aecio-neves1O candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) comemorou o anúncio oficial de Marina Silva (PSB) em apoio à sua candidatura no segundo turno das eleições presidenciais, e afirmou que agora representa a vontade de mudança dos brasileiros.

“Hoje é um dia glorioso para a nossa campanha. Recebo com muita honra e responsabilidade o apoio de Marina Silva. A partir de agora somos um só corpo, um só projeto”, disse o candidato, antes de acrescentar que sua candidatura “não é de um só partido ou de uma só aliança, mas de todos aqueles que desejam mudança e a volta da decência na política brasileira”.

As declarações foram feitas em Aparecida do Norte (SP), após Marina anunciar seu apoio a ele. A visita de Aécio à cidade do interior de São Paulo aconteceu por conta das comemorações do dia de Aparecida, padroeira dos católicos no Brasil.

Aécio Neves disse que já sabia da decisão de Marina desde o dia anterior, quando conversou com ela por telefone, mas respeitou o tempo da ex-senadora e deixou para ela fazer a revelação de sua escolha. “Apenas não cabia a mim, é claro, fazer essa revelação. Marina tem seu tempo, que nós respeitamos e agradecemos”.

O ex-governador de Minas Gerais disse que não pedirá a Marina que suba em seu palanque na reta final do segundo turno: “Já é motivo de muita alegria seu apoio público. Não é hora de fazer mais exigências e mais pedidos”.

O candidato tucano ao Planalto destacou ainda que Marina aceitou apoiá-lo, mas não pediu cargos em troca, hábito cultivado pelo atual governo petista. As exigências da ex-senadora foram no âmbito do programa de governo, com compromissos que Aécio Neves assumiu, como por exemplo, implantar a escola em tempo integral e ampliar a reforma agrária, entre outros.

Em São Paulo, a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) minimizou a importância do apoio de Marina Silva a Aécio: “Não acredito que haja uma transferência automática [de votos] pra ninguém”, afirmou sem levar em consideração as pesquisas eleitorais realizadas para o segundo turno e que, até agora, mostram que a maioria dos eleitores de Marina migraram para Aécio.

Fonte: Gospel +

Anúncios