Foto: Getty
Foto: Getty

Seis países africanos enviaram representantes para uma reunião no Níger para pensar em estratégias para acabar com os ataques terroristas.

No último domingo (18) o grupo radical Boko Haram atacou o vilarejo de Mabass – divisa de Camarões com a Nigéria – sequestrando 80 pessoas, sendo 50 crianças com idades entre 10 e 15 anos de idade.

O governo camaronês, através de seu porta-voz, confirmou os ataques, os sequestros e ainda informou que pelo menos três pessoas foram mortas pelos terroristas.

Com este ataque nos Camarões e os ataques neste final de semana no Níger, alguns países africanos se reuniram em Niamey – capital do Níger – para discutir estratégias contra os terroristas.

Os ministros da defesa dos países Benin, Camarões, Guiné Equatorial, Níger, Nigéria e Chade se encontraram com representantes da Alemanha, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia para tentar encontrar soluções para este problema.

Desde 2009 o Boko Haram tem tentado implantar a sharia na Nigéria, atacando vilarejos, matando cristãos, destruindo igrejas, incendiando vilas e deixando um rastro de destruição pelo país. Com informações IG

Fonte: Gospel Prime

Anúncios