Publicado em Brasil, Televisão

Justiça condena Globo a indenizar ex-mulher de pastor demitido da Igreja Universal; Entenda

justicaA ex-mulher de um ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus processou a Editora Globo por conta de uma reportagem da revista Época e a justiça a concedeu ganho de causa em segunda instância, com indenização no valor de R$ 10 mil.

O processo foi movido Jacira Aparecida da Silva, divorciada de Gustavo Alves da Rocha, por causa de uma matéria que a colocava como fonte de algumas informações e declarações contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

Na reportagem, o ex-marido de Jacira fazia acusações contra a Universal, e atribuía a ela falsas declarações sobre supostas irregularidades praticadas por representantes da denominação.

Jacira e Gustavo teriam se conhecido na mansão do bispo Edir Macedo em Nova York, onde ela seria empregada doméstica. Após o casamento “orientado por Macedo”, ele se tornou o pastor responsável pelo recolhimento, contagem e depósito dos dízimos dos fiéis nova-iorquinos da Igreja Universal.

A matéria da revista Época, intitulada “Aprendi a Extorquir o Povo”, de 18 de setembro de 2009, trazia uma série de acusações do ex-pastor, que havia sido demitido poucos meses antes. A denominação rebateu as declarações, negando as acusações do ex-pastor.

O desembargador Alexandre Alves Lazzarini deu ganho de causa a Jacira, dizendo que a postura da revista foi antiética: “Tal conduta, por certo, extrapola o mero exercício do direito de liberdade de informação, já que a reportagem ultrapassa os limites da função jornalística, que é de informar à coletividade fatos e acontecimentos, de maneira objetiva, sem alteração da verdade, resvalando nos direitos de personalidade da autora”, argumentou o juiz.

A revista Época, que alegava ter obtido a confirmação de Jacira sobre as declarações do ex-pastor, pode recorrer da decisão, segundo informações do Brasil Post.

Record

O caso recebeu destaque na emissora do bispo Edir Macedo, e foi tema de uma reportagem onde Jacira negou as afirmações feitas por seu ex-marido.

Fonte: Gospel +

Anúncios
Publicado em Brasil

Negociata estaria impedindo político da Igreja Mundial de assumir mandato, diz jornalista

Valdemiro-Santiago-igreja-mundial-e1421016526483Um imbróglio político está impedindo que o único representante da Igreja Mundial do Poder de Deus na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ) assuma seu mandato.

Milton Rangel (PSD), empresário e primeiro suplente do partido, ocuparia a vaga de André Corrêa, que seria nomeado secretário de Ambiente do governo estadual e se licenciaria do cargo para o qual foi eleito.

No entanto, de acordo com informações do jornalista Lauro Jardim, a pendenga que está impedindo o andamento dos procedimentos é a tentativa de Corrêa de manter seus assessores empregados no gabinete da ALERJ.

“Estava tudo combinado para o empresário Milton Rangel, que ocupa a primeira suplência, entrar na vaga do deputado André Correa, que seria nomeado secretário de Ambiente de Luiz Fernando Pezão. O problema é que Correa quer nomear boa parte do gabinete de Rangel, que não aceita a imposição de jeito nenhum. O impasse não tem dia nem hora para terminar”, publicou Jardim em sua coluna no site da revista Veja.

O apóstolo Valdemiro Santiago foi um dos poucos que declarou apoio a Luiz Fernando Pezão(PMDB), vencedor na última campanha eleitoral. A maioria dos líderes evangélicos se dividiu entre os candidatos Anthony Garotinho (PR), membro da Igreja Presbiteriana, e Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho de Edir Macedo.

No segundo turno,  Valdemiro deu a entender que uma vitória do bispo da Igreja Universal criaria dificuldades para que sua denominação atuasse no Rio de Janeiro: “Estou aqui para uma causa nobre: quero pedir pra você votar 15 nessas eleições. Votar Pezão, pra que eu tenha liberdade de pregar o Evangelho nesse estado, porque estão querendo me privar disso. Conto com você”, disse o líder da Igreja Mundial.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Televisão

Pânico vai fazer piadas com exorcismos de igrejas na TV em nova temporada, diz jornalista

eduardo-sterblitch-poderoso-castigaA nova temporada do programa Pânico na Band vai exibir piadas sobre a prática de exorcismo comuns em programas de TV das igrejas neopentecostais, como por exemplo, a Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo.

Em uma gravação que será realizada no Teatro Municipal de Paulínia (SP) nesta sexta-feira, 20 de fevereiro, os humoristas Eduardo Sterblitch, Carioca, Bola, Carlinhos Mendigo, Diego Becker, Pedrinho e algumas Panicats vão contar com a participação do público no quadro “A Igreja do Poderoso”.

A nova temporada do programa de humor estreia no próximo domingo, 22 de março, na Band, e deverá contar com mais interação do público em gravações semelhantes, segundo informações da jornalista Keila Jimenez, da Folha de S. Paulo.

O personagem Poderoso Castiga é uma representação de uma “entidade divina”, interpretado por Eduardo Sterblitch, e tem nos bordões, como “Mais ou menos, mais ou menos”, uma de suas principais características. “Ele é famoso pela indelicadeza e sinceridade além da conta”, comenta a jornalista.

“No novo quadro, gravado com a participação da plateia local, o Poderoso irá ‘atender’ aos problemas dos ‘fiéis’ presentes. ‘Está com depressão? Perdeu o emprego? Seus pais te batem com melissinha? Votou na Dilma? Problemas com seu time? Venha se reerguer! De mãos dadas conosco para exorcizar as coisas ruins da sua vida!’, fala o personagem”, segundo Jimenez.

Maldição

O Pânico na Band já brincou com temas ligados às igrejas neopentecostais em outras oportunidades. Em uma delas, irritou o apóstolo Valdemiro Santiago, que amaldiçoou a trupe de humoristas.

 “Vocês aí do Pânico que ficam fazendo chacota, estão fazendo chacota de Deus. Deus vai pesar a mão em cima de vocês”, disse o líder da Igreja Mundial, acrescentando que o programa é uma “imundície”.

“Eu não preciso de vocês, eu uso minha fé. Vocês têm de me usar, usar meu nome, usar minha voz para ter audiência. A coisa vai ficar feia para vocês”, ameaçou, dizendo que “enquanto Deus não pesar a mão em vocês, vocês não vão aprender a respeitar a obra”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Pastor diz que a teologia da prosperidade é heresia pregada por falsos profetas

pastor-justin-petersA teologia da prosperidade é uma das vertentes mais influentes no neopentecostalismo e uma das linhas de pensamento mais criticadas pelos cristãos do protestantismo tradicional, por mudar o foco da mensagem do Evangelho, que propõe mudança de caráter, para uma mudança de vida ligada à aquisição de bens materiais.

O pastor e apologista Justin Peters afirmou que a teologia da prosperidade é pregada por falsos profetas: “Benny Hinn, Kenneth Copeland, Joel Osteen, Myles Munroe, Joyce Meyer e outros são todos falsos profetas. O que eles ensinam não é o Evangelho pregado por nosso Senhor Jesus Cristo, mas um ensino que não tem nenhuma base bíblica”, afirmou, elencando os mais conhecidos norte-americanos adeptos dessa vertente.

A declaração de Justin foi feita durante o 2º Encontro Apologético Internacional da Paraíba, realizado pela Igreja Assembleia de Deus Ministério Missão em Campina Grande. No Brasil, os principais nomes pregadores da teologia da prosperidade são o bispo Edir Macedo, o pastor Silas Malafaia, os apóstolos Valdemiro Santiago, Renê Terra Nova e Estevam Hernandes.

Segundo Justin Peters, o ensino de que a prosperidade seria uma manifestação do Evangelho é baseado em uma interpretação equivocada da narrativa bíblica: “Eles [pregadores da ‘teologia da prosperidade’] ensinam que, se fomos criados à imagem e semelhança de Deus, nós também somos deuses, ou temos uma natureza divina. Mas isso não é verdade. Por várias vezes nas Escrituras, vemos Deus sendo enfático ao dizer que é o único Deus, o único Senhor, e que o homem não é igual a Ele. Pensar que temos uma natureza divina é uma blasfêmia”, frisou.

De acordo com informações do site Gospel Prime, Justin Peters também exibiu um vídeo com trechos de pregações em que os principais pregadores da teologia da prosperidade referem-se aos humanos como seres divinos.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cinema, Cotidiano, Filmes, Literatura

Fiéis da Assembleia de Deus protestam contra “50 Tons de Cinza”: “Esse filme vai destruir muitos jovens”

evangelicos-protestam-contra-50-tons-de-cinzaDefinitivamente os evangélicos não permitiram que o filme “50 Tons de Cinza” passasse em branco e alimentaram a polêmica em torno do longa-metragem baseado no best-seller homônimo.

Na última segunda-feira, 16 de fevereiro, aproximadamente 200 fiéis da Assembleia de Deus protestaram contra o filme em Erechim (RS). A ideia dos organizadores era se manifestar contra o sadomasoquismo presente na história erótica da franquia.

“Eu não acho que é saudável como o filme apresenta uma mulher depois da relação, jogada no chão sangrando de machucada. Fica aqui então nossa crítica através da nossa visão de sexualidade. Acho que esse filme vai destruir muitos jovens”, disse o pastor Geraldino Junior, um dos responsáveis pelo protesto.

A ideia de marchar em protesto contra o filme surgiu durante um congresso de jovens realizado nos dias anteriores. Durante o evento, o tema discutido foi “sexualidade saudável, pureza e romance”, segundo informações do G1.

Motivados pelas ideias trocadas durante o evento, os jovens evangélicos se propuseram a confeccionar cartazes e caminhar pelas ruas da cidade gaúcha anunciando Jesus e criticando o filme soft-porn.

Polêmicas e piada

Os livros que deram origem ao filme venderam mais de 100 milhões de cópias ao redor do mundo. Há expectativa de que “50 Tons de Cinza” se torne o filme de maior bilheteria da história, muito por conta da repercussão que está causando.

No Brasil, a maior polêmica envolvendo as críticas de um líder religioso envolveu o bispo Edir Macedo, que publicou em seu blog um artigo que classifica o filme como uma “perversão demoníaca.

O humorista e apresentador Rafinha Bastos aproveitou o episódio para fazer piada com o caso: “O bispo Edir Macedo falou que ’50 Tons de Cinza’ é um filme do demo. Ele pode até estar certo, mas se você quer ver o capeta, não precisa ir até o cinema… é só ligar a TV”, escreveu em sua página no Facebook, fazendo referência à já conhecida tradição da Igreja Universal do Reino de Deus em mostrar exorcismos em seus programas.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Rafinha Bastos faz piada sobre crítica de Edir Macedo a “50 Tons de Cinza”: “Pra ver o capeta é só ligar a TV”

rafinha-bastosO humorista e apresentador Rafinha Bastos fez piada sobre a crítica do bispo Edir Macedo ao filme “50 Tons de Cinza”, que estreou nos cinemas na última quinta-feira, 12 de fevereiro.

O longa-metragem, baseado no livro best-seller homônimo, é considerado um soft-porn e tem classificação indicativa para maiores de 16 anos.

Em seu blog, Edir Macedo publicou um artigo com amplas críticas ao conteúdo do filme, que seria uma apologia à violência sexual contra mulheres inspirada por “demônios da perversão”.

Rafinha Bastos, conhecido por seu humor ácido, brincou com a escolha de palavras do texto publicado pelo líder da Igreja Universal do Reino de Deus: “O bispo Edir Macedo falou que ’50 Tons de Cinza’ é um filme do demo. Ele pode até estar certo, mas se você quer ver o capeta, não precisa ir até o cinema… é só ligar a TV”, escreveu o humorista, se aproveitando da já conhecida tradição da denominação em mostrar exorcismos em seus programas.

A publicação no Facebook trazia ainda um vídeo de 2010 com piadas do humorista sobre o fato de as igrejas neopentecostais terem ocupado a maior parte da grade das emissoras de TV aberta nas madrugadas.

O texto publicado por Macedo e que rendeu piadas de Rafinha Bastos diz que o livro “50 Tons de Cinza” descreve “momentos ‘picantes’ em detalhes, arrastando seus leitores para um tipo de inferno emocional. Depois de tais episódios sexuais, a mulher é deixada sangrando e tão machucada que mal consegue se mexer”.

De acordo com informações do G1, bombeiros de Londres, na Inglaterra, relataram um aumento de acidentes sexuais após a estreia do filme, e lançaram uma campanha chamada “50 Tons de Vermelho”, alertando sobre os riscos de se machucar ao inventar estripulias sexuais. Entre os casos mais bizarros registrados, estão pessoas que prenderam o pênis em torradeiras, aspiradores de pó e garrafas PET.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano

“Carnaval, desculpe, mas escolho Jesus”, diz Andressa Urach após assinar contrato com a Record

andressa-urach-templo-de-salomaoA modelo e apresentadora Andressa Urach, recentemente convertida e batizada na Igreja Universal do Reino de Deus, decidiu abrir mão do carnaval deste ano e informou aos fãs que havia escolhido Jesus.

“Desculpa carnaval, mas eu escolho Jesus! Uma felicidade que não acaba em 4 dias! Serei eternamente grata!!! Coríntios 17 ‘Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo’. Sem Deus eu cheguei aqui… Com ele vou arrebentar!”, escreveu a modelo na legenda de uma foto publicada em seu perfil no Instagram.

A foto mostra Andressa e o filho em uma sala de cinema para assistir ao filme “Bob Esponja – Um Herói Fora d’Água”.

Em recente entrevista à TV Folha, Andressa Urach afirmou que está redirecionando sua vida: “Não pretendo mais usar nenhum tipo de roupa vulgar. Eu estou me desintoxicando daquela velha Andressa. Ela ainda existe dentro de mim, como se fosse uma droga”, pontuou.

Andressa ficou conhecida por ser vice-campeã do concurso Miss Bumbum, e posteriormente, divulgar seu affair com o jogador português Cristiano Ronaldo. Nesse intervalo, foi contratada pela Rede TV!, e no carnaval passado chegou nua ao Anhembi para desfilar. Na Copa do Mundo, foi à concentração da Seleção de Portugal com os seios à mostra, para gravar uma matéria para a emissora.

Agora, após ficar entre a vida e a morte depois de uma infecção nas pernas por conta da injeção de hidrogel nas coxas, a modelo se converteu ao Evangelho e passou a frequentar a Universal.

Depois de sua recuperação inicial, Andressa pediu demissão da RedeTV! e assinou contrato com a TV Record, emissora do bispo Edir Macedo, de acordo com informações do site O Fuxico. A Universal tem dado destaque ao testemunho de conversão da modelo, e divulgou um vídeo do relato de Andressa aos fiéis em sua visita ao Templo de Salomão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Literatura

Pastor diz que para o sexo ser bom no casamento não precisa ser igual a “50 Tons de Cinza”

50-tons-de-cinza1O filme “50 Tons de Cinza”, que adapta o romance do livro homônimo às telonas e estreou nos cinemas na última quinta-feira, 12 de fevereiro, vem causando grande celeuma no meio evangélico.

Líderes evangélicos críticos ao filme se amontam, e no Brasil, o bispo Edir Macedo publicou artigo que classifica o filme como uma trama “inspirada por demônios da perversão” e que pretende fazer apologia à violência sexual.

O pastor Craig Gross, fundador do site bestsexlifenow.com (“melhor vida sexual já”, em tradução livre), diz que a mensagem sobre sexo do filme levou algumas pessoas a acreditar que é necessário recorrer a extremos para que o sexo seja prazeroso, além de fomentar a indústria de acessórios de sexo.

“Muitos casais se sentem presos em vidas sexuais sem brilho, mas as fantasias apresentadas em ‘50 Tons de Cinza’ parecem algo inatingível”, disse o pastor Gross, acrescentando que “as pessoas podem ter muito sexo no casamento e experiências de verdadeira intimidade sem tomar as medidas extremas retratadas no filme”.

No site bestsexlifenow.com, Gross e um parceiro ministerial, Dave Wills, produzem vídeos que abordam as questões principais sobre o quarto dos casais cristãos. O pastor destacou que muitas questões sobre o uso de brinquedos e acessórios no sexo de casais cristãos foram enviadas ao site a partir da leitura do livro que inspirou o filme.

“Com a atenção que ’50 Tons’ tem obtido, muitos casais estão curiosos sobre que tipo de comportamento sexual é permitido para eles”, disse Gross ao Charisma News. “Contanto que seja dentro de um casamento e seja uma coisa que você queira tentar, não há nada na Bíblia que diz que você não pode. No entanto, há perigos quando você começar a se envolver em comportamentos extremos”, acrescentou o pastor.

Craig Gross tem um trabalho ministerial voltado à área da sexualidade. Ele foi um dos co-fundadores do site xxxchurch.com , que ministra a pessoas viciadas em pornografia ou imersos na indústria pornô.

Nesse meio, ouviu muitos relatos sobre o aumento do interesse por acessórios após o surgimento do livro. “É ótimo se divertir no quarto com o seu cônjuge, mas quando fica sombrio ou prejudicial, isso é um nível totalmente diferente. Se você ama o seu cônjuge, questiono por que você iria querer prejudicar ou degradá-lo”, pontuou o pastor. “A grande notícia é que você não tem que se envolver em tais comportamentos a ter uma vida sexual excitante”, resumiu.

“O sexo é um dom de Deus, que traz intimidade e conexão para o casamento. Ele foi criado para você mostrar seu amor para seu companheiro, e quanto você o estima”, concluiu.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Silas Malafaia estaria querendo fazer as pazes com Edir Macedo, diz jornalista; Pastor nega

pastor-silas-malafaia2O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), publicou um vídeo no último fim de semana falando sobre questões diversas ligadas ao meio evangélico.

O vídeo traz uma espécie de mea-culpa, pois o pastor diz que “é feio julgar uma pessoa você julgar uma pessoa por um ato errado”, e acrescenta que é natural do ser humano cometer injustiças: “Julgamos os outros com o pior que temos, e julgamos a nós mesmos com o melhor que temos”.

Mais à frente, Malafaia menciona o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, e sua antiga relação com ele, na época em que ele foi preso.

“Eu me lembro quando tentaram armar uma perseguição contra a Igreja Universal, que botaram o bispo Edir Macedo na cadeia […] Eu posso ter diferenças, mas a verdade não me peça [para omitir] porque eu tenho diferença com alguém. É normal. Paulo teve diferença com Pedro, com Barnabé. Isso é ser humano. Eu tenho discordâncias com vários líderes, e eles comigo. É um direito. Não os odeio. Botaram o cara [Macedo] na cadeia por pura molecagem. Eu fiquei tão indignado de ver aquilo… Parti pra dentro na TV. Sabe o que me disseram? ‘Malafaia, tu tá ferrado’”, relembrou o pastor.

Na sequência, Malafaia acrescentou que não se arrepende do episódio ocorrido há 23 anos: “Eu posso ter a minha diferença que é normal. Só no céu vai haver perfeita harmonia. Algumas coisas da minha vida, se eu voltasse atrás, não faria. Mas se tem uma coisa que eu faria, era defender eles [a Igreja Universal] de novo.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, o vídeo do pastor teria sido “interpretado por muitos evangélicos como uma tentativa de amenizar as críticas feitas a Edir Macedo durante a campanha ao governo do Rio de Janeiro”, quando “Malafaia desceu a borduna no bispo no horário eleitoral gratuito e bateu boca com Marcelo Crivella em um debate promovido por VEJA” na capital fluminense.

No entanto, o próprio jornalista adicionou a informação de que a especulação sobre as motivações do pastor para fazer o vídeo são infundadas: “Malafaia nega que esteja querendo levantar uma bandeira branca para Edir Macedo”, escreveu Jardim.

Ao final do vídeo, Malafaia diz que “estamos vivendo um momento muito delicado” no país, e que “precisamos orar” pela nação: “Na época da eleição, eu botei pra quebrar contra o governo. [O PT] ganhou a eleição? Eu tenho que orar. Não tem jeito, gostando ou não, você tem que orar. É o que a Bíblia manda. Não queremos ver o Brasil no caos”.

Fonte: Gospel +

Publicado em Literatura

Bispo Edir Macedo: doutrina de 50 Tons de Cinza é inspirada por “demônios da perversão”

50-tons-de-cinzaO bispo Edir Macedo entrou para a lista dos críticos vorazes do livro Cinquenta Tons de Cinza, e publicou um artigo descrevendo a história como uma obra demoníaca e perversa.

O filme baseado no livro estreia nos cinemas brasileiros amanhã, 12 de fevereiro. No Brasil, a data não possui grande significado, mas em muitos países é véspera do Dia dos Namorados, ou o “Valentine’s Day”. Em contrapartida, a estreia por aqui acontece em clima de carnaval.

O texto publicado pelo líder da Igreja Universal do Reino de Deus foi escrito pela colaboradora Evelyn Higgibotham. Nele, a autora diz que especialistas em literatura “consideram esse o pior livro de todos os tempos a entrar para a lista dos mais vendidos do New York Times”.

O texto diz ainda que “além do tema repugnante, o estilo e a trama pobres fazem do livro uma verdadeira piada ao lado de verdadeiras obras de literatura”, e questiona: “Como pode um livro que todos consideram horrível se tornar um fenômeno financeiro? É simples: demônios da perversão”.

Cinquenta Tons de Cinza ficou conhecido como um livro “pornográfico para donas de casa”, e o filme deverá seguir uma linha próxima a isso, de acordo com informações divulgadas em sites especializados em cinema.

“O livro descreve e exalta cada um desses momentos ‘picantes’ em detalhes, arrastando seus leitores para um tipo de inferno emocional. Depois de tais episódios sexuais, a mulher é deixada sangrando e tão machucada que mal consegue se mexer. Mas ela o ‘ama’, e no último livro da trilogia, se casa com ele”, resume o artigo publicado no blog do bispo Macedo.

De acordo com a publicação, Cinquenta Tons de Cinza prega que “as mulheres devem encarar o abuso e a violência como algo nobre e corajoso”, em uma espécie de investimento futuro para o relacionamento.

No entanto, no Brasil e em outros países, a lógica do romance ficcional é criticada e vista como apologia à violência sexual contra a mulher. E o texto publicado por Edir Macedo vai na mesma linha de entendimento.

“Qualquer assistente social ou psiquiatra concordaria que este é um quadro típico de abuso: a mulher ama um homem que é perigoso. Ela tem baixa autoestima. Ele a domina, ameaça e manipula. Ela se sente desejada e importante e tolera a violência porque acredita que pode ‘salvá-lo’. Na vida real, muitas dessas histórias acabam em morte. Os boletins de ocorrência são provas disso”, argumenta.

Por fim, o texto frisa o ponto de vista espiritual para reprovar a leitura ou a audiência ao filme: “Cinquenta Tons de Cinza se tornou a nova fórmula de realização no casamento. As pessoas acreditam que precisam experimentar formas cada vez mais excitantes e pervertidas de prazer sexual para serem felizes, e quanto mais se aprofundam nessas experiências, mais os demônios da depravação invadem suas vidas e destroem suas famílias. É uma doutrina que glorifica a excitação sexual sem amor, sem carinho, sem dar, sem Deus – o egoísmo e a dor dão mais prazer. É inacreditável, mas até mesmo os cristãos estão se deixando levar por essa doutrina”, pontua.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Internet, Televisão

Após processar Igreja Universal, Xuxa deixa a Globo e assina com a Record; Acordo virou piada na internet

xuxaA TV Record acertou a contratação da apresentadora Xuxa Meneghel, 51 anos, e deverá pagar à “rainha dos baixinhos” a bagatela de R$ 1 milhão por mês, segundo especulado por especialistas em televisão. O contrato, com duração de três anos, será válido até o fim de 2017.

Com o acordo, Xuxa deixa a TV Globo após 30 anos, e se prepara para estrear na emissora do bispo Edir Macedo. A curiosidade é que Xuxa e a Igreja Universal do Reino de Deus já se enfrentaram nos tribunais, com vitória da apresentadora.

O processo havia sido movido por Xuxa porque o jornal Folha Universal havia publicado uma matéria acusando a apresentadora de ter vendido sua alma ao diabo. Em 2011, a Justiça deu ganho de causa a Xuxa e condenou a denominação de Edir Macedo a indenizá-la em R$ 150 mil.

De acordo com informações do jornalista Ricardo Feltrin, do portal Uol, Xuxa tinha contrato com a Globo até 2017, porém haviam cláusulas que permitiam o rompimento do acordo sem multa.

Atualmente fora do ar, Xuxa teria um salário de aproximadamente R$ 200 mil mensais da emissora da família Marinho, que tentou segurar a apresentadora, mas não encontrou espaço na grade de programação.

A Record – que tem boa parte de sua receita oriunda dos horários que aluga para a Igreja Universal – deverá expor sua nova contratada ao máximo. Segundo Feltrin, a emissora prepara um programa diário para Xuxa, e também um semanal. “Trata-se da maior contratação também da gestão de Marcelo Silva, que substitui [o bispo] Honorilton Gonçalves na vice-presidência artística da casa”, escreveu Feltrin.

Retaliação

Recentemente Xuxa assinou novo contrato com a gravadora Som Livre, gravadora do Grupo Globo. De acordo com Lauro Jardim, a empresa poderá retaliar a “rainha dos baixinhos” por conta da mudança de emissora. “A Som Livre não se compromete a divulgar mais artistas que fecham com concorrentes. Foi assim, por exemplo, quando a dupla de palhaços Patati Patatá fechou com o SBT no passado”, publicou o colunista da revista Veja.

Piadas

Assim que a notícia de que Xuxa e Record haviam chegado a um acordo, várias piadas surgiram nas redes sociais. Em uma delas, as famosas paquitas dapresentadora aparecem vestida com a camisa do “Exército de Jesus”. Confira abaixo:


Novo uniforme das Paquitas na Record! #XuxaNaRecord pic.twitter.com/WSBRHcbKlW

— Cleycianne (@Cleycianne3 fevereiro 2015


 

2015 não anda nada fácil para Satanás, em apenas 3 dias ele perdeu Andressa Urach e Xuxa para o Senhor! Manda mas que ta pouco Deus!

 

— Cleycianne (@Cleycianne3 fevereiro 2015


 

CHORA SATANÁS!! pic.twitter.com/4U7wsW98Qo

— Cleycianne (@Cleycianne3 fevereiro 2015


Vazou a capa do novo CD da Xuxa na Record pic.twitter.com/KIxM3lUtMB

— Tia Simone Sexóloga (@SimoneSexologa) 4 fevereiro 2015


 

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Televisão

Rede Record usa jornalismo para fazer propaganda da Igreja Universal, afirma jornalista

rede-record-Igreja-UniversalA relação entre a Rede Record e a Igreja Universal do Reino de Deus é constantemente motivo de controvérsia e polêmicas. A denominação religiosa é liderada pelo Bispo Edir Macedo, que é proprietário da rede de televisão, e essa proximidade é questionada por muitas pessoas, como o jornalista Flávio Ricco, que afirma que “a Record continua insistindo em misturar televisão com religião”.

O motivo da mais recente crítica feita por Ricco foi uma reportagem de 26 minutos exibida pelo “Domingo Espetacular”, que teve como tema central “como as pessoas conseguem se livrar do vício das drogas”.

– Meio que sorrateiramente, a Record continua insistindo em misturar televisão com religião, mesmo quando a ocasião não é a mais propícia – afirmou o jornalista, que classificou a reportagem como “outra clara tentativa de enfiar a IURD goela abaixo do telespectador”.

– Uma “reportagem”, com 26 minutos de duração – por favor, não há erro de digitação: foram 26 minutos mesmo – mostrou como “as pessoas conseguem se livrar do vício das drogas”. E isto depois de intensas chamadas em todo o final da semana, tentando despertar o quanto possível a atenção daqueles que lamentavelmente convivem com o problema – declarou Flávio Ricco.

Em sua coluna no portal UOL, o jornalista afirmou ainda que a reportagem exibida pela Rede Record “não passava de mais uma propaganda da Universal ou do trabalho de um de seus bispos, Rogério Formigoni, citado no vídeo como teólogo”.

– Em nenhum momento houve a tentativa de querer disfarçar alguma coisa. Foi tudo na cara dura mesmo, inclusive com tomadas dentro de uma igreja. Se ainda na Record faltava infiltrar religião no jornalismo, não está faltando mais – completou o jornalista.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil

Loja Maçônica inclui nome do bispo Edir Macedo entre os “110 maçons ilustres”; Universal nega

bispo-Edir-MacedoA inserção do nome do bispo Edir Macedo numa lista de “110 maçons ilustres” levou a Igreja Universal do Reino de Deus a se posicionar sobre o assunto, negando que seu fundador integre a fraternidade que forma uma sociedade discreta e cercada de especulações.

Uma nota publicada no portal da denominação diz que a lista divulgada no site da “Loja Maçônica Mestre Chico Abílio n. 4246” é mentirosa, e que a denominação realizou uma “notificação extrajudicial” solicitando a retirada do nome de Edir Macedo da lista de “maçons ilustres”.

A lista publicada em formato PDF (confira aqui) também inclui o nome do pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Anteriormente, Malafaia já havia negado que fosse membro da maçonaria.

“A Igreja Universal do Reino de Deus notificou a “Loja Maçônica Mestre Chico Abílio n. 4246”, do Estado do Piauí, para que o nome do bispo Edir Macedo seja retirado, no prazo de 24 horas, de uma lista intitulada “Maçons do Brasil – 110 Maçons Ilustres do Grande Oriente do Brasil”. O documento, publicado no portal da instituição, incluiu, mentirosamente, o bispo Macedo na relação de membros do grupo. De acordo com a Notificação Extrajudicial, a propagação da informação de que o líder da Universal seria maçom ‘causa danos à sua imagem e honra perante seus fiéis, diante da incompatibilidade das filosofias pregadas’ pela Igreja Universal e a Maçonaria”, diz o texto publicado no site oficial da denominação.

O bispo Edir Macedo é atualmente o maior vendedor de livros do Brasil, com a trilogia autobiográfica “Nada a Perder”, coescrita com o jornalista Douglas Tavolaro e publicada pela editoral Planeta.

Proprietário da Rede Record, o bispo fundador da Igreja Universal foi considerado o líder religioso brasileiro mais rico do país pela revista Forbes, com patrimônio pessoal estimado em aproximadamente US$ 1 bilhão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cultura, Literatura

Nada a Perder 3: último volume da biografia de Edir Macedo arrecadou R$ 3,7 milhões em uma semana

Nada a Perder 3O bispo Edir Macedo se tornou um dos campeões de vendas de livros no Brasil, e o terceiro livro de sua biografia alcançou uma arrecadação de R$ 3,7 milhões na semana retrasada.

Esse valor foi alcançado em apenas uma semana de vendas e representa 15% do total de R$ 24,6 milhões arrecadados pelas livrarias com as vendas no período, de acordo com informações do Instituto Nielsen.

Os números superlativos da venda do terceiro volume da biografia do fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, escrito pelo jornalista Douglas Tavolaro, diretor de jornalismo da TV Record, colocaram o bispo como o primeiro colocado na lista de títulos de não-ficção.

“Nada a Perder 3, de Edir Macedo, ocupa o primeiro lugar da lista dos mais vendidos de não-ficção de VEJA, mas quem for investigar mais a fundo perceberá que o terceiro volume da autobiografia do bispo é muito mais do que isso em termos de números. De acordo com uma pesquisa do instituto Nielsen, na semana retrasada os 113 000 exemplares vendidos de Nada a Perder 3 representaram 15% do total faturado pelas livrarias brasileiras. Dos 24,6 milhões de reais de vendas totais, o livro do bispo faturou 3,7 milhões de reais”, noticiou o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna Radar Online.

Edir Macedo já vendeu, ao todo, 4 milhões de exemplares de seus livros, e em 2014, o bispo ocupa a lista dos 20 títulos mais vendidos com dois títulos: o segundo episódio da série Nada a Perder, “Meus Desafios Diante do Impossível”, que somam mais de 85 mil exemplares vendidos ao longo dos dez primeiros meses do ano; e o recente lançamento do capítulo final da trilogia biográfica já ultrapassa a casa dos 200 mil exemplares vendidos.

Segundo o jornalista Euler de França Belém, colunista do Jornal Opção, Macedo vem disputando com o escritor Paulo Coelho o título de maior vendedor de livros do país, embora a “disputa” e o “título” são informais, e a medição é realizada através dos números consolidados pelas editoras.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano, Televisão

Silvio Santos pede homenagem ao bispo Edir Macedo no Conexão Repórter, diz jornalista

silvio-santosO bispo Edir Macedo será homenageado pelo SBT a pedido do empresário e apresentador Silvio Santos, dono da emissora.

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da TV Record será o tema de uma reportagem do programa jornalístico Conexão Repórter, apresentado por Roberto Cabrini.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco publicadas no jornal Diário de S. Paulo, o pedido para homenagear o bispo da Universal foi feito por Silvio Santos diretamente a Cabrini. Numa ligação telefônica, Silvio teria pedido ao apresentador que fizesse uma reportagem sobre o líder religioso abordando toda sua trajetória de vida até a inauguração do Templo de Salomão.

Silvio Santos  também teria pedido a Cabrini para produzir outras duas matérias especiais no mesmo teor: uma sobre a biografia de Roberto Marinho, fundador do Grupo Globo e já falecido; e uma sobre Johnny Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, e seu pai, João Jorge Saad, fundador da emissora paulista e falecido em 1999.

O apresentador teria dito ao jornalista Roberto Cabrini que nutre grande admiração por esses empresários, que foram um dos pioneiros no ramo da comunicação no Brasil e que são seus concorrentes.

Templo de Salomão

Silvio Santos é judeu e fez reiterados elogios a Edir Macedo pela iniciativa de construir uma réplica em escala aumentada do Templo de Salomão em São Paulo. Para o proprietário do SBT, a ideia de construir o megatemplo pode ser considerada “única”.

A obra durou pouco mais de quatro anos e teve um custo total de R$ 685 milhões, que foram arrecadados a partir de doações de fiéis da Igreja Universal.

O Templo de Salomão tem capacidade para 10 mil pessoas sentadas, e as pedras usadas no revestimento da fachada foram importadas de Israel, para emprestar semelhança arquitetônica das edificações erguidas no país ao megatemplo da Universal.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Política

No Rio, Valdemiro Santiago anuncia apoio a Pezão contra Marcelo Crivella, sobrinho de Edir Macedo

valdemiro-santiagoO apóstolo Valdemiro Santiago, rival declarado do bispo Edir Macedo, declarou voto em Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição ao governo do Rio de Janeiro. Pezão enfrenta o senador Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da Igreja Universal e sobrinho de Macedo.

Um vídeo com o apoio do líder da Igreja Mundial do Poder de Deus foi publicado por Pezão em sua página no Facebook. “Por um governo que olhe pra todos, o Rio de Janeiro se une. Estamos mais fortes a cada dia. Ao lado do Pezão tem lugar pra todos os times, todas as opiniões e todas as crenças. Muito obrigado pelo apoio, Apostolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus”, escreveu o candidato.

Em seu depoimento, Valdemiro deu a entender que uma vitória do bispo da Igreja Universal criaria dificuldades para que sua denominação atuasse no Rio de Janeiro: “Estou aqui para uma causa nobre: quero pedir pra você votar 15 nessas eleições. Votar Pezão, pra que eu tenha liberdade de pregar o Evangelho nesse estado, porque estão querendo me privar disso. Conto com você”, disse o líder da Igreja Mundial.

Clique aqui e assista.

Malafaia contra Pezão

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) criticou duramente a estratégia de campanha do candidato à reeleição em tecer críticas à Igreja Universal do Reino de Deus.

Segundo informações do jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, Malafaia ficou indignado com os ataques à denominação do bispo Edir Macedo: “Silas Malafaia, que o PMDB dava como certo no apoio a Pezão no segundo turno, ficou revoltado com a campanha feita contra a igreja Universal. Mandou na lata para quem quisesse ouvir que ‘o marqueteiro do Pezão é um idiota’”, informou Jardim.

Silas Malafaia e Marcelo Crivella bateram boca durante um debate recentemente, e devido à troca de gentilezas entre os dois, era esperado que o pastor apoiasse Pezão.

Fonte: Gospel +

Publicado em Brasil, Cotidiano, Política

Em debate no Rio, Crivella e Pezão trocam ataques e provocações sobre o bispo Edir Macedo

bispo-marcelo-crivella-luiz-fernando-pezaoNo primeiro debate do segundo turno na eleição para o governo do Rio de Janeiro, o bispo Edir Macedo se tornou o centro de uma troca de acusações e provocações entre os candidatos Luiz Fernando Pezão (PMDB) e Marcelo Crivella (PRB).

Crivella é sobrinho de Macedo e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, denominação que foi fundada e é liderada pelo tio.

Ciente disso, o candidato à reeleição Luiz Fernando Pezão se valeu da informação para provocar o concorrente, dirigindo-se a Crivella como “bispo” e o atacou dizendo que a Universal politiza as reuniões para influenciar fiéis.

“Infelizmente se mistura política com religião na sua organização”, atacou o governador, aproveitando uma pergunta feita pelo pastor Silas Malafaia a Crivella sobre sua ligação com a denominação de Edir Macedo.

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) era um dos convidados do debate organizado pela revista Veja, Universidade Estácio de Sá e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio de Janeiro.

Em sua resposta, Crivella aproveitou para criticar a administração de Pezão e seu antecessor, Sérgio Cabral, e explicou que os líderes religiosos só se envolvem com política porque as autoridades demonstram incompetência.

 “Fato é que o povo vai buscar nas representações de origem religiosa e nas Forças Armadas o que não está encontrando nos quadros civis. Então o povo lança mão de líderes evangélicos e também de quadros das Forças Armadas”, argumentou o bispo da Universal.

O senador também criticou a estrutura política do PMDB no Rio de Janeiro, e afirmou que se Pezão for eleito, ele não terá autoridade plena: “Acho o Pezão uma pessoa sincera. Minha preocupação é o que está por trás. Pezão não manda na sua campanha e não vai mandar no seu governo”, disparou Crivella.

Fonte: Gospel +