Publicado em Brasil, Esporte

Convertido, Maguila fala sobre sua saúde debilitada: “A luta só para quando a gente morre”

maguilaO ex pugilista Adilson Rodrigues, o Maguila, 56 anos, falou sobre sua luta contra o Alzheimer e a importância que a fé tem em sua caminhada de vida.

A esposa de Maguila, Irani Pinheiro, resolveu falar sobre o estado de saúde do antigo boxeador após meses de sua internação. “Foi o momento que Deus escolheu, e a gente vai abrir isso para todo o público, e mostrar para o povo brasileiro continuar orando, porque essa força vem de Deus e o impossível é para Ele, não é para nós. E eu tenho certeza que Ele vai fazer o melhor”, disse Irani ao programa Domingo Show, da TV Record.

O apresentador Geraldo Luís fez uma homenagem ao ex atleta durante o programa, classificando como um dos “grandes heróis” do esporte brasileiro.

Além do Alzheimer, Maguila sofre com uma doença apelidada de “demência pugilística”, causada pelos incontáveis socos sofridos durante os combates e treinamentos.

Maguila afirmou que a inspiração para continuar lutando contra a doença vem de sua trajetória no esporte: “A luta só para quando a gente morre. Enquanto eu estiver vivo, eu estou lutando. Quero viver muito. Campeão é campeão, eu não paro de lutar”. Assista aqui.

O Evangelho

Sua esposa destacou que tem, ao lado dele, buscado entender os propósitos de Deus: “Cada um tem que passar por uma coisa nessa terra. Sei que o Maguila foi escolhido por Deus, e venceu. Algum sinal Deus está mostrando pra gente através dessa fase que estamos passando”, disse Irani.

A conversão de Maguila aconteceu em 2004, quando o ex pugilista passou a frequentar a Congregação Cristã no Brasil e lá foi batizado. O contato com o Evangelho veio através da esposa.

Numa entrevista concedida em 2011, o ex atleta contou que tinha uma visão preconceituosa da comunidade evangélica. “A primeira pessoa da família a ir em uma igreja evangélica foi minha esposa, isso há muito tempo. Depois foi meu filho Adilson Jr. Eu até nem gostava muito de crente, achava que eles eram muito arrogantes, muito certinhos e cheio de pose, mas um dia fui à igreja, vi, ouvi, fiquei e me batizei. E estou lá até hoje”, disse ao Jornal Palavra.

Na ocasião, disse que busca a Deus e lê a Bíblia Sagrada, mas tenta se manter longe da embriaguez da religião: “Olha não sou fanático. Não quero servir de exemplo para ninguém. Jesus é quem garante a salvação. Ele é quem deve ser o maior exemplo. Eu sou o mesmo Maguilão”.

Em abril do ano passado, a esposa do ex pugilista fez um apelo público pedindo orações pelo estado de saúde do marido, pois seu estado de saúde estava muito debilitado.

Fonte: Gospel +

 

Anúncios

Autor:

Jornalista por profissão e discípula por vocação com o compromisso de ser relevante para o Reino de Deus!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s