Cotidiano

Grupos evangélicos buscam relacionamentos pela internet

O dia dos namorados é a data em que os casais comemoram o amor a dois. Mas há aqueles que por timidez, falta de tempo ou por outros menores, ainda não encontraram o par ideal, ou melhor, o outro lado da laranja. Para reduzir este abismo, grupos evangélicos criaram redes relacionamentos para aproximar pretendentes.

De fato não é bom que o homem viva só, mas encontrar a metade ideal também não está lá tão fácil.  Enquanto as mulheres reclamam que os homens não querem compromisso sério, os homens soltam o verbo e falam que as mulheres só querem saber do trabalho e não pensam mais na vida  a dois.

Muitos são os problemas, até mesmo dentro das igrejas. Falta tempo, convívio para se aproximar da pessoa amada. Isto sem contar a timidez e o medo da rejeição que assombra muitas pessoas.

A geração single, de acordo com uma pesquisa divulgada pela Sepal ( Serviço de Evangelização para América Latina), em parceria com o Ministério Apoio, que acompanha solteiros adultos, viúvos e divorciados, está só, literalmente. De acordo com o levantamento, 80% das igrejas evangélicas brasileiras ainda não possuem um ministério para os grupos.

Dentre os perfis encontrados na pesquisa, 71% dos solteiros evangélicos possuem nível superior e 84% gostariam de encontrar um par ideal para o casamento, sendo que 92% acreditam ser a solução ideal para espantar de vez a solidão e tristeza. Outro dado colhido no estudo mostra que as maiores razões da “solteirice” são a falta de apoio e traumas como abuso na infância, homossexualismo e infidelidade. Sem muita opção é preciso utilizar do chamado ‘cupido’ eletrônico para buscar o perfil ideal.

Nesta tendência cresce cada vez mais as comunidades e mailings de evangélicos em busca de relacionamentos. O Ministério Apoio, por exemplo, mantém um site do gênero. Poremails eles trocam experiências, confissões e falam de seus medos e expectativas. Há também o grupo de Ministério de Jovens Solteiros que conta com 14 mil integrantes no orkut. Lá eles contam e falam do par ideal. Mas se você está sozinho, confira algumas dicas para desencalhar:

Nove dicas para desencalhar

Arranjar um namorado, ou namorada, na igreja, não é tarefa das mais penosas. Claro que há algumas dificuldades – timidez excessiva, imaturidade, excesso de concorrência etc –, mas a fé comum, no caso de pretendentes e pretendidos, costuma abrir as portas dos corações. Mas se você anda à procura de uma cara-metade e acha que a coisa está difícil, preste atenção a estas dicas:

· Evite ser um mala, do tipo que pega no pé. Se você gosta de alguém, demonstre isso, mas não seja excessivamente oferecido. Se a outra parte achá-lo inconveniente, pode dizer adeus

· Ao terminar o culto, não vá embora correndo. É naqueles happy hours gospel, tanto na cantina da igreja como na lanchonete da esquina, que as coisas costumam acontecer. O papo rola mais fácil entre um hambúrguer e um guaraná. Mas nada de sumir na hora da pregação!

· Respeitando as posturas de sua igreja quanto a usos e costumes, procure melhorar sua estampa. Não precisa gastar fortunas em roupas de grife – basta uma caprichada. No caso dos rapazes, atenção com as peças descombinadas, tipo camisa xadrez e calça listrada. Elas acham isso um crime! E, para as garotas, adereços discretos, como bijuterias elegantes e maquiagem simples, costumam fazer milagres

· Não perca os retiros. O clima, nessas ocasiões, é dos mais favoráveis.

· Limpeza e cuidados com a higiene pessoal são fundamentais para os dois sexos. Desleixo é imperdoável e reduzem suas chances a praticamente zero
· Ninguém deve cometer o absurdo de usar os ministérios da igreja para aparecer, mas se você se destacar de alguma maneira na comunidade, vai aumentar consideravelmente suas chances. Participar do grupo de louvor é um excelente caminho

· Procure observar as características espirituais de seu alvo. Se a pessoa for daquelas mais chegadas a reuniões de oração, consagrações, vigílias e jejuns, aí, meu amigo ou minha amiga, não tem jeito – você vai ter que se enquadrar e tentar acompanhar o ritmo. Mesmo se o namoro não pintar, você sai ganhando: terá colocado a vida espiritual em dia

· Fique de olho na família da pessoa paquerada. Seja sempre atencioso, mesmo com aqueles irmãos menores que insistem em ficar por perto quando tudo o que você quer é estar a sós com ele ou ela. A mãe, e quem sabe futura sogra, também é estratégica – se você conseguir convencê-la de que é uma pessoa responsável e temente a Deus, já terá meio caminho andado. O indicador de aceitação costuma ser o convite para um almoço de domingo. Mas cuidado: mesmo que lhe sirvam jiló ensopado, faça a melhor das caras!

· Finalmente, peça a Deus que lhe dê orientação e que cumpra sua vontade nesta área de sua vida. Afinal, ele o ama e quer o melhor para você

ELE PROCURA UMA GAROTA QUE:

· Seja bonita
· Seja “na dela”, isto é, discreta
· Seja crente
· Não seja muito agarrada em pai e mãe
· Estude. Mas não precisa estar trabalhando
· Goste de cinema e videogame
· Admire-o pelo que faz na igreja
· Não fale em casamento logo de cara

ELA PROCURA UM GAROTO QUE:
· Seja crente
· Não precisa ser tão bonito. Simpatia basta
· Exerça algum ministério na igreja
· Não seja muito “rodado”, isto é, namorador
· Estude, trabalhe e, de preferência, tenha carro
· Seja inteligente e possua um bom papo
· Tenha bom relacionamento com os pais dele
· Admita logo a possibilidade de casar

Por: Por: Robson Morais – Redação Creio*
Fonte: Com informações da Revista Enfoque

Anúncios

Um comentário em “Grupos evangélicos buscam relacionamentos pela internet”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s