Publicado em Brasil, Política

Bispo Edir Macedo publica artigo com “10 razões” para um cristão votar em um irmão na fé

urna-eletronica-mao-460x311A proximidade das eleições em outubro levou o bispo Edir Macedo a publicar um texto defendendo a tese de que um cristão deve necessariamente votar em um irmão na fé.

O artigo foi escrito com a colaboração do genro do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Renato Cardoso. “10 razões porque o cristão vota em cristão”, sugere o título do texto.

“Porque tudo o que é preciso para os maus prevalecerem é que os bons não façam nada e simplesmente assistam das arquibancadas. (Ester 4.14)”, explica o autor, antes de acrescentar outros nove motivos.

“Porque somos chamados a obedecer às autoridades governamentais. Se estas forem más, estaremos sujeitos a elas e às suas leis. (Romanos 13.1); Porque o governo eleito cria, executa e julga segundo leis que afetam os princípios cristãos, tais como casamento, família, sexualidade, liberdade religiosa e muito mais. Para proteger esses princípios, precisamos eleger líderes que os tenham. (Daniel 3.5-8); Porque o povo de Deus é advertido por Ele a não eleger um incrédulo para o governar. (Deuteronômio 17.15); Porque ‘Os maus não governarão para sempre a terra do povo de Deus; se eles governassem, até os bons começariam a fazer o mal’. Salmo 125.3. A nossa obrigação é não permitir que os maus continuem governando nossa terra; Porque feliz é a nação cujo Deus é o Senhor. Salmo 33.12. Devemos eleger líderes de nossa nação que não somente digam que creem em Deus, mas que realmente tenham um histórico de vida com Deus e para Deus; Porque nós somos sal da terra e fazemos a diferença positiva na esfera do governo. Temos vivido dias em que pessoas más, odiosas e sem Deus têm ocupado cargos políticos importantes. Se não tivermos representantes cristãos nesse meio, seremos ainda mais perseguidos e oprimidos. (Mateus 5.13); Porque ‘Pela bênção dos homens de bem a cidade se exalta, mas pela boca dos perversos é derrubada’. Provérbios 11.11. Os perversos fazem sua voz ser ouvida nas urnas. Os do bem não podem ficar omissos ou em silêncio. Temos o poder para abençoar nossa cidade, estado e país; Porque ‘quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo geme’ Provérbios 29.2; Porque o padrão bíblico para os líderes do povo é que sejam capazes, temam a Deus, mereçam confiança e sejam honestos em tudo (Êxodo 18.21,22), pois eles serão responsáveis por servir o povo com a justiça todo o tempo”, orienta o texto.

Ao final, o artigo alerta que existem muitos interessados apenas em se identificar como cristãos por interesse eleitoral, mas que na realidade, não passam de aproveitadores: “Nem todos os candidatos que se dizem cristãos verdadeiramente são. Informe-se, investigue e, acima de tudo, vote por fidelidade a Deus acima de fidelidade a qualquer pessoa ou partido. O futuro da nação está em suas mãos. Não deixe de votar. Espalhe isso para todos os cristãos que você conhece”.

Fonte: Gospel +

 

Anúncios

Autor:

Jornalista por profissão e discípula por vocação com o compromisso de ser relevante para o Reino de Deus!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s