO ex pugilista Adilson Rodrigues, o Maguila, 56 anos, falou sobre sua luta contra o Alzheimer e a importância que a fé tem em sua caminhada de vida.

A esposa de Maguila, Irani Pinheiro, resolveu falar sobre o estado de saúde do antigo boxeador após meses de sua internação. “Foi o momento que Deus escolheu, e a gente vai abrir isso para todo o público, e mostrar para o povo brasileiro continuar orando, porque essa força vem de Deus e o impossível é para Ele, não é para nós. E eu tenho certeza que Ele vai fazer o melhor”, disse Irani ao programa Domingo Show, da TV Record.

O apresentador Geraldo Luís fez uma homenagem ao ex atleta durante o programa, classificando como um dos “grandes heróis” do esporte brasileiro.

Além do Alzheimer, Maguila sofre com uma doença apelidada de “demência pugilística”, causada pelos incontáveis socos sofridos durante os combates e treinamentos.

Maguila afirmou que a inspiração para continuar lutando contra a doença vem de sua trajetória no esporte: “A luta só para quando a gente morre. Enquanto eu estiver vivo, eu estou lutando. Quero viver muito. Campeão é campeão, eu não paro de lutar”. Assista aqui.

O Evangelho

Sua esposa destacou que tem, ao lado dele, buscado entender os propósitos de Deus: “Cada um tem que passar por uma coisa nessa terra. Sei que o Maguila foi escolhido por Deus, e venceu. Algum sinal Deus está mostrando pra gente através dessa fase que estamos passando”, disse Irani.

A conversão de Maguila aconteceu em 2004, quando o ex pugilista passou a frequentar a Congregação Cristã no Brasil e lá foi batizado. O contato com o Evangelho veio através da esposa.

Numa entrevista concedida em 2011, o ex atleta contou que tinha uma visão preconceituosa da comunidade evangélica. “A primeira pessoa da família a ir em uma igreja evangélica foi minha esposa, isso há muito tempo. Depois foi meu filho Adilson Jr. Eu até nem gostava muito de crente, achava que eles eram muito arrogantes, muito certinhos e cheio de pose, mas um dia fui à igreja, vi, ouvi, fiquei e me batizei. E estou lá até hoje”, disse ao Jornal Palavra.

Na ocasião, disse que busca a Deus e lê a Bíblia Sagrada, mas tenta se manter longe da embriaguez da religião: “Olha não sou fanático. Não quero servir de exemplo para ninguém. Jesus é quem garante a salvação. Ele é quem deve ser o maior exemplo. Eu sou o mesmo Maguilão”.

Em abril do ano passado, a esposa do ex pugilista fez um apelo público pedindo orações pelo estado de saúde do marido, pois seu estado de saúde estava muito debilitado.

Fonte: Gospel +

 

Publicado em Mundo, Reflexão

Pastor John Piper diz que o dom de línguas tem sido usado de forma contrária ao que a Bíblia ensina

pastor-john-piperO dom de línguas é uma das expressões do Espírito Santo que causam mais controvérsias entre os cristãos por conta da complexidade que o envolve e também pelas doutrinas eclesiásticas existentes e que surgiram baseadas em interpretações do Evangelho.

O pastor batista John Piper, um dos líderes cristãos mundiais mais reconhecidos da contemporaneidade, afirmou que não existe embasamento no Novo Testamento para a ênfase e incentivo à busca desse dom e sua prática da forma como acontece hoje em muitas igrejas.

Piper disse que durante seu ministério pastoral, atravessou diversas “fases” no que se refere aos dons do Espírito Santo, em especial, o dom de línguas.

“Parece que se você não fala a respeito disso no púlpito e não ensina sobre isso, ao menos no nosso contexto, esses dons tendem a desvanecer […] Eu diria que na maior parte dessas ‘fases’ eles [os dons] não estão em evidência”, observou o pastor.

A precaução com o dom de línguas, segundo John Piper, deve existir pela preocupação expressada pelo apóstolo Paulo em sua carta aos Coríntios, quando ele sugere que os irmãos não se deixem levar pela emoção e que o dom seja usado em benefício da comunidade.

“Entendo que Paulo não desejava colocar esse dom em destaque. Na verdade, ele estava um pouco aborrecido pela ênfase que o dom havia ganhado”, disse John Piper, mencionando o capítulo 12 da primeira carta aos Coríntios. “Ele teve que colocar limites, ao invés de promover o dom”, acrescentou.

Para o pastor, existem doutrinas que distorcem o propósito dos dons, principalmente no caso do falar em línguas: “Não acredito na doutrina histórica dos pentecostais de que você tem que falar em línguas como sinal de que você está cheio do Espírito Santo, ou até mesmo de que você é um cristão”.

Piper resume seu ponto de vista dizendo que não há indícios de que alguma coisa tenha mudado na forma como o Espírito Santo distribui seus dons, mas sim, na forma como os cristãos tem olhado para essa questão: “Acho que a maneira como esse dom é normalmente usado em público, como uma espécie de êxtase coletivo, não tem base no Novo Testamento”.

“Não vejo nenhuma razão para afirmarmos que algo mudou na história da Redenção e que entre a era dos apóstolos e a nossa era esse dom tenha desaparecido. Se Deus quiser que ele desapareça, ele o fará desaparecer. Mas não vejo nenhum mandamento para que não o busquemos. Na verdade, vejo versículos que nos encorajam a fazê-lo”, ponderou.

Há, segundo Piper, duas aplicações para o dom de línguas: a manifestação do Espírito Santo em um idioma conhecido pela humanidade, mas desconhecido pelo profeta – e que teria aplicação prática na entrega de uma mensagem a alguém que entende tal idioma; e a manifestação através da língua dos anjos, como expressão de um momento espiritual. Nesse segundo caso, o pastor diz que, para que toda a igreja seja beneficiada, é indispensável que haja um intérprete, pois em caso contrário, não há como captar o sentido do que foi dito.

Em muitos casos, segundo Piper, as manifestações são expressões de êxtase, emoção, e por isso o alerta do apóstolo Paulo para que “se não houver intérprete presente, não fale em línguas em público”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Devocional, Reflexão

[Devocionais Diários] – Comece a Cantar

devocionais diários

“Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor.” (Salmos 40:3)
Existem dois elementos que devem estar sempre presentes na adoração: reverência e alegria. Ambos são importantes. Na igreja primitiva, havia uma alegria explícita que os crentes expressavam em seu culto ao Senhor (Atos 2:46). Mas havia também reverência.Atos 2:43 diz que “Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos.”
A igreja cheia do Espírito Santo será uma igreja de adoração e o cristão cheio do Espírito Santo será um cristão adorador. E quando você se junta com o povo de Deus em adoração, algo maravilhoso acontece. Deus manifesta a Sua presença de uma maneira única quando o Seu povo se reune para honrar o Seu nome. Como Jesus disse: “Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles” (Mateus 18:20). A Bíblia também diz que Deus habita nos louvores de Seu povo (Salmo 22:3).
Deus é onipresente, o que significa que Ele está em toda parte. Mas quando você se reune com outros crentes e exalta o Seu nome em louvor, Deus abençoa isso de uma maneira especial e manifesta a Sua presença, a Sua glória. Não há nada melhor do que a adoração com pessoas reunidas – um vínculo especial que sentimos, a bênção de Deus, uma sensação de realização quando fazemos o que fomos criados para fazer, que é glorificar a Deus.
A fé cristã é uma fé de canto e isso não é necessariamente verdade em outras religiões. Elas podem cantar, gemer e podem ter suas várias formas musicais, mas não há fé que seja cheia de canto vibrante e alegre como o cristianismo. Temos canções melhores que qualquer outra religião na terra, e Deus simplesmente continua dando-nos mais e mais. Por que? Porque temos algo pelo que cantar. Então, comece a cantar!

Publicado em Mundo

Ateu, comediante inglês diz que considera Deus “monstruoso e egoísta” por permitir o sofrimento

stephen-frySthephen Fry, ator e comediante inglês, afirmou numa entrevista que, se acreditasse em Deus o consideraria um monstro egoísta.

A declaração polêmica rendeu muitos comentários nas redes sociais em todo o planeta, e teve repercussão inclusive no Brasil.

Fry foi entrevistado no programa Meaning of Life (que pode ser traduzido como “sentido da vida”, da emissora de TV irlandesa RTE One, e foi questionado sobre o que diria a Deus se estivesse diante d’Ele. O comediante foi bastante contundente e despreocupado com as reações da audiência do programa, e disse que O chamaria de “monstruoso”, “egoísta” e “maníaco”.

De acordo com Fry, se Ele tivesse a oportunidade de fazer perguntas a Deus, o questionaria a respeito das dificuldades pelas quais muitas pessoas passam, e que ao ver do ator, não são de responsabilidades da humanidade.

“Como você se atreve a criar um mundo em que há tanta miséria que não é nossa culpa? Não está certo. Você é absolutamente mal. Por que eu deveria respeitar um Deus caprichoso e estúpido que cria um mundo tão cheio de injustiça e dor? Câncer ósseo em crianças? Por que você está fazendo isso?”, disse Sthephen Fry.

O ator, que apesar de não acreditar em Deus atribui a Ele muitas infelicidades presentes no cotidiano das pessoas, afirmou que também questionaria o Criador sobre a razão de problemas diversos.

“Sim, o mundo é esplêndido, mas também tem insetos que se introduzem nos olhos das crianças, tornando-as cegas. Elas comem os olhos de dentro para fora. Por quê? Por que você fez isso com a gente? Você poderia facilmente ter feito uma criação em que isso não existisse. E ainda temos de passar a nossa vida de joelhos agradecendo-lhe? Que tipo de deus faria isso?”, concluiu o ator.

Fonte: Gospel +

 

 

 

Publicado em Missões, Mundo

Da prisão, pastor Saeed Abedini escreve carta de agradecimento a Barack Obama: “Deus o abençoe”

(Courtesy of ACLJ)
(Courtesy of ACLJ)

Em uma carta escrita na prisão, o pastor Saeed Abedini agradeceu o presidente Barack Obama por ter visitado sua esposa e filhos e se comprometer em ampliar os esforços para libertá-lo.

Abedini está preso desde 2012 e seu estado de saúde é delicado, após as várias sessões de tortura pelas quais passou assim que foi preso. As autoridades iranianas o acusaram de fazer espionagem internacional, pois o pastor fazia viagens constantes entre os dois países após ter se naturalizado norte-americano.

De acordo com o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ), o pastor destacou que a visita do presidente Obama renovou as forças de sua família: “Pessoalmente me senti encorajado quando você esteve em minha cidade, Boise, em Idaho, e que tomou um tempo para visitar a minha esposa e filhos. Eles têm levado um fardo muito pesado em minha ausência. E sua presença os ajudou a aliviar pouco desse fardo”, disse Abedini na carta.

“Obrigado novamente por defender a minha família, a mim e a milhares de cristãos em todo o mundo que são perseguidos por sua fé em Jesus Cristo. Presidente Obama, você tem as minhas orações de dentro destas paredes. Eu oro para que Deus lhe guie, dê sabedoria e o abençoe, assim como a sua liderança nesta grande nação”, acrescentou o pastor.

Jay Sekulow, presidente do ACLJ, tem acompanhado de perto o caso do pastor Saeed Abedini, e afirmou que os esforços para sua libertação são ininterruptos: “Vamos continuar a trabalhar com a administração de Obama, o Departamento de Estado, as Nações Unidas e os líderes mundiais em direção à liberdade do pastor Saeed”, disse.

Mesmo com o estado de saúde bastante delicado, as autoridades do Irã muitas vezes negam o atendimento médico adequado ao pastor. Na visita a Naghmeh Abedini e seus filhos, Obama disse que o caso agora era uma “prioridade” e que fará o possível para libertar Saeed até o aniversário de seu filho mais novo, Jacob, que acontece em março.

Fonte: Gospel +

Publicado em Devocional, Reflexão

[Devocionais Diários] – Deus Pode Ser Conhecido?

devocionais diários

“Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que crêem por meio da loucura da pregação.” (1 Coríntios 1:21)
Deus pode ser conhecido – esta é a mensagem da igreja. Deus pode ser conhecido e dado a conhecer através da pregação. A pregação é a principal maneira de Deus para alcançar pessoas perdidas. Estamos anunciando um Deus conhecido para um mundo que não O conhece.
Isso não quer dizer que não tenhamos dúvidas pessoais, que não tenhamos nossas próprias lutas internas.
Nosso trabalho é direcioná-los corretamente apontando para Cristo.
Deus tem chamado a igreja para pregar aos perdidos. Jesus era um pregador da Palavra. Lemos em Mateus 4, que quando Ele começou Seu ministério, pregou: “O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas!” (Marcos 1:15) Então, Ele enviou os seus discípulos a pregar também.
No entanto, a tendência hoje é que os pregadores compartilhem suas dúvidas em vez de sua fé. Precisamos ensinar a Palavra, sem desculpas. Falando aos gregos, o apóstolo Paulo não se levantou e disse: “Bem, eu vejo que vocês adoraram a um deus desconhecido. Ei, eu também adoro a um Deus desconhecido. Estamos todos em um mesmo barco. Vamos discutir… Onde está o cafezinho?” Não. O que Paulo dizia era: “Ora, o que vocês adoram [o ‘Deus Desconhecido’], apesar de não conhecerem, eu lhes anuncio.” (Atos 17:23). Deus pode ser conhecido.
Então, não me diga que Deus é um mistério, que Ele não pode ser conhecido e que na verdade é arrogante dizer o contrário. Deus pode ser conhecido, Deus deve ser conhecido e isso vai acontecer quando a Sua Palavra for proclamada com autoridade.

Publicado em Mundo, Política

Pastor pré-candidato a presidente dos Estados Unidos diz que o país precisa se voltar a Deus

mike-huckabeeO pastor e jornalista Mike Huckabee, pré-candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos, afirmou que se for eleito, ele terá a bênção de Deus para acabar com o que chamou de “teocracia secular” que estaria dominando o país.

“Nosso país está em apuros… Temos nos divorciado de uma compreensão de que não podemos sobreviver como uma república, se não tornar-se, mais uma vez, uma nação centrada em Deus que entende que as nossas leis não provém do homem, elas vêm de Deus, a lei natural de Deus”, disse Huckabee, em entrevista a James Robison no programa Life Today.

Para o político, o secularismo que tomou conta dos Estados Unidos está avançando sobre os direitos dos cidadãos do país de forma consistente: “[A ‘teocracia secular] é humanista, ateia, e antagônica no que se refere à fé cristã. E é isso que nós precisamos entender. Os nossos direitos básicos e fundamentais estão sendo roubados de nós, tirado de nós, peça por peça”, afirmou.

Huckabee acredita que Deus abençoará seu mandato, caso saia vencedor da disputa pelo cargo de maior poder político no mundo: “Você sabe, a única coisa pior do que não ter sido eleito presidente seria a de ser eleito presidente sem a bênção de Deus. Eu não consigo pensar em um lugar pior do mundo para estar do que no Salão Oval sem a mão de Deus sobre você. Eu prefiro não chegar perto do lugar”, disse o político, que se tornou conhecido do eleitorado norte-americano quando era correspondente da Fox News.

Mike Huckabee já foi governador do Arkansas e também já disputou a indicação do Partido Republicano para ser candidato a presidente em 2007. Na ocasião, foi derrotado por John McCain, que no ano seguinte perdeu as eleições para Barack Obama. Conhecido por suas posições conservadoras, Huckabee é pastor de uma Igreja Batista filiada à Convenção Batista do Sul.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Convertida após internação na UTI, modelo Andressa Urach diz que quer ser pastora

andressa-urach1A modelo e apresentadora Andressa Urach, 27 anos, recentemente passou 30 dias internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar uma séria infecção causada pela aplicação de hidrogel nas pernas. Nesse período, alega ter tido experiências sobrenaturais e afirma que isso mudou sua vida.

A obsessão da modelo por alcançar as medidas que ela considerava ideais para seu corpo custou caro, e agora, a ex-vice Miss Bumbum diz ter enxergado o excesso cometido.

Em declarações à RedeTV! – onde apresenta o programa Muito Show – e ao site Ego, Andressa afirmou que esteve muito perto de perder a vida, e disse ter sido assombrada por vultos negros que a oprimiam, a quem ela se referiu como espíritos de morte. Nessa fase da internação, a modelo chegou a pesar 150 quilos devido ao inchaço causado pela paralisação dos rins.

“No hospital vi espíritos da morte querendo levar a minha alma. Eram a alma da morte. Eles me rondavam porque queriam a minha alma de qualquer jeito. Isso tudo porque eu não agradeci a Deus. Foi a fé da minha mãe, que foi um elo com Deus, que fez com que as almas fossem embora. Eu estava perturbada. Eram almas feito nuvens escuras. Me davam um sentimento de medo e faziam barulhos assustadores como espíritos sofredores. Pareciam vultos escuros como se fossem fumaças. O vulto mais forte deles era um bem escuro que passava dentro do meu corpo. Pedi para suspenderem a morfina porque eles achavam que era ela que me fazia delirar. Mas eu acredito nessa coisa de espírito e achava que a substância me deixava entre esses dois mundos. Minha mãe chamou pastores que rezaram por mim. Os médicos retiraram a morfina e as visões pararam”, afirmou.

Conhecida por seu corpo quase escultural, Andressa contou que a partir desse ponto teve uma experiência muito próxima com Deus, o que a levou a ter convicção de que Ele está vivo. Assim, a modelo passou a ouvir a Bíblia, reconheceu a importância da fé e se arrependeu do estilo de vida que levava.

Agora, frequentando a Igreja Universal, Andressa diz que no futuro quer divulgar seu testemunho e a mensagem do Evangelho: “Quero aprender mais e evangelizar. No futuro, quero ser uma pastora”, afirmou.

No entanto, até que o futuro chegue, Andressa admite que continuará fazendo seu trabalho, que inclui a exibição do corpo: “Se o diretor [do programa] quiser que eu fique pelada, só pintada e vá para o estádio Morumbi, eu vou, porque é meu trabalho, meu sustento. Não vou estar me prostituindo, vou estar sustentando minha família de forma honrada. Não vou deixar de posar de lingerie, se tiver cachê, porque essa é minha forma de ganhar dinheiro”, finalizou.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Pastor das vítimas da Air Asia comenta acidente e afirma: “Deus poderia ter evitado isso, mas Ele é maior que os meus pensamentos”

pastor-philip-mantofaO pastor Philip Mantofa, da igreja Mawar Sharon Church, que perdeu dezenas de membros na queda do avião da Air Asia vôo 8501, falou recentemente sobre como o amor de Deus tem se manifestado em meio as pessoas da igreja e familiares em luto.

– Nossa igreja sempre foi como uma grande família. Esta perda trágica só aumentou a nossa dependência de Deus e valorização do outro – disse o pastor, em entrevista ao Charisma News.

– Nós montamos um centro de atendimento que nos proporcionou uma atmosfera de oração e adoração, para fortalecer a fé daqueles que aguardavam o paradeiro de seus entes queridos. Também fornecemos comidas e bebidas para cuidar deles fisicamente – completou, ressaltando que a igreja tem feito um trabalho de acompanhamento das famílias, desde o anúncio da tragédia.

Mantofa conta também que sua igreja enviou “equipes de conselheiros cristãos treinados, divididos por turnos, estando sempre perto para ajudar”, e que também atribuíram um pastor da igreja “para cada família em luto”, de forma a dar o apoio que essas famílias necessitam.

– O Espírito Santo tem sido real em nossa igreja como Consolador. Como pastor, eu devo dizer que eu não poderia estar mais orgulhoso dos meus membros como agora, por ver que eles têm carregado o fardo um do outro, sem segundas intenções. O momento mais glorioso foi quando eu pude ver uma família em luto incentivar e orar por outra, por iniciativa própria. Eu posso dizer que eu quase vi o céu nessa situação. Estamos avançando – afirmou pastor, ressaltando que, neste momento, as famílias da igreja têm sido sustentadas pela graça de Deus.

Philip Mantofa afirmou ainda que não teve sua fé abalada pela tragédia e que não houve questionamentos sobre a bondade de Deus pelo acidente não ter sido evitado.

– A fé é a única coisa que eu tenho. Embora isso tudo não faça sentido, a minha fé em Deus não foi abalada. Deus não é mau, e certamente este acidente não é culpa dele. E

Fonte: Gospel +