Publicado em Mensagens, Mundo, Reflexão

O dom de línguas é de Deus ou do diabo? Pastor responde as perguntas mais comuns sobre o tema

dom-de-linguasO falar em línguas é um dos dons do Espírito Santo que, em discussões teológicas, causa mais divergências entre cristãos protestantes tradicionais e pentecostais.

Para ajudar a responder as dúvidas que surgem a esse respeito, o pastor Brian Alarid, líder da Passion Church, em Albuquerque, Novo México (EUA), publicou um artigo no Charisma News.

No texto, Alarid expõe sua interpretação do que a Bíblia diz sobre as principais dúvidas em torno do assunto. “Se você não acredita no dom de línguas ou teve uma má experiência com o movimento carismático, encorajo-vos a estudar as Escrituras com uma mente aberta. Peça ao Espírito Santo para revelar a verdade sobre línguas para você”, afirmou o pastor.

“O falar em línguas é de Deus ou do diabo?”. Para essa pergunta, a resposta de Brian Alarid é bastante objetiva: “A coisa mais importante que você precisa saber sobre o falar em línguas é o que Jesus disse sobre isso, e ele não mediu suas palavras em Marcos 16:17: ‘E estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome expulsarão demônios , falarão novas línguas’. Jesus declarou que as línguas são um sinal sobrenatural que pode e deve acompanhar todo aquele que crê n’Ele”.

“As pessoas fingem quando falam em línguas?”. Segundo o pastor, não. “O dom de línguas é uma linguagem que pode usar o idioma materno ou a expressões celestiais desconhecidas para o falante, e permite a ele se comunicar diretamente com Deus. Paulo disse em 1 Coríntios 13: 1: ‘Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos…’ Quando você recebe o dom de línguas, em uma fração de segundo, o Espírito Santo faz download de um idioma em seu espírito, sem você ter que aprendê-lo. Em 2006, pesquisadores da Universidade da Pensilvânia fizeram imagens do cérebro de cinco pessoas enquanto eles falavam em línguas. A pesquisa foi publicada no The New York Times, e o líder da equipe do estudo foi o Dr. Andrew Newberg, que chegou a esta conclusão: ‘Percebemos uma série de mudanças que ocorreram funcionalmente no cérebro. Nosso achado de diminuição da atividade nos lobos frontais durante a prática de falar em línguas é fascinante, porque estes indivíduos realmente acreditam que o espírito de Deus está se movendo através deles e os controla para falar. Nossa pesquisa de imagens cerebrais mostrou que os voluntários não estavam no controle dos centros de línguas habituais durante esta atividade, o que é consistente com a sua descrição de uma falta de controle intencional ao falar em línguas’”.

 “O dom de línguas é seletivo? Somente algumas pessoas o recebem?”. Alarid entende que não: “O dom de línguas era o dom espiritual mais comum na igreja do Novo Testamento. A Bíblia nos diz em Atos 2:4 que todos os 120 discípulos presentes no Pentecostes falaram em línguas no Cenáculo: ‘Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia’. Não sabemos se todos receberam o dom da fé ou cura ou discernimento, mas sabemos que todos eles receberam o dom de línguas. Hoje, existem mais de 600 milhões de crentes carismáticos/pentecostais no mundo, o segundo maior grupo de cristãos depois dos católicos. Pentecostais e igrejas carismáticas são de modo algum um pequeno movimento; Pelo contrário, eles formam o movimento religioso que mais no mundo. O dom de línguas não está reservada para um grupo seleto. Paulo deixou claro em 1 Coríntios 14:5 que ele queria que todo crente orasse em línguas para sua edificação pessoal e profetizasse para edificar a igreja: “Eu gostaria que cada um de vós falasse em línguas, mas prefiro que você profetize’”, escreveu o pastor.

“Existem excessos e abusos com o uso do dom de línguas? Sim, claro, e eles precisam ser corrigidos, mas não jogue fora o bebê junto com a água do banho, rejeitando o dom de línguas completamente. Tomemos as palavras do apóstolo Paulo em 1 Coríntios. 14:39 de coração: ‘Portanto, meus irmãos, procurai com zelo o dom de profetizar, e  não proibais o falar em línguas’”, concluiu Alarid.

Fonte: Gospel +

 

Anúncios

Autor:

Jornalista por profissão e discípula por vocação com o compromisso de ser relevante para o Reino de Deus!!

Um comentário em “O dom de línguas é de Deus ou do diabo? Pastor responde as perguntas mais comuns sobre o tema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s