Publicado em Devocional, Reflexão

[Devocionais Diários] – Levante-se e Siga em Frente

devocionais diários

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” (2 Coríntios 4:8-9)
Tempestades sempre virão em nossas vidas. A questão não é saber se virão, mas quando virão. Pra falar a verdade, estamos sempre entrando ou saindo de uma.
Espero que isso não lhe desanime, porque é melhor estar numa tempestade com Jesus, do que em qualquer outro lugar sem Ele.
Uma das funções das tempestades e das provações em nossas vidas é tornar-nos mais fortes espiritualmente. Por causa de uma tempestade, uma tentação ou uma dificuldade, aprendemos coisas que não poderíamos aprender de nenhuma outra maneira.
Perto do final do livro de Atos, Paulo estava fazendo sua última viagem a Roma, porque havia apelado para César. Enquanto eles viajavam, uma tempestade terrível caiu sobre eles e todos se desesperaram. Lucas descreveu o fato desta forma: “Não aparecendo nem sol nem estrelas por muitos dias, e continuando a abater-se sobre nós grande tempestade, finalmente perdemos toda a esperança de salvamento.” (Atos 27:20).
Mas o Senhor enviou o Seu anjo para falar com Paulo, dando-lhe a capacidade de encorajar os outros a bordo:
“Mas agora recomendo-lhes que tenham coragem, pois nenhum de vocês perderá a vida; apenas o navio será destruído. Pois ontem à noite apareceu-me um anjo do Deus a quem pertenço e a quem adoro, dizendo-me: ‘Paulo, não tenha medo. É preciso que você compareça perante César; Deus, por sua graça, deu-lhe as vidas de todos os que estão navegando com você’. Assim, tenham ânimo, senhores! Creio em Deus que acontecerá do modo como me foi dito.” (Atos 27:22-25)
Isso não quer dizer que não vamos ter belos momentos e até mesmo momentos de relativa tranquilidade. Nem todos os ventos que sopram na vida são devastadores. O registro da viagem de Paulo antes daquela grande tempestade dizia: “O vento sul soprava suavemente” (verso 13).
Demos graças a Deus por esses momentos em que o “vento sopra suavemente.” Esses momentos em que podemos sentir o calor do sol em nossos ombros e que está tudo bem.
Mas é importante lembrar que há sempre uma tempestade vindo mais a frente!
As pessoas pensam que quando se age conforme a vontade de Deus, vai se estar sempre num “mar de rosas”. Isso certamente não foi verdade para Paulo. Ele parecia enfrentar todo tipo de adversidade que se possa imaginar. Ele tinha inimigos que tentaram prejudicar e até mesmo destruí-lo por inveja. Ele teve contratempos inumeráveis ​​na vida como espancamentos e lesões físicas. Ele também tinha uma deficiência física pessoal, pela qual orou para ser curado, mas nunca foi.
Ainda assim, ele foi capaz de dizer: “De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” (2 Coríntios 4:8-9).
Anúncios

Autor:

Jornalista por profissão e discípula por vocação com o compromisso de ser relevante para o Reino de Deus!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s