Publicado em Reflexão, Vídeos

Assista a “DEUS PREDESTINA COM QUEM VAMOS CASAR? OU É UMA ESCOLHA MINHA? | PNO #226 – AUGUSTUS NICODEMUS” no YouTube

Anúncios
Publicado em Brasil, Cotidiano

Bianca Toledo vira alvo de críticas por novo divórcio e exposição de problemas nas redes sociais

bianca-toledo-e-felipe-heiderich2O lamentável caso de abuso sexual do filho da cantora Bianca Toledo, de apenas cinco anos de idade, resultou na prisão preventiva do pastor Felipe Heiderich e em sua suposta confissão de homossexualidade, mas também gerou a manifestação de milhares de opiniões sobre o caso nas redes sociais.

Pessoas sem contato próximo com a família e que tiveram acesso ao que foi trazido à tona por Bianca Toledo em seu vídeo e/ou texto publicado em sua página no Facebook manifestaram opiniões diversas, expressando apoio e críticas.

“Bianca Toledo tem meu respeito em denunciar um crime tão bárbaro quanto a pedofilia. Vamos orar por essa mulher de Deus. O senhor está fazendo uma limpa em nosso meio… Quem tem ouvidos ouça, se arrependa, peça perdão e não repita o erro. Deus é fiel e justo para nos perdoar. Mas, continuar no erro é suicídio espiritual”, comentou a psicóloga Marisa Lobo (PSC-PR).

Em resposta ao comentário de Lobo, diversos usuários se manifestaram, seguindo a mesma linha ou se opondo parcial ou completamente à forma como a cantora lidou com o caso: “Muito triste tudo isso, acho que tudo essa exposição foi desnecessária, mas que Deus tome a frente e a ajude a superar isso tudo”, escreveu uma usuária.

Em contrapartida, houve quem pedisse a graça do Senhor sobre Bianca e seu filho, José Vitório, para vencerem tal adversidade: “Que o bálsamo do Senhor seja derramado sobre vocês!”.

O blogueiro Wagner Lemos usou as redes sociais para comentar o vídeo em que Bianca denuncia o agora ex-marido: “Que Deus é esse que manda se separar, manda se casar [e] manda se separar de novo? Aí a mulher guarda isso por um mês e depois vai para as redes sociais toda maquiada para expor assim?”, criticou, referindo-se ao fato de que Bianca o denunciou no dia 22 de junho e só revelou os fatos no dia 05 de julho, após Felipe Heiderich ter sido preso.

“Bianca, você nunca me enganou com essa voz mansa… basta ter um mínimo de senso crítico e pesquisar. Simples assim! Mas de qualquer forma, que Deus te dê força e sabedoria para lidar com toda essa situação. Espero que não seja mais um assunto para livros, DVDs, pregações e turnês”, acrescentou.

O diretor do portal Gospel Prime, Neto Gregório, chamou atenção para o fato de que antes do escândalo vir à tona, Bianca Toledo e Felipe Heiderich faziam palestras de aconselhamentos sobre relacionamentos: “Numa igreja que se preze, esta mulher nunca mais subiria no púlpito”, afirmou.

Questionado por seus seguidores nas redes sociais sobre os motivos para adotar esse ponto de vista, afirmou que Bianca Toledo “desgraçou a vida do primeiro, agora tá desgraçando a vida do segundo”, e acrescentou: “Se é verdade que o cara é gay e pedófilo, como ela acusa, pra que anunciar isso pro mundo? Para justificar a separação e sair como vítima mais uma vez? O que uma mulher com dois ex-maridos vivos vai fazer em cima de um púlpito?”.

Por fim, completou a contextualização de sua opinião afirmando que Felipe Heiderich não teve oportunidade de se posicionar sobre os problemas conjugais que ela tornou públicos: “No casamento não se coloca só culpa num lado, ainda mais quando o outro não tem oportunidade de falar nada. Não creio que ela seja mais ‘exemplo dos fiéis’ para estar em cima de um púlpito ensinando sobre casamento, como ela fazia com o Felipe”.

Contrapondo a opinião de Gregório, um de seus seguidores nas redes sociais seguiu linha inversa: “O fato dela ter dois ex-maridos vivos não significa muito, o que importa é o que ela fará daqui para frente, como será sua vida como cristã, seu dia a dia, seu exemplo. E em especial para este caso, como se desenhou, é até estranho seu foco estar nela se separar pela segunda vez. O fato mais grave aí é o crime cometido contra um pequenino, crime este que deixa marcas para o resto da vida”, pontuou.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano, Televisão

Silvio Santos alfineta a filha evangélica Patrícia Abravanel: “Só pode ter filho depois de casar”

Silvio Santos e Patrícia Abravanel (Reprodução/Instagram)
Silvio Santos e Patrícia Abravanel (Reprodução/Instagram)

Silvio Santos continua fazendo piada com o que vem pela frente. E sua mais nova “vítima” foi a filha, a apresentadora Patrícia Abravanel, evangélica, que vive com o noivo e engravidou antes de casar.

A provocação se deu por recentes declarações de Patrícia em relação a questões de gênero e homossexualidade, e que foram amplamente criticadas pela imprensa no geral.

Como é tradicional da parte de Silvio, ele aproveitou que a filha está sob escrutínio da mídia para alfinetá-la: “Tem gente que tem lua de mel antes de casar e até tem filho. E o filho me chama de avô. Para ter filho tem que casar, não tem?”, perguntou o apresentador ao auditório, no último domingo, 03 de julho.

Judeu, Silvio disse o que pensa sobre a filha: “Não pode ter filho antes de casar, principalmente se for evangélica. Se for evangélica, só pode conhecer mel e lua depois de casada”, continuou, em tom sarcástico.

Constrangida, Patrícia reagiu à fala do pai de forma imediata, considerando tudo uma brincadeira: “Meu filho foi a melhor loucura que já fiz na vida. Meu pai quer tanto que eu case que ele me pressiona em rede nacional”, completou. Ela vive com o deputado federal Fábio Faria, com quem tem um filho de dois anos de idade, Pedro Fábio.

Prosperidade polêmica

Recentemente, Patrícia se tornou alvo de crítica intensa por dizer que nos países onde há fé em Deus e uma consciência coletiva sobre o poder do trabalho, existe mais prosperidade.

“Países muito místicos muitas vezes tem consequências; o povo deixa de trabalhar. Países mais racionais, que têm uma fé em Deus, mas que acreditam no esforço, no suor, no trabalho, em se portar, em ter um casamento e ter que cuidar dele, esses países vão mais para frente”, afirmou.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Pastor lista motivos para cristãos não usarem a pornografia como forma de “apimentar” o casamento

pornografiaDe tempos em tempos, as discussões sobre o que um casal cristão pode ou não pode praticar na cama volta à tona no meio evangélico. A pornografia é uma das questões que sempre ronda a atmosfera dos aconselhamentos de casais.

O advento do filme “50 Tons de Cinza” e o lançamento de uma linha de produtos eróticos para o público evangélico trouxe a discussão à tona mais uma vez, e o pastor Renato Vargens, escritor e líder da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ), publicou um artigo sobre o tema.

Vargens aponta para o fato de que existem passagens bíblicas que ajudam o casal a discernir sobre o que é saudável para a relação, quebrando a máxima de que “em quatro paredes pode tudo”.

“Outro dia alguém me perguntou nas Redes Sociais: ‘Pastor, o casal cristão pode assistir filme pornô? Qual o problema de fazê-lo visto que isso vai ajudá-los a apimentarem o relacionamento?’ Pois é, assim como respondi ao meu inquiridor, permita-me responder àqueles que porventura possuem a mesma dúvida. Os cristãos não devem assistir pornografia”, escreveu Vargens em seu blog.

 De acordo com o pastor, existem passagens na Bíblia que indicam motivos para não buscar na pornografia um ingrediente de estímulo para a relação sexual. No texto, Vargens listou sete tópicos sobre os motivos para desconsiderar a pornografia como opção para o casamento.

“1) As Escrituras são claras em afirmar que a pornografia é pecado, afronta ao Criador e que aqueles que a praticam não herdarão o Reino dos Céus.  1 Co 6:9-13; Gl 5:19;  Ef 5:3 e Ef 5:11; 2) Os que assistem filmes pornô contribuem com a indústria do sexo que violenta, explora e oprime milhões de pessoas em todo o mundo; 3) Porque ela escraviza a mente e o coração de todo aquele que a pratica; 4) Porque ela fere e macula a dignidade das pessoas transformando indivíduos em objetos descartáveis; 5) Porque ela incentiva a luxúria, adultério e todo tipo de promiscuidade e imoralidade; 6) Porque não promove edificação do crente; 7) Porque não glorifica a Deus. Pense nisso!”, sugeriu o pastor.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Evangélicos lançam produtos eróticos e oferecem “vibrador líquido” e gel “reparador” da virgindade

joao-ribeiro-lidia-ribeiroUm casal de empresários evangélicos está apostando na fabricação de produtos eróticos para o público cristão de forma ousada: a ideia é oferecer um “vibrador líquido” e um gel que simularia a virgindade.

Lídia e João Ribeiro são membros da Congregação Cristã no Brasil e pretendem lançar a linha de produtos eróticos gospel – chamada “In Heaven” (“no céu”, em tradução livre para o português) – na próxima edição da Erótika Fair, a principal feira do mercado, realizada em São Paulo.

Segundo o casal, seus produtos são o “novo segredo de um casamento feliz” e podem ajudar marido e mulher em suas aventuras sexuais. “O nosso stand [da feira] será dividido entre céu e inferno”, brinca Ribeiro. Sua empresa vai dividir um espaço com um revendedor de produtos sadomasoquistas inspirados nos livros “50 Tons de Cinza”.

Para o empresário, os produtos eróticos voltados ao público evangélico estão “resgatando o romantismo entre os casais apaixonados” e revela que sua linha de produtos conterá prolongadores de ereção, gel adstringente para dar a sensação de castidade, vibrador líquido e um lubrificante que promete aumentar a excitação feminina.

“A ideia principal é que o casal se sinta à vontade para comprar e tenha a certeza de que não está sozinho. Não há motivo para vergonha. Somos 52 milhões de evangélicos no Brasil e não tínhamos uma linha específica”, explica Ribeiro, que comanda uma sexshop ao lado da mulher, segundo informações do iG.

Vale Tudo?

O pastor Renato Vargens, escritor e líder da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ), publicou em seu blog um artigo sugerindo a reflexão entre casais evangélicos sobre a intimidade e as práticas sexuais.

Em seu texto, o pastor diz que “vivemos em dias onde o relativismo se transformou numa das principais características dessa geração”, e que por muitas vezes, sugestões dos ambientes exteriores acabam sendo acatadas entre cristãos sem um maior cuidado em relação ao que a Bíblia diz.

 “Para nossa tristeza já existem sex shop gospel, troca de casais gospel, além é claro de todo tipo de incentivo a promiscuidade sexual. Se não bastasse isso, tornou-se comum ouvir de pastores que na relação sexual do casal, tudo é lícito e tudo pode.  Volta e meia eu ouço alguém dizendo: ‘pare de caretice’; ‘Deus não se importa com o que o casal faz entre quatro paredes, desde que seja feito com amor, tudo é válido’ […] Segundo estes, Deus não está preocupado se o casal é adepto de sadomasoquismo, ou troca de parceiros, ou até mesmo se usa vibradores ou ‘brinquedos eróticos’. Para os liberais da fé e [do] comportamento, o que importa é ser feliz e nada mais. Junta-se a isso que tais pessoas defendem práticas que efetivamente ferem os princípios deixados pelas Escrituras, como por exemplo, o sexo anal”, criticou Vargens.

Por fim, o pastor sugere aos casais que busquem a satisfação sexual de forma equilibrada e cuidadosa: “Sexo é santo, maravilhoso e um presente de Deus para os casados. Isto posto, desfrute dele, sem contudo, banalizá-lo ou transformá-lo num comportamento que fere a santidade de Deus. Por fim, lembre-se que do ponto de vista bíblico, liberdade, não significa libertinagem, como também, sexo não aponta para a castração do prazer; antes pelo contrário, sexo no casamento é uma dádiva divina, além é claro de glorificar a Deus”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Pesquisa

Com maioria cristã, Brasil e México lideram ranking de adultérios em lista com 21 países

adulterioBrasil e México são países da América Latina formados por ampla maioria cristã e com características semelhantes além da religião. Além de terem, em sua sociedade, a presença de católicos e evangélicos, ambos compartilham a liderança no número de casos de adultério.

No Brasil, embora com quedas significativas nos últimos anos, os católicos são maioria (65%), seguidos pelos evangélicos, que atualmente equivalem a 23% da população. No México, a maioria católica é ainda mais ampla: 83% contra 7,5% dos evangélicos em geral.

Um levantamento feito por um site de encontros para pessoas casadas descobriu que em média, mexicanos e brasileiros que se relacionam fora do casamento mantém seis ou mais amantes por ano.

Para que o estudo tivesse uma abrangência ampla, foram ouvidas 83.598 pessoas usuárias do site Victoria Milan, em 21 países. Em 13 desses países, a média de amantes que as pessoas buscam gira em torno de dois a três por ano, segundo informações do Diário do Aço.

“Os resultados mostram que a maior parte das pessoas procurando algo fora de seu relacionamento estável gostam do mistério e paixão associados a novos namoricos. Elas gostam de apimentar suas vidas sem o compromisso de algo mais sério, explicando assim o descomprometimento para com um mesmo amante por um ano completo, sendo que a maior parte já encontra felicidade em seu relacionamento estável, embora haja sempre exceções, que neste caso são o Brasil e o México”, afirmou Sigurd Vedal, fundador e executivo site.

Entre os brasileiros que frequentam o site à busca de um relacionamento extraconjugal, 38% diz se envolver com 6 ou mais amantes ao longo de um ano; enquanto 29% relatam dois ou três; 21% estimam em quatro ou cinco; e 12% optam por se envolver com apenas uma pessoa fora do matrimônio.

O questionário foi enviado a usuários da Austrália, África do Sul, México, Peru, Brasil, Alemanha, Polônia, Suíça, França, Portugal, Nova Zelândia, Argentina, Espanha, Holanda, Irlanda, Grécia, Bélgica, Áustria, Inglaterra, Itália e República Checa.

A maioria religiosa na maior parte dos países listados acima é cristã, sendo fortíssima a presença da Igreja Católica em vários deles, como Espanha, Itália, Argentina, Irlanda, entre outros. Os protestantes possuem grande representação em locais como Austrália, Reino Unido e Holanda, por exemplo.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Papa Francisco diz que fim da obrigação do celibato “está na agenda” da Igreja Católica

papa-franciscoUma das questões mais delicadas nas tradições católicas é a exigência do celibato para os sacerdotes, que precisam abdicar da possibilidade de construir uma família para seguir o ministério.

O papa Francisco, que já admitiu que a exigência do celibato não é um dogma de fé, mas apenas uma tradição da igreja, voltou a falar no tema essa semana.

Durante uma entrevista concedida na quarta-feira, 19 de fevereiro, o papa afirmou que o fim do celibato é um assunto para o qual ele tem dedicado parte de seu tempo.

“Isso está presente na minha agenda”, disse Francisco aos jornalistas. A possibilidade do fim do celibato obrigatório abre inúmeros debates sobre a liturgia católica, pois atualmente os padres ocidentais que se casam tornam-se impedidos de conduzir celebrações religiosas.

De acordo com informações do iG, a punição aos padres que se casam não é aplicada a padres dos países orientais, onde o rito da Igreja Católica permite que o sacerdote continue em sua função caso se case.

Em outras oportunidades, Francisco já havia dito que nutre um “apreço” pelo celibato, porém entende que o tema precisa ser revisto, afinal, para muitas pessoas parte dos casos de pedofilia e homossexualidade dentro da Igreja Católica se deve a isso.

“A Igreja Católica tem padres casados, católicos ​​gregos, católicos coptas e no rito oriental. Não é um debate sobre um dogma, mas sobre uma regra de vida que eu aprecio muito e que é um dom para a Igreja. Por não ser um dogma da fé, a porta sempre está aberta [à discussão]”, afirmou o papa em maio de 2014, durante a viagem de volta à Roma depois de sua visita a Israel.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Casal divorciado há 43 anos se reconcilia e decide casar de novo: “Deus nos uniu novamente”

Louis-Demetriades-e-Renate-StumpfUm divórcio de 43 anos vai se tornar em um novo casamento, e segundo os noivos, pela interferência de Deus.

O casal trocou alianças pela primeira vez há 56 anos e passaram 13 anos juntos, porém, as dificuldades de convivência os levaram ao divórcio. Ambos seguiram suas vidas, se casaram novamente e ficaram viúvos anos depois.

Agora, ambos com 75 anos de idade, Louis Demetriades e Renate Stumpf voltaram a se encontrar, começaram um namoro e decidiram se casar novamente.

O pedido de casamento foi feito por Louis a Renate em uma loja do Walmart, onde ela trabalha. Num primeiro momento, a noiva não sabia o que dizer, mas logo que caiu em si, disse: “Sim, mas não hoje”.

Louis dirigiu do estado norte-americano do Tennessee até Arkansas, onde a ex-mulher e futura esposa vive, para fazer o pedido.

Em entrevista à rede de TV ABC News, Renate disse que o amor dos dois não acabou durante os 43 anos que estiveram separados: “Quando nos vimos de novo em dezembro passado, então tivemos certeza que ainda nos amávamos. O amor nunca acabou”.

Apesar da grande repercussão, Renate disse que ela e o noivo ainda não iniciaram o planejamento da cerimônia: “Não há pressa na minha idade. Deus nos colocou juntos de novo, e não poderia ser de outra forma depois de todos esses anos”, resumiu.

O casal se conheceu na Alemanha, em 1959. Casaram-se aos 18 anos de idade e agora vão concluir a história de amor que viveram décadas atrás. “Quarenta e três anos [de separação] é muito tempo, então eu não tinha certeza no começo. Mas eu vou me casar com ele porque eu percebi que ele mudou, e para melhor”, finalizou a noiva.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Igreja Universal compara Neymar e Messi a casal e sugere que jogadores “podem salvar casamentos”

messi-e-neymarA Igreja Universal do Reino de Deus usou uma comparação curiosa para aconselhar casais em crise, e sugeriu que a dupla de atacantes do Barcelona, Neymar e Messi, poderiam “salvar o casamento” de muita gente.

A publicação está no site oficial da denominação do bispo Edir Macedo e afirma que existem “três coisas que os dois têm e todo casal deveria ter”.

Para a Universal, a admiração demonstrada por Neymar em relação a Messi quando chegou ao clube catalão foi importante para fazer com que, dentro de campo, os talentos de ambos se destacassem e superassem possíveis vaidades.

“Os dois são talentosos e sabem disso. Admiram-se mutuamente e demonstram isso. Coisas que você e seu cônjuge também devem fazer. Reconhecer o que há de bom no outro e elogiar sempre aquilo que lhe agrada é fundamental em um relacionamento, independentemente de quanto tempo os dois têm estado juntos”, sugere a Universal.

O segundo ponto está ligado ao respeito: “Em todas as entrevistas concedidas pelos dois craques, o respeito que um tem pelo outro é destaque. E assim também deve ser no relacionamento a dois. É necessário que se veja, desde longe, que um respeita o outro. As palavras devem ser medidas, as atitudes pensadas e a seguinte pergunta feita: ‘Isso desrespeitará meu companheiro?’ Se a resposta for sim, não faça”, diz o texto.

Por fim, a Igreja Universal diz que o entrosamento entre o casal deve ser igual ao de Neymar e Messi para que a união funcione: “Pode demorar um pouco a chegar, mas quando o entrosamento aparece, o casal se torna realmente feliz. Não se trata apenas de saber qual sabor de pizza pedir ou qual filme assistir na TV, mas sim da percepção de que um casal divide a vida em todos os momentos”, conclui.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Chefe dos bombeiros foi demitido por acreditar no casamento bíblico e ser contra casamento gay

bandeira_gayRecentemente o chefe dos bombeiros da cidade de Atlanta, Kelvin Cochram, perdeu seu cargo por ter uma opinião a favor do casamento segundo os preceitos bíblicos, e contra o casamento homossexual. A notícia que circula na imprensa norte americana é a de que o prefeito da cidade, Kasim Reed, demitiu Cochram após receber uma denúncia de que um pequeno livro que o chefe dos bombeiros escreveu em seus estudo bíblicos discrimina a comunidade LGBT.

– Impureza é tudo o que é oposto à pureza; incluindo sodomia, homossexualismo, lesbianismo, pederastia, bestialidade, e todas as outras formas de perversão sexual. Homens nus se recusam a ceder, então eles buscam satisfação sexual através de múltiplos parceiros, com o sexo oposto, do mesmo sexo, no sexo fora do casamento e em muitas outras maneiras vis, vulgares e inapropriadas que contaminam o seu corpo-templo e desonram a Deus – diz o texto escrito por Cochram.

Após a demissão de Cochram, cerca de 100 mil pessoas já assinaram uma petição online pedindo para que o prefeito o reestabeleça em seu cargo. O texto da petição, endereçado a Reed, afirma que o prefeito está abrindo mão de seus próprios direitos de liberdade ao aceitar a denúncia feita por “ativistas radicais” do movimento LGBT.

A petição afirma que o prefeito Kasim Reed decidiu intimidar e assediar Kelvin Cochram, enviando uma mensagem para todos os moradores de Atlanta de que ele não vai apoiar os próprios direitos de manter e expressar “seus próprios direitos para manter e expressar seus valores religiosos na praça pública, mas vai vendê-los para fora aos interesses especiais e lobbies poderosos”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Padre responde porque a Igreja Católica não permite o casamento de pessoas “inválidas”

casamento-pessoas-inválidas-igreja-católicaO sacramento do matrimônio é cercado de dogmas e regras em todas as tradições religiosas, inclusive entre as diferentes vertentes do cristianismo. Muitas dessas regras são motivos de polêmica e, muitas vezes, não são compreendidas pela maioria das pessoas. Entre tais regras que motivam polêmica está a da Igreja Católica em não permitir o casamento de uma pessoa “inválida” ou impotente sexualmente.

Em um artigo no site Aleteia, o padre Francesco Romano, professor de Direito Canônico, respondeu a um questionamento sobre o assunto, baseado no fato de recentemente o bispo de Viterbo ter negado a um casal de noivos a possibilidade de casar-se pela Igreja depois que o noivo ficou inválido devido a um acidente.

Em sua resposta, o principal argumento apontado pelo professor é o entendimento do casamento pela Igreja Católica, não como apenas uma união por amor, mas como um “consórcio íntimo de toda a vida, ordenado por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à procriação e educação da prole”.

– O amor natural é uma realidade psicológica muito importante, poderíamos dizer prévia, mas indeterminada, não qualificável nem quantificável. O casamento, de fato, nasce e se funda não sobre um genérico sentimento volúvel, mas sobre o consenso como ato de vontade que duas pessoas manifestam – afirmou Romano.

– Em outras palavras, o casamento não pode depender somente de um sentimento natural como o amor, bastante volúvel e imprevisível por natureza – completou, ressaltando que para os cristãos, o casamento “é um sacramento que transforma os esposos em sinal e participação do mistério de unidade e amor fecundo entre Cristo e a Igreja”.

O padre citou ainda o Código de Direito Canônico para explicar que, por meio do pacto conjugal, os esposos manifestam seu consentimento, ou seja, “constituem entre si o consórcio íntimo de toda a vida, ordenado por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à procriação e educação da prole”.

– Este “consórcio”, como ato voluntário, que o diferencia da união de fato, não tem somente uma extensão temporal, mas expressa o envolvimento total dos dois cônjuges em todas as suas dimensões comunicáveis, tanto no âmbito psicológico como físico, até tornar-se “uma só carne”, de maneira irreversível, até a morte – explica o padre Francesco Romano.

Citando novamente o Código de Direito Canônico, o padre explica que a impotência sexual, de qualquer natureza, “impede a pessoa de realizar a união sexual conjugal”.

– A incapacidade de realizar o ato conjugal impede, além disso, de assumir os atos idôneos para a procriação, à qual, por natureza, o casamento é ordenado – explica o religioso.

Fonte: Gospel +

Publicado em Mundo

Noiva paraplégica caminha para o altar no dia de seu casamento e afirma: “Coloquei minha fé em Deus e andei em público pela primeira vez”

noiva-paraplégica-caminha1A norte americana Tami Martin-Dietrich ficou paralisada da cintura para baixo como consequência de um acidente de carro que sofreu em 1999. Porém, no dia do casamento, ela se levantou e caminhou até o altar. Com um andador debaixo de seu vestido, a noiva de 44 anos de idade desafiou os médicos e andou por 21 metros até encontrar seu noivo, Rob, com os olhos marejados no altar.

O casamento aconteceu no Pavilhão da Disney World Wedding na Flórida e, em declarações à DailyMail.com, Tami descreveu o momento – em que ela surpreendeu os convidados andando pela primeira vez em público em 15 anos – como “mágico”.

– Eu sempre quis caminhar até o altar, mas eu tinha sido avisada [pelos médicos] que nunca mais voltaria a andar. No início, eu pensei que eu iria apenas me levantar para dizer meus votos. Mas no dia, eu pensei: “Eu vou fazer isso” – relatou Tami

– Eu tinha feito de três semanas de fisioterapia intensa, e os fisioterapeutas me ajudaram a me levantar e dar alguns passos. Mas nenhum deles estava disponível no dia do casamento. Então eu coloquei minha fé em Deus e andei, por 21 metros, em público pela primeira vez. Foi uma experiência mágica. Por 15 anos eu não tinha sido capaz de andar e, de repente, eu estava andando pelo corredor em direção a Rob – completou, ressaltando que ninguém esperava por isso e que, naquele momento, “não havia um olho seco” no local.

Para conseguir caminhar até o altar em seu casamento, Tami relata que passou por intensas sessões de fisioterapia e que precisou perder 89 quilos, que havia ganhado após o acidente que a colocou em uma cadeira de rodas.

Rob descreveu o momento em que viu a sua noiva caminhar até o altar como “incrível”.

– Foi incrível. Havia uma grande pressão sobre a Tami, e ela foi incrível. Vê-la entrar pelas portas e caminhar em direção a mim foi incrível – resumiu o noivo.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Kaká e Carol Celico reatam casamento

kaka e carol
Kaká e Carol Celico vivem em clima de lua de mel (Reprodução/ Instagram)

O casal ficou separado por mais de um mês, os motivos não foram revelados.

Na madrugada desta terça-feira (30) o jogador Kaká e a socialite Carol Celico postaram uma foto nas redes sociais mostrando que eles reataram o casamento.

Foram mais de 30 dias separados até que eles resolveram dar uma nova chance para o relacionamento que dura mais de 12 anos. Na legenda da foto Carol escreveu em inglês a frase “felizes para sempre” mostrando um momento de carinho entre eles.

O jogador copiou a mesma imagem e anunciou aos seus fãs de todo o mundo que eles estão juntos e que assim pretendem ficar para sempre.

Os rumores da separação foram difundidos na imprensa desde junho, mas ambos negavam qualquer tipo de crise no casamento até que em novembro uma pequena nota confirmou que eles estavam se separando. Inclusive as exigências judiciais a respeito da guarda das crianças foi publicada por sites e jornais de celebridades.

O casal e os dois filhos, Luca, 5 anos, e Isabela, 3, estão viajando para comemorar o Ano Novo e pelo Instagram mostram que estão juntos desde o Natal quando a família de Kaká e Carol Celico celebram o nascimento de Jesus em uma reunião íntima.

Fonte: Gospel Prime

Publicado em Brasil, Internet, Tecnologia

Pastor cria site de encontros gospel para dar conselhos a quem busca a outra metade; Confira

sexo-cristão-jovens-sexualidade-igreja-anel-de-pureza-virgindadeOs sites de encontros para pessoas que buscam conhecer um companheiro se tornaram populares entre os evangélicos, não apenas pelas facilidades oferecida aos mais tímidos, mas também pelos conteúdos e aconselhamentos oferecidos nesses portais.

O pastor Antônio Júnior, da Igreja Presbiteriana de São Sebastião do Paraíso (MG), trabalha com aconselhamento de casais na internet e se tornou tema central de uma matéria do portal Yahoo! sobre esse assunto.

Júnior é fundador de um site de relacionamento semelhante ao GospelEncontros e disse que sua motivação para a iniciativa foi ter passado por “diversos conflitos internos antes de conhecer a esposa”. Ciente da angústia que é atravessar esse momento de busca por alguém, resolveu ajudar outras pessoas com a mesma dificuldade.

Segundo o pastor, não existe apenas uma pessoa no mundo que seja compatível com quem está à busca de um companheiro (a): “Essa história de alma gêmea vem passando de geração em geração e é muito romântica, porém ela não é bíblica, nem mesmo lógica”, diz Antônio Júnior, que sugere ser possível ir à busca da felicidade ao lado de alguém que seja parecido e que queira trilhar o mesmo caminho, nem que seja através de sites de encontros voltados ao público evangélico.

A escolha, de acordo com o pastor, não é feita por Deus, e sim abençoada por Ele: “Assim como escolhemos nossas amizades, empregos, estudos, devemos também escolher a pessoa com quem queremos nos casar”, frisou Júnior.

Dentro desse conceito, ficar à espera da pessoa certa pode não dar certo, pois é preciso que haja iniciativa: “Você precisa fazer a sua parte, conhecendo novas pessoas e fazendo amizades, para que você possa encontrar alguém que venha se tornar seu parceiro (a) um dia”, orienta o pastor, que lembra a necessidade de haver algo além do amor no relacionamento para que ele dê certo: “Muitas pessoas acreditam que só o amor já é suficiente para ser feliz no casamento, mas as estatísticas mostram que o relacionamento bem sucedido vai além do amor”, conclui.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano

Carol Celico comenta separação de Kaká e agradece fãs que desejam reconciliação

carol-celicoA ex pastora e cantora Carol Celico falou sobre sua separação do jogador Kaká e agradeceu aos fãs que têm mandado mensagens de apoio e manifestado desejo de vê-los juntos novamente.

Em seu perfil no Instagram, Carol publicou uma espécie de desabafo com a situação. No entanto, a repercussão da publicação a levou a deletar a imagem e a mensagem.

“Vocês que admiram, que não julgam, que tentam se colocar no lugar do outro. Os que têm amor, que torcem, choram junto, se alegram comigo… Não tem como não ver, sentir, e não ser eternamente grata, e somente desejar tudo de melhor para cada um de vocês!”, havia escrito a ex pastora da Igreja Renascer em Cristo.

Na sequência, Carol disse que sente-se privilegiada por receber tanto apoio e mensagens positivas. De acordo com o jornalista Aloizio Junior, do site TV Foco, a maioria dos seguidores de Carol na rede social pedem que o casal reate o matrimônio.

“Eu tenho muita honra por receber o carinho de vocês, nos tempos bons, e nos tempos ruins. Não consigo responder a todas as mensagens, não quero responder um, pois seria injustiça com os outros. Também, no dia a dia, é difícil dar tempo de ler tudo”, resumiu Carol.

Separação

Os primeiros rumores da separação do casal surgiu em junho, mas foi prontamente negado. Agora, no começo do mês, a assessoria de Kaká confirmou o fim do relacionamento, mas evitou dar detalhes por se tratar de um assunto pessoal.

Kaká e Carol Celico se casaram há quase nove anos, em dezembro de 2005, numa cerimônia realizada no antigo templo sede da Igreja Renascer em Cristo, numa cerimônia que reuniu diversas celebridades, jornalistas e jogadores de futebol.

Antes do casamento, o casal recebeu atenção especial por conta das declarações de Kaká sobre sua virgindade e a preservação do sexo somente para depois da troca de alianças.

No tempo em que se mantiveram casados, Kaká e Carol tiveram dois filhos: Luca, nascido em 2008; e Isabella, nascida em 2011.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Kaká e Carol Celico são criticados após confirmarem o fim de seu casamento: “Estão distante dos caminhos do Senhor”

fim-casamento-kaka-carol-celico-e1415451804613No início da semana a assessoria de imprensa de Kaká confirmou o fim do casamento do jogador com a ex-pastora e cantora evangélica Carol Celico. A confirmação do fim do relacionamento de nove anos encerrou uma onda de rumores sobre o fim do relacionamento do casal, que vem circulando desde junho desse ano. Pelas redes sociais, seguidores de ambos criticaram o fim do casamento, e afirmaram que eles estão caminhando “distante dos caminhos do Senhor”.

As inúmeras críticas foram feitas principalmente nos perfis de Kaká e Carol Celico no Instagram.

– Carol, que triste ver uma mulher que já pregou a palavra distante dos caminhos do Senhor.. Triste ver um casamento acabando, sabemos o quando isso entristece o coração de Deus.. Que você volte para os braços do pai e que sua vida seja voltada a Ele novamente! Deus te abençoe – lamentou uma das seguidoras de Carol na rede social.

– O que eu percebo nesses anos é que até hoje você ainda não se encontrou como ser humano… Faz uma coisa, faz outra, acredita, desacredita, se esconde nas roupas depois mostra o corpo, enfim – criticou uma seguidora em uma foto que Carol aparece de camiseta preta e short, no Rio de Janeiro.

Entre as muitas mensagens contra o fim do casamento, muitos criticaram também o “mau” testemunho dado pelos dois com o fim de seu casamento.

– Cadê o testemunho de Deus no seu casamento… E os filhos como fica (sic), lamentável!! – esbravejou uma seguidora de Kaká, em uma foto publicada por ele na rede social ao lado dos filhos.

Outra seguidora de Carol afirmou que era dela a culpa pelo fim do relacionamento, afirmando que ela era uma pessoa simples antes de se casar com o jogador, e que ela não teria dado valor ao seu casamento, passando a viver “uma vida de photoshop”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Esporte

Kaká e Carol Celico se separam após nove anos de casamento

Kaka e carolJogador e pastora já haviam passado por uma crise no mês de setembro.

O jogador Kaká e a empresária Carol Celico anunciaram oficialmente hoje sua separação após quase nove anos de casamento. Eles tiveram dois filhos: Luca (6) e Isabella (3).

Ao longo do ano, surgiram vários rumores de que o casal não estava mais junto. Carol admitiu publicamente que a relação passava por uma crise, mas negava a separação. Na entrevista dada à revista Época, em setembro, declarou: “Estamos juntos há 13 anos, começamos muito cedo: eu tinha 18 anos quando casamos, um pouco fora da curva. Qualquer relacionamento – seja de um ano ou 10 – tem crise. E toda crise pode vir para o bem. Aproveitei para surfar a onda e amadurecer como pessoa e no relacionamento”.

Recentemente, Carol lançou em São Paulo a fundação Amor Horizontal. O projeto inicial era apenas um site de doações, mas hoje “São 53 instituições que apoiamos. São 8 mil crianças e adolescentes que já estamos ajudando”, explicou.

Carol é empresária, mas já foi pastora da Igreja Renascer e cantora gospel. Embora continue evangélica, ela rompeu com Estevam e Sônia Hernandes em 2011. Naquele ano, durante entrevista ao programa Show Business, explicou: “Não sinto mais vontade de ir à igreja, não gosto de rótulos. Hoje, sou seguidora de Cristo. O tempo que passamos lá na igreja [Renascer] foi bom, não me arrependo. Aprendi o que devo ou não fazer”.

Afirmou que continua seguindo a Cristo, mas sem pertencer a uma denominação. “Deus me mostrou que posso caminhar com as minhas próprias pernas”

Kaká e Carol casaram-se em 2005, quando ainda bem jovens: ela tinha 18 e ele, 23 anos. Na época, seu casamento teve grande repercussão pois ambos anunciaram que se casaram virgens. Após muitos anos morando na Europa, onde Kaká jogou por Inter de Milão e Real Madrid, voltaram para o Brasil este ano.

Atualmente emprestado para São Paulo, a partir do ano que vem Kaká irá atuar pelo Orlando City, no campeonato dos Estados Unidos.

A última aparição do casal ocorreu dia 26 de outubro. O anúncio da separação foi confirmado em nota pela assessoria de imprensa do jogador nesta segunda-feira, 3:  “Eles estão separados, mas não posso dar nenhum detalhe. É algo particular deles”, dizia a nota.

Fonte: Gospel Prime com informações UOL