Publicado em Mundo

Prefeita lésbica quer censurar sermões sobre homossexualidade e identidade de gênero nas igrejas

annise-parker-houston-mayorA perseguição aos cristãos nos Estados Unidos ganhou um novo capítulo essa semana, com a tentativa da prefeita da cidade de Houston, no Texas, de censurar os sermões que os pastores pregam sobre a homossexualidade.

A prefeita da cidade, Annise Parker, que é lésbica, quer que os pastores submetam seus sermões sobre homossexualidade ou identidade de gênero a uma avaliação prévia. A proposta absurda foi feita depois que uma lei que permite que homens e mulheres usem banheiros destinado ao sexo oposto se tornou alvo de inúmeros protestos.

“As ações do Conselho Municipal de Houston exigindo que os pregadores modifiquem seus sermões é muito mais do que um assalto à pregação e moralidade bíblica. É mais do que uma questão de direitos dos homossexuais. É um ataque direto contra os padrões morais absolutos e confiáveis ​​de medida e valor, e o próprio conceito de um Criador Deus Pai, que pode ser confiado para fornecer sabedoria e direção para aqueles que Ele ama. O Conselho está redefinindo a liberdade, que é um direito de qualquer pessoa a viver da forma que escolher, independentemente da vontade de Deus, ou de razoáveis ​​cidadãos responsáveis”, criticou James Robison, fundador da entidade Life Outreach International, em um artigo publicado pelo Charisma News.

Para Russell Moore, presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, o caso é uma tentativa de interferência do Estado em instituições religiosas, o que contraria a Constituição do país: “A separação entre Igreja e Estado significa que vamos dar a César o que é de César, e iremos. Mas a pregação da Igreja de Deus não pertence a César, e não vamos entregá-la a ele. Agora não. Nem nunca”, escreveu no artigo “Houston, nós temos uma Constituição”.

Os advogados da entidade Alliance Defending Freedom entraram com uma moção em um tribunal do Texas para parar a tentativa da cidade de Houston de intimar e censurar os sermões e outras formas de comunicação utilizadas pelos pastores.

Fonte: Gospel +

Anúncios

Autor:

Jornalista por profissão e discípula por vocação com o compromisso de ser relevante para o Reino de Deus!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s